Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

O que é antecipação de recebíveis e como funciona?

Escrito em 21 de Fevereiro de 2020 por Marcos Madureira

Atualizado em 17 de Maio de 2022

Entender o que é antecipação de recebíveis pode fazer toda a diferença para o seu negócio, principalmente se a sua empresa estiver precisando de capital de giro

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Segundo dados do Banco Central, a antecipação de recebíveis foi a linha de crédito que registrou a maior alta no país. Bastante apreciada pelos empresários brasileiros, essa modalidade movimentou quase R$ 84 bilhões em agosto de 2019, representando um crescimento de 31,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

Adotar essa linha de crédito pode evitar que sua companhia acumule dívidas e também pode contribuir para a expansão de sua empresa. No entanto, como se trata de uma transação, contar com esse recurso exige planejamento e cuidado, pois ele está totalmente relacionado ao fluxo de caixa de seu negócio. 

Para saber o que é antecipação de recebíveis, entender como ela funciona e descobrir como calculá-la, você só precisa seguir com sua leitura! 

O que é antecipação de recebíveis? 

A antecipação de recebíveis é a prática que adianta os recebimentos futuros de uma companhia. Em outras palavras, por meio desse método, é possível antecipar um capital que já pertence à sua empresa, mas que só faria parte de seu patrimônio futuramente. 

Isto é, se já estiver programado um determinado recebimento para daqui a 40 dias, por exemplo, a sua organização pode adiantá-lo e, assim, contar com ele imediatamente. 

Agora que você já sabe o que é antecipação de recebíveis, continue lendo para saber como essa modalidade funciona, na prática, e como ela é calculada. 

Como funciona a antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis funciona a partir de cartões de crédito, duplicatas e, até mesmo, de carnês e cheques pré-datados. Para realizar essa operação, é preciso buscar por uma instituição financeira e, assim, comprovar, por meio de documentos, os valores que serão recebidos futuramente. 

Logo, o banco realiza uma análise sobre o capital a ser recebido e, assim, considera os riscos que possam estar envolvidos nessa transação. Dessa forma, estipula uma taxa de juros. Na prática, isso significa que se seu negócio tiver R$ 50.000,00 de capital para receber, a instituição poderá antecipar cerca de R$ 45.000,00. 

Ciente do que é antecipação de recebíveis e como ela funciona, a seguir, você saberá como calculá-la.

A chegada da CERC e a mudança da antecipação de recebíveis

Por meio da Resolução n°4.734 e da Circular n°3.952, o Conselho Monetário Nacional e o Banco Central do Brasil realizaram modificações importantes nas operações de crédito de estabelecimentos que utilizam recebíveis de cartões como garantia. 

Com a mudança, toda vez que uma compra for feita com cartão de crédito ou débito, as credenciadoras precisam registrar essas transações nas registradoras.

A CERC é a primeira registradora de recebíveis de crédito autorizada pelo Banco Central (BACEN) e atua proporcionando aumento na oferta de crédito e mais segurança nas transações que envolvem ativos financeiros.

Qual é a função da CERC?

A CERC é uma entidade autorizada a funcionar pelo BACEN de forma independente de outras participantes do Sistema Financeiro Nacional (SFN). 

Com a implementação das novas regras, ela funciona como uma espécie de cartório, e todo o fluxo de pagamentos por cartões precisa passar pelo seu registro. Dessa maneira, é possível avaliar a existência e autenticidade de dados e informações.

Ela garante mais organização e segurança aos recebíveis de cartão. Logo, a CERC pode ser definida como uma infraestrutura que regulamenta o mercado de recebíveis no país.

Como ela funciona?

Antes da mudança, os recebíveis de cartão de um estabelecimento ficavam ligados à instituição financeira onde o crédito foi obtido pelo empresário. Mas, caso fossem usados como garantia para empréstimos, não podiam ser utilizados em outras operações.

Agora, esses recebíveis ficam compilados na registradora, e os lojistas podem usar a quantia que desejarem como garantia, já que as operações são realizadas apenas com base no valor necessário.

Além disso, é possível oferecer os seus recebíveis como garantia de empréstimo para mais de uma instituição financeira. Dessa forma, os lojistas ganham mais flexibilidade, pois os recebíveis de cartões são ativos importantes para garantir capital de giro.

