Garanta 30% de desconto para sempre em todas as suas mensalidades.

 
dias
 
horas
 
min
 
seg
Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

O que é conciliação de cartão de crédito?

Escrito em 21 de Abril de 2020 por Redação iugu

Atualizado em 20 de Maio de 2022

Saber o que é conciliação de cartão de crédito deve ser uma das prioridades de todo gestor. Afinal, trata-se de um ponto essencial para garantir a saúde financeira de uma organização. Isso porque, sem esse controle, a tarefa de acompanhar questões financeiras fundamentais, como o faturamento e o fluxo de crédito e débito, se torna bem mais complicada. 

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Apesar dessa relevância, ainda há no mercado muitos empresários que não sabem o que é conciliação de cartão de crédito. É o seu caso? Então, você está no lugar certo! Ao longo deste post, você entenderá o que é conciliação de cartão de crédito, saberá como controlar vendas com cartão de crédito e também descobrirá o que deve e o que não deve fazer! 

O que é conciliação de cartão de crédito: contra dados não há argumentos! 

Saber o que é conciliação de cartão de crédito é de uma importância sem limites. Isso porque, sem ela, até a sobrevivência de seu negócio está em jogo, ainda mais considerando o cenário atual, em que as principais vendas acontecem por conta desse meio de pagamento. 

Só para você ter uma ideia, em 2017, as vendas parceladas por cartão de crédito tiveram um crescimento de quase 7%, como mostra o gráfico a seguir. 

como fazer a conciliação de cartão de crédito

Crédito: Diário do Comércio

Já, em 2018, o uso dessa modalidade de pagamento superou R$ 1, 5 trilhão de compras, representando, em termos percentuais, quase 23% do PIB Brasileiro. Nesse período, foram registrados quase 19 bilhões em compras. Em termos práticos, isso significa que cada pessoa fez 180 transações com cartão de crédito esse ano.

Ficou de boca aberta com esses números? Pois saiba que a tendência para os próximos anos é de que eles sejam ainda mais altos. 

Diante desses dados, dá para concluir que saber o que é conciliação de cartão de crédito é fundamental para o seu negócio, certo? Continue lendo e descubra como aplicá-la!

Confira também: “Como fazer a conciliação financeira e qual a sua importância?”.

O que é conciliação de cartão de crédito, afinal?

A conciliação de cartão de crédito nada mais é do que uma prática que verifica a transação realizada com esse meio de pagamento. De forma simples, essa ação tem como meta detectar e validar se a operação foi paga pela operadora do cartão. 

Para realizá-la, é preciso conferir se os dados que constam no registro de vendas de sua organização estão alinhados com as informações transmitidas pela adquirente (a maquininha de cartão de crédito). 

Para isso, há dois métodos para seguir: o manual e o automatizado. O manual, como deve imaginar, é bem mais suscetível a erros. Já o automatizado apresenta recursos tecnológicos que, combinados, garantem a execução dessa operação sem imprecisões. 

como controlar vendas de cartão de crédito

Crédito: Finder

Agora que já sabe como fazer a conciliação de cartão de crédito, siga com sua leitura e descubra o que não fazer durantes essas operações. 

Como controlar vendas com cartão de crédito: NÃO reproduza os exemplos a seguir

Confira, a seguir, medidas que que não devem ser copiadas por sua empresa. 

1. Deixar a sua gestão financeira em segundo plano 

Descuidar da gestão financeira de seu empreendimento pode trazer graves prejuízos para o seu negócio e, em muitos casos, pode até gerar o fracasso de sua companhia. 

Logo, se você, como gestor, não acompanha processos significativos, como o andamento do seu fluxo de caixa, se a sua empresa está diversificando seus meios de pagamentos e se está realizando um bom e frequente controle da inadimplência, saiba que o seu futuro não é muito promissor. Quem avisa, amigo é...

Para ajudá-lo nessa questão, um must read é: “7 livros de gestão financeira que você não pode deixar de ler”. 

2. Esquecer-se de verificar as informações 

Como já dito, um dos pilares de controlar vendas no cartão de crédito é registrar e verificar todas as informações relacionadas às transações realizadas com esse meio de pagamento. 

Se houver esquecimento nesse sentido, o preço a pagar pode ser bastante claro. Logo, é essencial se focar nesse aspecto e, assim, verificar se os dados estão alinhados. 

Para isso, é preciso analisar e comparar:

  • o registro de vendas das operadoras dos cartões com que trabalha;
  • o registro de vendas de seu sistema. 

3. Não acompanhar as taxas das maquininhas 

As taxas cobradas pelas maquininhas de cartão são diferentes, variando de 2% a 6%, depende da bandeira do cartão. Desse modo, é essencial realizar um monitoramento contínuo em relação às variações dessas tarifas. 

Nesse contexto, você pode sair fora da caixinha e conhecer outras opções eficientes e de custo mais interessante para o seu negócio, como o cartão de crédito da Iugu!

Com ele, a burocracia entre os dois players é bastante reduzida e, dependendo do volume de seu negócio, é possível que as taxas cobradas sejam bem vantajosas para você. Clique aqui e saiba mais

4. Fazer tudo manualmente 

Neste texto, você entendeu a importância de saber como fazer a conciliação de cartão de crédito e compreendeu que realizá-la, manualmente, muitas vezes durante ao dia, é praticamente sinônimo de erro.

Nesse quadro, contar com um sistema de cobrança automatizado pode representar um investimento certeiro para o seu negócio. Isso porque, por meio dele, o risco de cometer erros é muito menor. 

Além disso, com a automatização, é possível controlar processos fundamentais e corriqueiros, como cancelamento de cartão (chargeback) e também conferir as taxas cobradas pelas maquininhas.

Para isso, existe a iugu, uma plataforma completa e robusta de gestão e automação de pagamentos online. Como ela, você tem:

  • segurança em todos os pagamentos digitais;
  • gestão automatizada de vendas avulsas e também de cobranças recorrentes;
  • conciliação financeira representada com relatórios completos;
  • sistemas integrados por meio de uma API;
  • emissão de boletos registrados; 
  • diversidade em pagamentos;
  • e-mails personalizados e automáticos com a marca para alertar clientes inadimplentes.