Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

10 dicas para prevenir e recuperar clientes inadimplentes

Veja 10 dicas valiosas de como prevenir e lidar com clientes inadimplentes em um país com quase 30% da população endividada.

Escrito em 26 de Outubro de 2021 por Carolina Fanin

Atualizado em 03 de Dezembro de 2021

Uma empresa não existe sem clientes, logo, pensar em como lidar com clientes inadimplentes é essencial para quem quer ter sucesso em um país onde quase 30% da população possui dívidas.

Sem tempo para ler? Que tal ouvir este conteúdo? Basta apertar o play!

Segundo uma pesquisa realizada pelo Serasa, em maio de 2021, haviam 62,56 milhões de brasileiros inadimplentes, somando um total de dívida de quase R$ 250 bilhões, que se originam, principalmente, de bancos e cartão de crédito, utilities (água, gás e energia) e varejo.

Talvez você não consiga impedir que seus clientes se tornem inadimplentes, - ainda mais pelo momento econômico que vivemos - mas existem algumas dicas de como você pode prevenir a inadimplência, recuperar seus clientes e ainda melhorar seu relacionamento com eles!

O que caracteriza um cliente inadimplente?

Cliente inadimplente é aquele que adquiriu um produto ou serviço oferecido pela sua empresa e não cumpriu com os compromissos financeiros definidos na negociação da contratação.

Isso pode acontecer por vários motivos, desde problemas financeiros pontuais, falha na cobrança por parte da empresa ou, até mesmo, pela insatisfação com o produto ou serviço adquirido.

Entretanto, saber lidar com essa inadimplência, independentemente do motivo que a ocasionou, mostra o quão eficiente é o seu atendimento e o quanto você está interessado em manter aquele cliente quando tudo se resolver.

A forma como você lida com essa situação e realiza suas cobranças poderá fazer com que seus clientes se fidelizem à sua marca, não deixem de consumir e ainda indiquem novos clientes.

Também é importante entender se o seu cliente é ou está inadimplente, pode parecer a mesma coisa mas, existe uma grande diferença!

Quando o cliente está inadimplente, significa que ele não possui um histórico de mal pagador, e ele pode ter um motivo para não conseguir ou querer realizar o pagamento. Este tipo de cliente, quando bem atendido, pode ser facilmente recuperado.

Quando o cliente é inadimplente, ele dificilmente tem dívidas apenas com um credor. Adquirir dívidas é mais frequente para ele e existem dicas para que você se previna de clientes assim.

Dicas para prevenir e lidar com cliente inadimplentes

Se relacionar com clientes inadimplentes pode demandar tempo e recursos que, muitas vezes, você não possui.

Por isso, o melhor a se fazer é evitar o problema, tomando algumas precauções.

Entretanto, quando você já enfrenta essa situação, também existem formas de melhorar o seu relacionamento com o cliente e recuperá-lo!

Veja algumas dicas de como lidar com clientes inadimplentes :

1. Pesquise seu cliente

Para alguns segmentos, financeiro por exemplo, uma boa dica é pesquisar sobre o cliente antes de fechar grandes negócios para evitar fraudes e golpes.

Pesquise seu nome no Google, pergunte a seus contatos se eles possuem informação sobre seu cliente em potencial, faça verificações de crédito e analise a existência de processos judiciais.

Com a internet, através de uma simples pesquisa, você pode evitar ou ao menos minimizar o contato com clientes que já possuem algum histórico de mau pagamento.

2. Faça um contrato

Não importa se o cliente é seu melhor amigo ou um dos líderes de negócios mais respeitados em seu setor, sempre tenha um contrato em vigor.

O contrato deve abordar algumas questões legais, como:

  • Cronograma de pagamento: por exemplo, depósito de 40% e restante após finalização do serviço;
  • Termos: por exemplo, pagamento 30, 60 ou 90 dias após o envio da fatura;
  • Método de pagamento preferido: por exemplo, boleto, Pix ou cartão de crédito;
  • Escopo: descrição exata do trabalho que você deve concluir ou do produto negociado;
  • Prazo: data de conclusão prevista;
  • Política de atraso de pagamento:  o valor cobrado se uma fatura não for paga no prazo;

É essencial obter todos os detalhes por escrito para que você não enfrente problemas no futuro.

Se o seu cliente estiver ciente de que deverá pagar multa e taxas por pagamentos atrasados, haverá menos probabilidade de se tornar inadimplente.

