Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica, não sejam MEI e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h às 17h. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Indiquei um cliente pelo programa de Afiliados. Como eu posso consultar minha indicação?

Você pode consultar sua indicação no Painel do Indicador.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Quero ser cliente

12 ideias de pequenos negócios lucrativos para você investir

Inspire-se com nossas ideias de pequenos negócios lucrativos e inicie sua jornada de empreendedorismo!

Escrito em 26 de Janeiro de 2021 por Renato Ribeiro

Ter o próprio negócio sempre foi o sonho de muitas pessoas, ainda mais se houver a possibilidade de transformá-lo em um empreendimento lucrativo. Alguns segmentos de pequenos negócios lucrativos são mais promissores que outros, por isso, se você pretende ganhar dinheiro e fazer do seu novo projeto algo realmente rentável, é preciso considerar algumas questões fundamentais antes de dar início à sua empreitada.

O primeiro passo é saber o que você oferecerá para a sua clientela. Em seguida, é preciso estudar o público-alvo, a fim de saber como chegar até ele. Depois, escolher um nicho, entender de que forma o negócio deverá entrar no mercado, como fazer uma boa gestão financeira e outras medidas essenciais para garantir solidez ao projeto.

Neste post, mostraremos 14 ideias de pequenos negócios que podem ser lucrativas para que você contemple um panorama geral das alternativas disponíveis no mercado.

O que posso abrir para ganhar dinheiro?

As opções para abrir pequenos negócios lucrativos e ganhar dinheiro, são incontáveis, porém, selecionamos algumas que estão em evidência na atualidade. Acompanhe e analise qual delas tem mais a ver com o seu perfil.

1. E-commerce

No ano de 2019, houve uma previsão de faturamento do comércio eletrônico, no Brasil, na casa de quase R$ 80 bilhões e, no mundo, as receitas ficaram em 3,4 trilhões de dólares, o que revela um mercado com forte inclinação para se tornar cada dia mais lucrativo.

A tendência é que isso acelere ainda mais e já está acontecendo. Não há como negar que, ao lado de tantas possibilidades, também existe uma forte concorrência, que não deve ser motivo para desanimar. O alcance do público, nesse formato de comércio, é um fenômeno nunca visto antes, ou seja, não existem fronteiras na internet.

Muitas gigantes disputam espaço, mas você pode começar o seu pequeno negócio em marketplaces, que concentram lojas menores. Esse modelo é uma boa porta de entrada para a venda de produtos para o país todo. Com a experiência do dia a dia, você consegue descobrir os pontos fortes do seu negócio e fazê-lo crescer, conforme a demanda exigir, sem atropelos e, principalmente, sem colocar tudo a perder logo no início.

2. Importação de produtos

Esse pode ser o primeiro passo para ter uma loja virtual, já pensou? É outro negócio com chances de prosperar e você ainda pode ser um distribuidor, que conecta comerciantes a fornecedores. Nesse tipo de negócio, uma das características mais atraentes é a diversidade de itens disponíveis em outros mercados.

Portanto, uma boa iniciativa aqui, é estudar esse mercado, identificando as necessidades dos consumidores e verificando o que está fazendo mais sucesso lá fora. 

Dessa forma, fica mais fácil deduzir o que pode cair no gosto do público brasileiro. Contudo, atente-se à quantidade de regras a serem seguidas, que essa matéria pode fornecer.

3. Consultorias 

Se você entende de marketing digital, direito, finanças, economia, gestão de negócios, essa pode ser a sua chance de ter um negócio com esse formato. Para começar, podemos citar a assessoria financeira pessoal como um dos poucos ramos de negócios lucrativos que tem baixa concorrência no mercado. Sendo assim, pode ser uma excelente oportunidade para quem tem habilidades com gestão e números.

4. Aplicativos


Para quem desenvolve aplicativos e softwares, essa é uma excelente oportunidade para trabalhar com a internet. Muitos casos bem sucedidos ilustram como esse mercado pode ser promissor. No entanto, se você não tem conhecimento sobre programação, a sua ideia pode ser colocada em prática por meio de uma parceria. O importante é não abandonar uma boa ideia por falta de conhecimento técnico.

