Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h às 17h. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Solicitar Contato

Split: tudo que você precisa saber para implementar no seu e-commerce

O split de pagamentos otimiza as operações do e-commerce, além de reduzir custos. Entenda tudo o que você precisa sobre essa ferramenta.

Escrito em 15 de Abril de 2021 por Patrick Negri

Os desafios enfrentados pelas empresas há cinco ou três anos atrás, notoriamente  não são os mesmos que um empreendedor, dono de  e-commerce, enfrenta atualmente. Isso se estende, inclusive, para a forma como consumidores e fornecedores lidam com os processos de pagamentos, por exemplo. E, quando tocamos neste assunto, o Split de pagamentos é uma das ferramentas que mais se destaca - e que os empreendedores de marketplaces utilizam.

Está sem tempo de ler este post? Então dê o play no áudio e escute de onde estiver!

 

A receita gerada pelo mercado de e-commerce continua em ascensão, e diversos empreendedores veem no comércio digital a possibilidade de construir ou expandir seu negócio. Esse crescimento do consumo em lojas online se dá, especialmente, pela comodidade de comprar sem sair de casa, a agilidade do processo e a segurança nos pagamentos.

Para que um e-commerce ofereça uma boa experiência de compra, entretanto, é fundamental aderir a um sistema de pagamentos automatizado. Mais do que proporcionar agilidade e confiança na compra, um bom software ajuda na organização financeira, aumentando a produtividade corporativa e reduzindo os erros operacionais. 

Neste cenário, automatizar o split de pagamentos é essencial para  facilitar as transações do e-commerce e evitar erros que podem afetar profundamente o negócio. Ou você ainda acredita que fazer todo o comissionamento de forma manual é a melhor solução? Acompanhe a leitura e descubra o que é e como funciona o split de pagamentos no e-commerce.

O que é split de pagamentos?

O Split, nada mais é, que a divisão dos pagamentos entre as pessoas envolvidas em uma transação. É a tradução literal de split payment, uma antiga técnica empregada por empresas de prestação de serviços, ainda que de modo rudimentar. Por exemplo, em uma empresa de informática, o montante arrecadado pelos serviços prestados são direcionados para custear várias despesas e operações. 

Assim, no comércio digital, onde as operações são mais rápidas e numerosas, é necessária uma ferramenta para automatizar esse processo. E um dos segmentos mais  dependentes do Split é o  marketplace. Ele  funciona como um shopping virtual que reúne diferentes produtos e fornecedores. Nesse modelo de compras, os consumidores podem adquirir produtos de diferentes lojas em uma mesma compra, realizando apenas um pagamento.

Isso só é possível graças ao split, pois ele permite que seja gerada uma única conta mesmo que os produtos sejam de fornecedores diferentes. Com isso, a ferramenta oferece praticidade e agilidade na compra, visto que os consumidores não precisam pagar cada produto separadamente. 

Então, o split de pagamentos faz, automaticamente, a divisão dos valores equivalentes à venda de cada fornecedor. Mais do que isso, a ferramenta ainda evita alguns problemas que podem prejudicar seu e-commerce, como a bitributação.

Confira, agora, os principais benefícios no comércio digital e como ele atua para ajudar a aumentar as vendas. 

Benefícios do split para o seu E-commerce

O consumo virtual nos  e-commerce está cada vez maior. Mas, a concorrência também vem crescendo de modo acelerado. Assim, para que você consiga se destacar  em meio a tantas lojas virtuais, é necessário investir em ferramentas que proporcionem uma boa experiência ao seu cliente.

No comércio digital, os consumidores buscam, especialmente, três coisas: 

  1. Facilidade de acesso,; 
  2. Praticidade na compra - desde a escolha ao pagamento;
  3. Canais de atendimento.

O split de pagamentos é uma dessas ferramentas que proporciona comodidade aos clientes, além de ajudar na gestão financeira do negócio. Acompanhe a leitura e confira alguns de seus benefícios.

Redução de Custos

A utilização do split de pagamentos tem efeitos em uma série de operações. Quando realizadas de modo manual, as atividades aumentam consideravelmente seus custos, além de reduzir a produtividade do negócio.

Em contramão, o split representa uma boa estratégia para reduzir custos. Isso porque, o  gerenciamento de pagamentos, quando feito manualmente, pode exigir a contratação ou redirecionamento de funcionários. Com isso, aumentam-se os custos com infraestrutura e mão-de-obra.