3. Peça um depósito

Dependendo do serviço ou produto oferecido, é comum pedir um depósito de adiantamento. Um bom exemplo é o segmento imobiliário.

Se você pedir uma parte do pagamento adiantado, você absorverá parte do acerto.

Dessa forma, você minimiza as chances de trabalhar demais antes de receber o pagamento ou de perceber que nunca será pago.

4. Ofereça descontos no pagamento antecipado

Para grandes faturas, é mais provável que seus clientes paguem integralmente (e antes) se você oferecer descontos para pagamento antecipado.

Por exemplo, se você enviar uma fatura de R$ 500,00 com vencimento 30 dias após o recebimento, poderá oferecer um desconto se o seu cliente pagar em 15 dias.

Você também pode escalonar seu desconto de pagamento antecipado reduzindo esse desconto para pagamento entre 15 e 30 dias após o faturamento.

5. Permita o pagamento em prestações

Se os pagamentos de clientes atrasados ​​não influenciam drasticamente no seu fluxo de caixa, os planos de pagamento parcelados podem criar um meio-termo entre a empresa e o cliente.

Para o exemplo de fatura de R$ 1 mil, você poderia oferecer um plano de pagamento de R$ R$ 500,00 em 30 dias e, em seguida, um pagamento de R$ 250,00 a cada 60 e 90 dias após a fatura, o que pode manter seu fluxo de caixa enquanto alivia o pagamento para o cliente.

Uma alternativa é a cobrança recorrente, onde o cliente irá pagar de forma recorrente o serviço ou produto adquirido.

6. Ofereça diferentes meios de pagamento

Pode acontecer de um cliente se tornar inadimplente pelo fato de a empresa apenas aceitar o cartão de crédito, por exemplo. E, em determinado momento, o cliente estar com o saldo comprometido.

Para resolver essa questão antes mesmo do atraso do pagamento, ofereça ao cliente a facilidade de escolher a forma mais conveniente para ele realizar o pagamento, seja por boleto ou, até mesmo, Pix.

A situação contrária também pode acontecer, então esteja preparado e oferecer variedade pode evitar esse tipo de problema.

7. Cobre taxas de atraso

Para incentivar os pagamentos na data certa, liste os juros e multas e suas datas de vigência em suas faturas, assim o cliente fica ciente do risco que está correndo ao realizar o pagamento com atraso.

8. Crie uma régua de cobrança

Muitos clientes acabam se tornando inadimplentes por simples esquecimento ou falta de organização financeira.

Para minimizar as chances dos seus clientes se tornarem inadimplentes por estes motivos é criar uma régua de cobrança, que pode ser enviada por e-mail ou SMS, lembrando-o do vencimento da fatura.

Uma vez que a fatura é enviada, você pode programar os envios de cobrança de acordo com a data de vencimento, diminuindo drasticamente a chance de o cliente esquecer de realizar o pagamento.

régua de cobrança

Mas, se o cliente mesmo assim esquecer de pagar, programe uma régua de cobrança também para após vencimento, alertando-o dos juros e multa a que ele está sujeito pelo não pagamento, quais são as formas de negociação da dívida e descontos para pagamento do valor em atraso - se houver.

9. Busque uma empresa de pagamentos

Sabemos que, para muitas empresas, realizar a cobrança dos seus clientes pode ser um trabalho que demanda tempo e recursos que, muitas vezes, ela não possui, e assim acaba comprometendo seu financeiro, por não saber lidar com a inadimplência.

Buscar uma empresa parceira que automatize essas funções pode ser a solução!

Empresas como a iugu oferecem soluções de cobrança que podem transformar a forma como você se relaciona com seus clientes e ajudar a diminuir a taxa de clientes inadimplentes.

Isso acontece através de uma régua de cobrança automatizada e por soluções personalizáveis que permitem a inserção de descontos para pagamentos antecipados, bem como a inserção de juros e multa por atraso, tudo através de uma única plataforma.

10. Priorize sua gestão financeira

Muitas empresas preocupam-se mais em vender do que com a sua gestão financeira - e quando se deparam com a inadimplência, acabam comprometendo sua saúde financeira.

Para que isso não aconteça, esteja à frente dos problemas e busque materiais que podem te ajudar, assim como esse texto onde você aprendeu a lidar melhor com seus clientes inadimplentes!

Que tal conferir esse material gratuito sobre 39 Ferramentas de gestão, marketing e vendas?

Nova call to action