 5. Dropshipping

profissional pesquisando pequenos negócios lucrativos em seu notebook A modalidade dropshipping é muito útil para quem quer iniciar um pequeno negócio lucrativo sem muitos investimentos.

Nessa modalidade virtual de pequenos negócios lucrativos você pode atuar como um intermediário entre o consumidor final e o fornecedor. É, basicamente, deixar nas mãos de outra empresa a tarefa de entregar o estoque dos produtos pedidos pelos compradores.

Por meio do dropshipping, a loja virtual vende o produto e envia a ordem da transação para o parceiro/fornecedor. É este quem faz o envio do produto para o cliente em nome do e-commerce. O comércio eletrônico, por sua vez, lucra com a diferença entre o preço cobrado pelo parceiro e o preço cobrado do usuário. Exemplos muito bem-sucedidos são: Amazon, Mercado Livre e eBay.

6. Moda e vestuário

O setor de moda e vestuário é um dos mais concorridos e diversificados do mercado, também em suas versões virtuais. Nesse segmento é possível ter uma loja online, efetuando a compra e a venda de roupas e acessórios para diversos nichos específicos, como infantil, plus size, fitness e muitos outros. Além disso, você tem opções de comércio de usados, como brechós online. Exemplos deles são OLX e Enjoei.

7. Blog

Para quem não está muito familiarizado com esse tipo de atividade, em primeiro lugar, é importante esclarecer que se trata de uma espécie de site composto por artigos, que podem ter um mar de finalidades. São usados para fins pessoais, profissionais/empresariais, acadêmicos e outros nichos. E, podem funcionar bem como pequenos negócios lucrativos, mesmo com uma imensidão de concorrentes.

Todo tipo de marca, de diversos segmentos e tamanhos usa esse recurso para oferecer a seu público o conteúdo relevante relativo ao próprio negócio. É uma forma de atrair, informar e entreter o cliente, além de funcionar bem na construção de uma imagem positiva na cabeça do consumidor.

No entanto, um blog não precisa necessariamente estar atrelado a uma marca. Ele pode ser independente disso e render dinheiro. Muita gente já faz do blog a sua principal fonte de renda. Alguns, mais famosos e influentes, faturam até seis dígitos mensais. Nada mal, não?

8. Infoprodutos

Esse tipo de empreendimento implica em criar produtos digitais, como cursos online, infográficos, e-books, audiobooks e tudo o mais que seja passível de consumir pela via eletrônica. Mas, o que esses produtos têm em comum? A difusão de conhecimento. Então, quando você se torna um infoprodutor, o seu negócio passa a ser escalável, ou seja, ele é criado uma única vez e já contém potencial ilimitado de vendas. Além disso, o custo envolvido na empreitada é absurdamente menor que as versões físicas deles.

9. Marketing de afiliados

Essa é uma boa oportunidade de negócio para os próprios infoprodutores e, ainda, para usuários da internet que procuram por uma renda extra. Tudo o que você precisa fazer é divulgar infoprodutos em diversas plataformas online, o que renderá uma comissão para cada venda que partir do seu link. Com essa possibilidade, você pode abrir uma empresa para trabalhar somente divulgando livros, cursos e muitos outros produtos digitais.

10. Venda de alimentos 

Os negócios que envolvem produção e venda de alimentos nunca estão em baixa, são muito lucrativos e você pode ter o seu com pouco investimento. As possibilidades são incontáveis: doces variados, doces finos para festas, congelados, salgados e muito mais.

O melhor de tudo é poder oferecer os seus quitutes presencialmente e por meio de delivery, além de contar com uma loja online. Use as redes sociais para fazer os anúncios, pegar encomendas e turbinar a sua marca.

A entrega de comida em casa nunca esteve tão em alta como agora, e você nem precisa se preocupar em manter um local físico, com todas as despesas envolvidas, como um restaurante, por exemplo. Pode ter, também, o apoio de empresas de entrega.