Além disso, como o split de pagamentos funciona de modo automático por meio de um sistema inteligente, ocorre também a redução de erros que podem ocasionar em multas ou outros gastos. 

Eficiência tributária

O split permite que o gerenciamento dos pagamentos seja feito sem o recebimento do dinheiro em contas bancárias. Assim, a ferramenta elimina a bitributação e assegura a eficiência tributária.

A bitributação pode acontecer em algumas situações no e-commerce, como naqueles que comercializam produtos de terceiros - o que é comum em comércios de varejo. Nesses casos, o empreendedor deve repassar o valor correspondente à venda do produto ao fornecedor. Então, ocorre a incidência de tributos no recebimento do dinheiro e, depois, no repasse aos fabricantes.

No geral,  há dois tipos de marketplaces que apenas recebem a remuneração sem acessar ao dinheiro lojista, que é o caso dos marketplaces que operam com o sistema de split de pagamentos e o caso no qual o marketplace recebe efetivamente todo o dinheiro e repassa o recebimento para o lojista. Somente ao segundo marketplace é possível figurar como facilitador de pagamento e neste caso é obrigatória a participação na CIP.

E o que isso representa? Isso significa que os marketplaces que já trabalham com uma ferramenta de split precisam apenas verificar se o intermediador de pagamentos dele está em conformidade com as regras do BACEN. Os demais devem escolher um parceiro

Então, é importante frisar que o Banco Central (Bacen) estabelece a obrigatoriedade em contratar uma entidade financeira que opere com esse tipo de fluxo

financeiro. Para isso, a instituição deve ser regulamentada e autorizada a realizar tais operações.

  • Ebook: O guia para criar um e-commerce de sucesso

Tenha um e-commerce de sucesso!

Aprenda tudo que você precisa para abrir um e-commerce hoje.

E-commerce de sucesso

Padronização de processos

A padronização dos processos por meio da tecnologia é uma ótima estratégia para aumentar a produtividade e otimizar o tempo das operações. Dificilmente, todos os funcionários de uma empresa seguem um único caminho para executar as tarefas. Geralmente, cada um atua conforme suas habilidades.

Muitas vezes, contudo, isso gera falhas operacionais e de comunicação. Afinal, sabemos que todos os setores de uma empresa devem estar interligados e os funcionários em sincronia. E, hoje em dia, isso se torna muito mais fácil por meio da tecnologia.

No setor financeiro de uma empresa, envolver a tecnologia faz uma diferença ainda maior. Isso porque, além de mitigar os riscos, ela ajuda a acelerar os processos de grande risco de forma segura, como pagamentos e transações financeiras. Ao contratar um sistema de automatização dos pagamentos, os gestores garantem que as operações serão feitas sempre conforme um padrão. Assim, todos os processos seguem um mesmo fluxo, aumentando a produtividade e reduzindo os erros.

Redução de falhas operacionais

Por mais experiente e qualificada que seja a equipe da empresa, qualquer processo feito manualmente está sujeito a erros. Mas, quando ocorrem no gerenciamento de pagamentos, essas falhas podem ter consequências graves para o negócio.

No entanto, tais erros são facilmente reduzidos, ou até mesmo eliminados, quando o marketplace  contrata um sistema de automatização financeira. Com o split, os gestores conseguem reduzir a incidência de falhas operacionais e erros fiscais, uma vez que todas as transações são automáticas e padronizadas.

Agora que você sabe como funciona o split de pagamentos e conhece as características dessa ferramenta, confira como ela pode melhorar as condições de compra e a experiência dos clientes para, assim, aumentar as vendas. 

Split de pagamentos e aumento das vendas

Como já dissemos, os consumidores costumam escolher e-commerce que oferecem a melhor experiência de compra. Independentemente do setor de atuação, essas empresas devem promover a agilidade, transparência e praticidade de suas operações.

Quando um comércio digital não conta com o split de pagamentos, a equipe financeira precisa executar as funções de forma manual. Dentre essas tarefas, estão o acompanhamento das vendas, a verificação dos pagamentos e a distribuição dos percentuais de comissão. E eu tenho certeza que você não quer que seus funcionários invistam tempo e dinheiro em uma ação que não vai ter um bom resultado, certo?

Além disso, se o e-commerce  não possui um sistema de automatização financeira, ele corre o risco de ter problemas como atraso no processamento dos produtos e, consequentemente, na entrega. Tais erros e atrasos tornam as empresas mais suscetíveis à perda de vendas.