Como calcular a antecipação de recebíveis?

O cálculo da antecipação de recebíveis é feito com base no valor líquido da transação. Isto é, desse montante já é deduzido o MDR, que é a taxa cobrada pelas adquirentes sobre a operação financeira. 

Esse cálculo conta com uma taxa de juros simples e, dentro dele, é preciso constar o período de adiantamento do capital. Ou seja, se a sua empresa solicitar a antecipação de cinco meses, por exemplo, a taxa de antecipação cobrada será multiplicada por 5.  

Já sabendo o que é antecipação de recebíveis, como ela funciona e como é calculada, está na hora de descobrir se as vantagens oferecidas por essa operação fazem sentido para a realidade de seu negócio. 

como funciona a antecipação de recebíveis

O que é antecipação de recebíveis: conheça as vantagens dessa operação 

A antecipação de recebíveis é uma boa alternativa tanto para quem efetua transações por meio de pagamentos digitais, como físicos. 

Um clube de assinaturas, por exemplo, exige um sistema de cobrança recorrente. Nesse cenário, o cliente tem a responsabilidade de realizar o seu pagamento em dia. No entanto, ao longo de tempo, por algum motivo, ele pode adotar uma postura diferente e se tornar inadimplente

Diante desse quadro, a antecipação de recebíveis representa uma medida eficaz. Isso porque, ao adiantar esses valores, o seu fluxo de caixa não fica prejudicado. 

Além dessa vantagem, optar pela antecipação de recebíveis apresenta outras. Confira.

1. Cobre imprevistos

No caso de ocorrer um problema financeiro inesperado que possa afetar o seu capital de giro, optar por essa modalidade de crédito configura uma boa opção. Isso porque, ao ter acesso aos valores que já pertencem a sua empresa, o seu negócio não fica descoberto e também não perde recursos. 

2. Evita empréstimos

Como essa operação financeira trabalha com um valor já pertencente à companhia, tanto a burocracia dessa transação como as taxas são bem menores que as apresentadas por outras do mercado, como a dos empréstimos, por exemplo, que envolvem taxas de juros mais altas. 

3. Conserva a saúde financeira de seu negócio

Ao optar pelo adiantamento de recebíveis, a sua empresa está lidando com recursos já pertencentes a ela. Logo, essa prática contribui para preservar a saúde financeira de seu negócio, já que você não acumula dívidas com ela, o que poderia acontecer no caso de empréstimos ou financiamentos. 

4. Facilita as negociações

Ao melhorar o fluxo de caixa, essa operação promove as negociações tanto com fornecedores como clientes, já que os aspectos relacionados a ela apresentam mais flexibilidade. 

Desse modo, é possível negociar preços e prazos mais acessíveis com os fornecedores e também oferecer boas opções para os clientes, contribuindo para a sua fidelização e, assim, otimizando suas vendas. 

como calcular a antecipação de recebíveis

O que é antecipação de recebíveis: um ponto que merece atenção

Apesar dessa operação financeira contar com as vantagens descritas acima, optar por essa modalidade de crédito não deve fazer parte da rotina de seu negócio. 

Ou seja, a adoção desse recurso deve acontecer de forma pontual, não recorrente. Isso porque a sua prática contínua pode atrapalhar o planejamento de seu negócio e, assim, como um efeito bola de neve, pode prejudicar, de maneira significativa, o seu capital em um futuro próximo. 

Desse modo, é fundamental realizar um acompanhamento constante de todas as transações de sua empresa, analisando diferentes cenários e situações. 

Nesse contexto, contar com ferramentas que otimizem suas operações financeiras pode ser uma excelente ideia. Isso pode ser feito por meio de plataformas de pagamento online que, além de oferecer diversas funcionalidades para a sua empresa, contam com soluções e relatórios que o auxiliarão a ter controle e conhecimento mais profundo de seu negócio. 

A iugu, por exemplo, por meio de uma plataforma robusta, pode estruturar e automatizar a sua operação financeira de ponta a ponta. Para isso, alia expertise e tecnologia, oferecendo, também, o melhor custo-benefício do Brasil. 

A equipe da iugu conta com os especialistas mais gabaritados do mercado, que podem entender o seu negócio e fornecer as melhores soluções a ele. Fale com nossos consultores