11. Artesanato

Para quem quer começar a trabalhar com algo novo, esse ramo é muito interessante e diversificado. Isso porque as opções são das mais variadas do mercado. Você pode trabalhar com materiais recicláveis, plástico, tecido, madeira, fibras naturais, crochet e muito mais. Os nichos também são inúmeros e uma boa pedida é personalizar produtos artesanais.

Se você não tem uma habilidade muito desenvolvida, a quantidade de tutoriais existentes na internet é impressionante. Além disso, você pode contar com cursos especializados e usar plataformas de marketplace para divulgar e fornecer, como a Elo7.

12. Estética

É um segmento que pode ser iniciado em casa, com pouco dinheiro. Você pode optar por corte de cabelo, massoterapia, maquiagem, manicure, design de sobrancelhas, depilação, limpeza de pele e outras modalidades. Tudo depende de algum conhecimento técnico e habilidades.

Qual tipo de negócio é mais rentável?

profissional feliz por encontrar o pequeno negócio lucrativo que mais se adequa aos seus interessesÉ importante entender os indicadores financeiros dos pequenos negócios lucrativos.

A rentabilidade dos negócios é medida através da proporção entre custos e receita. Ou seja, um negócio rentável é aquele que consegue ter custos baixos e receitas altas. 

Nesse sentido, a maior parte dos negócios relacionados à internet conseguem atingir essas expectativas. Afinal, necessitam de poucos investimentos iniciais em relação a infra estruturas e equipes de trabalho.

Quais são os pequenos negócios mais lucrativos?

Os segmentos e nichos mais lucrativos e, consequentemente, mais disputados e procurados no mercado são os relacionados ao ramo da moda, comida, cosméticos e produtos eletrônicos.

Por isso, apesar de ser possível iniciar as vendas com pouco investimento, para começar um negócio como esses, é necessário, primordialmente, ter conhecimento mais aprofundado sobre estratégias de marketing, vendas e controle financeiro. 

O que está em alta no mercado?

Hoje em dia são aqueles capazes de adaptar-se ao modelo online, em função da pandemia do coronavírus. Portanto, pensar em tudo o que envolva, por exemplo, delivery e lojas virtuais pode ser muito lucrativo, principalmente aplicativos de entrega de comida.

Podemos, também, citar o e-commerce de informática, que alavancou disparadamente durante esse período de confinamento, já que muita gente decidiu investir em tecnologia para incrementar seus home offices. Além disso, os gamers de plantão passaram a investir, como nunca, em equipamentos de informática para turbinar suas experiências com os jogos.

Nesse sentido, é muito importante encontrar plataformas de e-commerce que ofereçam suporte para a criação e administração de uma loja virtual. Aqui na iugu nós nos preocupamos em criar parcerias com as melhores plataformas de e-commerce, confira as especificações de cada uma e escolha a melhor para seu modelo de negócio.

Conforme podemos analisar nas diversas possibilidades de pequenos negócios lucrativos, todas têm grande potencial, no final das contas. Alguns são mais conhecidos, pois se enquadram em atividades praticadas há muito tempo, como o comércio de alimentos e vestuário, por exemplo. 

Outros, são criações da internet, como os infoprodutos e aplicativos, contudo, o negócio mais lucrativo acaba sendo aquele no qual você coloca toda a sua energia e não desiste, investindo em marketing, gestão e vendas.

Alavanque seu pequeno negócio lucrativo com a iugu!

Se você está iniciando agora sua jornada no mercado, saiba que um dos principais desafios para os negócios está relacionado à organização financeira. Nesse sentido, contar com sistemas de pagamento e controle financeiro eficientes pode simplificar sua caminhada. 

Conheça a plataforma financeira da iugu, que além de realizar as transações financeiras com garantia de segurança, possui um painel simplificado para acompanhamento e controle financeiro. 

Quer saber mais sobre como a iugu pode transformar e simplificar processos financeiros? Conheça as histórias de como nossos clientes transformaram a organização financeira de seus negócios.  

Case uCondo