Por outro lado, um e-commerce que conta com uma ferramenta de split de pagamentos, utilizada através de uma plataforma de automatização financeira, otimiza seus processos e torna a experiência do cliente melhor, o que promove uma série de vantagens aos negócios.

Uma empresa que investe no split pode, por exemplo, consegue identificar suas vendas de forma imediata, processar os pedidos e pagamentos sem obstáculos e, assim, planejar a entrega com mais rapidez e dentro do frete contratado. Além disso, a ferramenta fornece mais transparência sobre o negócio, permitindo o planejamento de estratégias e o foco no core business.

Entenda, agora, como funciona o processo de implementação do split de pagamentos em uma empresa.

Implementação do split de pagamentos

O split de pagamentos, além de todas as vantagens que oferece, ainda possui fácil implementação, feita por meio de APIs. Isto é, um conjunto de padrões de programação que dão acesso a uma plataforma ou aplicativo de software.

Com a iugu, por exemplo, a infraestrutura financeira pode ser integrada em qualquer plataforma por meio dessas interfaces, excluindo a necessidade de contratar equipes especializadas para realizar a instalação. Mas, se sua empresa precisar,  seu time de desenvolvedores pode contar com a equipe iugu para te guiar por todo o processo.

A integração por meio de APIs permite que os gestores tenham controle de todos os detalhes do processo de pagamentos. Além disso, a utilização é bem simples - na prática, o split de pagamento funciona da seguinte forma:

  • o dono do e-commerce/marketplace determina os percentuais direcionados a cada parte envolvida nas vendas, já durante o processo de implementação;
  • o consumidor, então, escolhe seus produtos ou serviços, que podem ser de diferentes fornecedores ainda que efetue apenas um pagamento;
  • com o sistema ativado, o intermediador distribui os valores equivalentes a cada parte;
  • chega, então, o momento do planejamento da logística de entrega.

Por fim, acompanhe a leitura e conheça os diferenciais da plataforma iugu.

Diferenciais da iugu: meios de pagamentos

Você sabia que a iugu é uma das poucas fintechs autorizadas pelo Banco Central a atuar como uma Instituição de Pagamentos? Graças a essa certificação a iugu pode oferecer serviços diferenciados e soluções robustas de pagamentos aos nossos clientes. 

Confira algumas delas.

Cartão de crédito

O cartão de crédito é, provavelmente, o meio de pagamento mais utilizado no e-commerce. Uma de suas grandes vantagens é a agilidade no processo de vendas, uma vez que o pagamento é processado em poucos minutos.

Gateway de pagamento

O gateway de pagamento é um dos meios de pagamento mais seguros, sendo uma intermediação entre o e-commerce e a instituição financeira. Para isso, o gateway utiliza soluções tecnológicas para garantir que o processo ocorra sem a exposição dos dados dos consumidores.

Link de pagamento

O link de pagamento é uma dos meios de pagamento mais práticos e vem sendo cada vez mais utilizado. Como já diz o nome, o link de pagamento permite que o empreendedor realize cobranças por meio de um link, que pode ser enviado ao cliente via e-mail, SMS, WhatsApp ou qualquer outra rede social, de forma segura e de qualquer lugar.

PIX- Pagamento instantâneo

Para e-commerces poder receber no momento no qual a compra é realizada 24 horas por dia e todos os dias da semana é foi com certeza uma grande revolução nos meios de pagamento, pois além de facilitar processos financeiros, através do split o negócio pode economizar com taxas e ganhar previsibilidade de caixa.

Transferência eletrônica de fundos – TEF

A transferência eletrônica de fundos funciona de modo semelhante aos boletos bancários. A segurança dos dois métodos é a mesma e ambos exigem o pagamento à vista. Contudo, a TEF apresenta um processamento mais rápido.

Como você viu, contratar um sistema de automatização financeira que oferece o split de pagamentos é uma ótima estratégia para melhorar a experiência dos clientes e, assim, aumentar a rentabilidade do negócio. 

Conte com os especialistas e o software da iugu para facilitar sua gestão de pagamentos. Veja como podemos ajudar você.

Boleto bancário

O boleto bancário é uma opção de pagamento para quem deseja efetuar pagamentos à vista. Gerado automaticamente, esse método é um dos mais acessíveis e não apresenta entraves burocráticos. 

Fale com nossos consultores