Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Pagamento por biometria: como ele impacta o futuro das transações?

Cada vez mais popular entre os consumidores, a tecnologia promete alterar o futuro das transações financeiras

Escrito em 14 de Setembro de 2022 por Thainara Carvalho

Atualizado em 16 de Setembro de 2022

Você se lembra de como fazia compras há 10 anos? Pode não parecer muito tempo, mas, àquela época, o dinheiro e o cartão ainda reinavam soberanos nas transações financeiras. De lá para cá, muita coisa mudou. Agora, o pagamento por biometria – recurso que poderia ter saído de um filme sci-fi –, é uma tendência que tem atraído a atenção do mercado.

E há um motivo para tamanho sucesso: as fraudes com cartão de crédito e débito aumentam a cada ano. 

Só no primeiro semestre de 2022, o Brasil registrou mais de 2,8 milhões de tentativas de fraude no e-commerce – um crescimento de 9% em comparação ao mesmo período do ano de 2021, segundo o Mapa da Fraude, da ClearSale.

Diante de um cenário repleto de riscos e tentativas de golpes cada vez mais criativas, não é de se espantar que os consumidores busquem soluções que ofereçam mais segurança na hora de pagar.

De acordo com um relatório global da Mastercard, 93% dos consumidores entrevistados estão preferindo as tecnologias de pagamento sem contato, como QR Code, as moedas digitais e, claro, a biometria. 

No Brasil, a taxa de adesão também é alta. Segundo uma pesquisa da Dentsu Data Labs (DDL), mais de 90% dos consumidores aprovam o uso da biometria nos pagamentos.

Mas o que é biometria? Como ela funciona? E quais são as vantagens dessa nova forma de pagar? 

É isso que veremos no conteúdo de hoje. Continue a leitura e saiba mais.

O que é pagamento por biometria?

O pagamento por biometria é um recurso que possibilita a efetuação de uma compra por meio de características físicas que permitem identificar uma pessoa, como, por exemplo:

  • Impressão digital;
  • Reconhecimento facial;
  • Reconhecimento de íris;
  • Reconhecimento de voz.

Isso significa que, ao realizar uma compra ou pagamento, o consumidor não precisa se preocupar com senhas de cartão, carteiras digitais ou mesmo dinheiro, já que todas as transações são efetuadas a partir da validação dessas características individuais, também chamadas de dados biométricos.

Dessa maneira, verifica-se se esses dados correspondem ao usuário solicitante e, em caso de confirmação, a transação é autorizada. Além de praticidade, o pagamento por biometria se destaca pela segurança. 

Como todas essas características são individuais, elas não podem ser copiadas, o que torna a biometria uma poderosa ferramenta contra golpes e fraudes em pagamentos

Como funciona o pagamento por biometria?

O funcionamento do pagamento biométrico ocorre de maneira simples. 

Para começar a utilizá-lo, basta incluir quaisquer formatos de reconhecimento biométrico à conta corrente, cartão de crédito, débito ou outros meios de pagamento, como as carteiras digitais.

O lojista, por sua vez, precisa contar com uma solução compatível com a tecnologia, como o aplicativo bancário. Dessa forma, ele pode vincular a conta que recebe os valores das transações bancárias.

Ao autenticar os dados biométricos do consumidor, a compra é concluída e o valor é transferido para o estabelecimento.

A pandemia e os pagamentos biométricos: entenda a relação

A pandemia de COVID-19 alterou completamente as dinâmicas da vida social. Dentro das mudanças de hábito que impactaram a vida de milhares de pessoas ao redor do mundo, os pagamentos contactless ganharam um enorme destaque. 

Isso porque, com lojas fechadas e o lockdown, diversos negócios migraram para o online e passaram a oferecer novas formas de pagar. 

Além do Pix, lançado em novembro de 2020, as carteiras digitais e os pagamentos por QR Code também ganharam adesão, já que não exigem o contato direto com o meio de pagamento

Mesmo após a reabertura do comércio e o retorno de eventos presenciais, os consumidores continuam a desejar por experiências mais rápidas e flexíveis.

Logo, o pagamento por biometria aparece não apenas como uma tendência, mas como um caminho natural da evolução dos pagamentos de um mundo em constante transformação.

Tecnologia, negócios e praticidade: as vantagens dos pagamentos por biometria

Não é por acaso que o pagamento por biometria ganhou tanta popularidade: para além da segurança e praticidade na hora de efetuar as transações financeiras, o recurso também conversa com as necessidades do consumidor moderno que, cada vez mais, preza por experiências de pagamento que sejam rápidas e flexíveis.

Ainda segundo a pesquisa da Mastercard, 6 em cada 10 consumidores dizem estar empolgados com o potencial dos métodos de verificação biométrica, e 60% se sentem mais seguros usando a biometria para verificar uma compra do que digitar uma senha.

Outros benefícios da tecnologia incluem:

1. Melhora de faturamento

O pagamento por biometria também auxilia no aumento de receita das empresas, uma vez que ele é mais uma solução de pagamento disponível. 

Dessa forma, o consumidor consegue efetuar uma compra mesmo estando sem cartão ou dinheiro, utilizando apenas seus dados biométricos. 

Assim, aumentam as oportunidades de venda e, consequentemente, de faturamento.

2. Otimização da experiência

Como mencionamos anteriormente, o consumidor moderno preza por experiências de pagamento ágeis, simples, seguras e flexíveis.

Logo, contar com o pagamento biométrico pode ser uma ótima forma de fidelizar clientes, uma vez que não necessita de senha, troco ou chave Pix.

Acelere o seu negócio com a tecnologia

Neste artigo, conheceremos um pouco mais sobre o pagamento por biometria e as vantagens que ele oferece.

Mas quais são as perspectivas para a adoção dessa tecnologia no Brasil? E quais serão os impactos na economia?

Para entender o assunto com mais profundidade, escute agora o episódio Pagamento por Biometria: reconhecimento facial e novas tecnologias do Resenha B2B.

banner podcast resenha b2b