Conheça os principais impostos federais para empresas

Estar em conformidade com as despesas tributárias federais é essencial para o sucesso de qualquer empreendimento

Escrito em 12 de Dezembro de 2022 por Thainara Carvalho

Atualizado em 12 de Dezembro de 2022

Uma gestão tributária eficiente é parte fundamental do sucesso de um empreendimento. Nesse sentido, entender quais são os impostos federais para empresas deve ser uma prioridade do financeiro de qualquer negócio. 

Isso porque é a partir do pagamento dos impostos que as empresas conseguem garantir a idoneidade e a conformidade perante as leis tributárias.

Contudo, o Brasil é um dos países com maior carga tributária do mundo, e existem 92 impostos vigentes.  Entre eles, há 16 impostos destinados à União.

Sendo assim, entender todos os tipos de impostos cobrados no Brasil pode ser um desafio.

Mas não se preocupe. Preparamos um conteúdo para te ajudar a entender o que são impostos federais, os tipos e como entrar em conformidade com as leis tributárias. Boa leitura!

O que são impostos federais?

Como o próprio nome sugere, os impostos federais são aqueles destinados ao Governo Federal, e servem para que a União possa gerir e investir em políticas públicas para a população brasileira, como, por exemplo:

  • Rodovias Federais;
  • Educação;
  • Saúde;
  • Moradia;
  • Segurança.

Além de pessoas físicas, as pessoas jurídicas (empresas e negócios de qualquer segmento ou porte) também precisam pagar impostos federais. 

Eles correspondem a 60% das arrecadações no país e alguns exemplos de impostos federais são: 

  • INSS;
  • IPI;
  • IOF;
  • IRPF.

Impostos federais, estaduais e municipais: entenda a diferença

Além dos impostos federais, os empreendedores precisam estar atentos aos impostos estaduais e municipais, que também são destinados ao funcionamento de suas respectivas máquinas públicas. 

Saiba mais sobre eles.

Impostos estaduais

Como o nome sugere, os impostos estaduais são destinados ao estado da sede da empresa. Os mais conhecidos são o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e o IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículo Automotor).

Impostos municipais

Os impostos municipais, por sua vez, são os impostos do município onde a empresa está localizada.

Atenção ao regime de tributação

Agora que você já sabe o que é imposto federal, municipal e estadual, é hora de conhecer mais sobre o regime de tributação no Brasil. 

Esse ponto é crucial para uma gestão tributária eficiente, uma vez que o sistema estabelece as cobranças de impostos federais para empresas  de acordo com o volume de arrecadação. 

No Brasil, há três regimes adotados, que são:

  • Lucro Real: é o regime tributário utilizado por grandes empresas e multinacionais, os impostos são calculados pelo lucro líquido da empresa;
  • Lucro Presumido: é um regime tributário simplificado, ou seja, baseia-se no lucro aproximado da empresa em determinado período;
  • Simples Nacional: regime tributário destino a micro e pequenas empresas, com faturamento anual de até R$4,8 milhões e que não sejam sócias de outras empresas.

Conheça os 6 principais impostos federais para empresas

Agora, chegou a hora de entender quais são os principais impostos federais para empresas. Confira!

1. Impostos sobre Importação (II)

Os impostos sobre importação são aplicados às mercadorias internacionais quando chegam no país. Eles podem incidir em compras realizadas pela internet, em compras realizadas em viagens ou em empresas importadoras.

2. Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)

O Imposto sobre Produtos Industrializados incide sobre qualquer tipo de produto industrializado no momento em que ele sai de fábrica, recaindo sobre itens importados ou fabricados nacionalmente. 

Além disso, a alíquota do IPI varia de acordo com cada produto. 

Os alimentos, por exemplo, têm porcentagem menor do que os itens considerados supérfluos. 

3. Contribuição Social Sobre Lucro Líquido (CSLL)

Esse imposto federal é destino a todas as empresas. Entretanto, os valores da alíquota variam de acordo com o regime tributário de cada negócio.

4. Impostos sobre Operações Financeiras (IOF)

O IOF é cobrado em diferentes operações financeiras, como pagamentos atrasados, compras internacionais, empréstimos, faturas de cartão de crédito e financiamento. 

Além disso, a taxa de IOF varia de acordo com o tipo de operação ou decisão do governo brasileiro. 

5. Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ)

O IRPJ é imposto federal cobrado de empresas e varia de acordo com o regime tributário adotado por cada empreendimento. 

6. Imposto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

O INSS é um imposto obrigatório para todas as empresas, independentemente de seu regime tributário, e é destinado à Previdência Social. 

Potencialize a sua gestão com a tecnologia

Neste artigo, você conheceu os principais impostos federais para empresas e a importância de realizar uma gestão tributária eficiente. 

Ao compreender quais são os tributos federais e seus impactos no negócio, você consegue definir quais as melhores estratégias para organizar o financeiro da sua empresa e deixar tudo em ordem.  

Nesse sentido, contar com o apoio da tecnologia é uma forma de otimizar processos e deixar a burocracia e tarefas manuais no passado. 

Baixe o  seu infográfico e saiba Como Construir o seu Motor Financeiro com a iugu.

https://www.iugu.com/material-motor-financeiro