Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica, não sejam MEI e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h às 17h. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Indiquei um cliente pelo programa de Afiliados. Como eu posso consultar minha indicação?

Você pode consultar sua indicação no Painel do Indicador.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Quero ser cliente

ROI no e-commerce: o que é e qual a sua importância? 

Escrito em 13 de Março de 2020 por Renato Ribeiro

Entre os termos essenciais que um dono de loja virtual precisa conhecer, o ROI em e-commerce é um dos mais importantes. Afinal, todo mundo quer ver seu ver seu negócio crescer e gerar lucro, não é mesmo?

Quer saber o que é ROI no e-commerce, entender sua importância e conhecer dicas preciosas sobre o assunto? É só continuar lendo!

O que é ROI no e-commerce?

Do inglês Return Over investment, o ROI no e-commerce é um indicador que mede o retorno gerado em cada investimento de um negócio. Trata-se de uma métrica fundamental para descobrir se a empresa está no caminho certo. Por meio dela, é possível saber se o seu negócio está indo bem ou se está gerando prejuízos. 

Saber como calcular o ROI em e-commerce da maneira correta é primordial para definir estratégias assertivas. Isto é, por meio desse cálculo, é possível estabelecer metas realistas e entender os motivos de eventuais prejuízos. 

Qual a importância do ROI em e-commerce?

O ROI em e-commerce exerce um papel crucial em um negócio. Afinal, essa métrica não se baseia em suposições, mas sim em números. Por meio desse indicador, é possível saber se as suas ações de marketing, por exemplo, estão sendo efetivas ou não. 

Assim, se uma campanha estiver gerando um bom desempenho, ela pode receber mais investimentos. Caso contrário, a decisão mais assertiva será descobrir por que ela está dando errado. Assim, será possível mudá-la ou, até mesmo, descartá-la. 

Como calcular o ROI em e-commerce?

O ROI em e-commerce se baseia no seguinte cálculo:

ROI= (Faturamento-Investimento inicial) / Investimento inicial

Para saber se uma estratégia de marketing digital está produzindo bons resultados, é preciso avaliar a relação faturamento e investimento inicial, como mostra o exemplo abaixo.

Vamos supor que para conquistar mais clientes, você tenha investido em SEO e em links patrocinados do Facebook, sendo:

  • investimento em SEO = R$ 2,000,00;
  • investimento em links patrocinados = R$ 100,00;
  • número de clientes conquistados com SEO= 18;
  • número de clientes conquistados com links patrocinados= 5;
  • ticket médio = 100.

Logo: 

SEO = (18x100-2000) /2000 x 100= -10%

Links patrocinados = (5x100-100) /100) = 40% 

Dessa forma, podemos concluir que o investimento em SEO não valeu a pena e que o dinheiro aplicado em links patrocinados foi uma boa estratégia? Calma, ainda há outro indicador a ser analisado: o lifetime value (LTV), que nada mais é do que o lucro líquido gerado em todo o ciclo de vida do cliente. 

Assim, devemos analisar:

  • investimento em SEO = R$ 2,000,00;
  • investimento em links patrocinados = R$ 100,00;
  • número de clientes conquistados com SEO= 18;
  • número de clientes conquistados com links patrocinados= 5;
  • ticket médio= 100;
  • custo médio do LTV com SEO= R$ 12.000;
  • custo médio do LTV com links patrocinados = R$ 400,00.

ROI= LTV – Investimento / Investimento x 100

Assim, temos:

SEO = (12.000-2000) /2000 x 100) = 500%;

Links patrocinados = (400-100/ 100 x 100) = 300%. 

Ou seja, se antes investir em links patrocinados parecia ser a decisão mais coerente, ao inserir o indicador de LTV, observamos que o investimento em SEO trouxe resultados bem mais significativos. 

Quer mais um exemplo? Vamos lá!

Suponhamos que tenha investido em uma campanha de e-mail marketing e que queira descobrir o seu ROI. O cálculo é o seguinte: 

  • Investimento inicial = R$ 2000,00;
  • Faturamento= R$ 6000,00.

ROI= (6000-2000/2000) = 2

Ou seja, com um ROI em e-commerce = 2, descobrimos que houve um retorno de 2 vezes o valor investido.

roi em e-commerce

Crédito: Freepik

Qual é o ROI ideal? 

Não existe um ROI padrão ou ideal. Isso porque ele varia muito de acordo com as especificidades de cada negócio. 

Por exemplo, se a sua loja virtual conta com um produto com baixa margem de lucro, o ROI precisará ser alto para compensar, com uma taxa equivalente de 10 a 15 para gerar lucro. Porém, se o seu produto apresentar uma margem de lucro elevada, um ROI 4 pode ser bastante eficiente. No entanto, para considerar que uma campanha teve sucesso, o ROI precisa ser acima de 1. Caso contrário, poderá indicar prejuízo. 

Como otimizar o ROI em e-commerce: estratégias 

Otimizar o ROI em e-commerce é um desafio. No entanto, há algumas estratégias valiosas que podem ser seguidas, como:

1. Conheça bem a sua audiência

O cliente é a base de suas ações, certo? Logo, traçar o seu perfil é essencial para compreender se o seu produto está o atendendo bem e se as suas campanhas estão sendo segmentadas de maneira efetiva. Dessa forma, conhecer o seu comportamento por meio da análise de dados é uma prática crucial para quem deseja aumentar o ROI em e-commerce. 

2. Alinhe o perfil do cliente com ofertas 

Cada cliente possui hábitos, desejos e necessidades que, em conjunto, compõem o seu estilo e perfil. Dessa forma, é fundamental mostrar a ele que ele é único. 

Isso pode ser realizado por meio do envio de e-mails marketing com conteúdos exclusivos e também por meio de ofertas com preços que se alinhem com sua realidade econômica.  Como resultado, a fidelização aumentará, logo, o ROI de seu negócio também. 

3. Foque-se em seu core business

Para otimizar o ROI em e-commerce, é essencial se focar na proposta de valor e em seu modelo de negócios. Ou seja, não perca tempo copiando estratégias da concorrência. Todo negócio possui suas particulares e pontos fortes. São a esses pontos que você precisa se ater. 

roi em e-commerce

Crédito: Freepik

Nesse cenário, é sempre interessante contar com parcerias que agreguem e que contribuam para o crescimento de seu negócio. A iugu pode ser uma delas! 

Apresentando uma infraestrutura robusta, a iugu é a solução mais completa para o seu sistema financeiro e de pagamento. De forma simples e intuitiva, a API da iugu tem ajudado a turbinar o negócio de milhares de empresas do Brasil. Para saber mais, basta clicar aqui e solicitar uma demonstração gratuita.

 

Fonte imagem de destaque:Freepik