Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica, não sejam MEI e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h às 17h. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Indiquei um cliente pelo programa de Afiliados. Como eu posso consultar minha indicação?

Você pode consultar sua indicação no Painel do Indicador.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Quero ser cliente

Entenda o que é controle financeiro e como aplicá-lo

Você já ouviu falar em controle financeiro? Entenda qual a importância dele e como aplicá-lo em sua empresa.

Escrito em 10 de Fevereiro de 2021 por Marcos Madureira

A gestão financeira é fundamental no planejamento e na construção do controle financeiro de uma empresa. E o que é controle financeiro de fato?

Basicamente, controle financeiro é a sistematização das atividades do setor de finanças no sentido de avaliar a situação econômica das organizações. E, como guia para essa avaliação, são usados relatórios elaborados e regulados pelos dados patrimoniais, bem como pelas condições do fluxo de caixa.

Podemos entender seu significado, ainda, como o conjunto de ações usadas para saber se o planejamento financeiro está sendo posto em prática de forma eficiente. 

Atua, também, com ações necessárias para corrigir eventuais falhas. Para entender mais detalhes sobre sua importância e como esse controle pode ser feito nas empresas, continue a leitura!

O que faz o controle financeiro?

O controle financeiro ajuda a equilibrar as finanças, gerir despesas e controle de gastos, fazer aplicações de médio e longo prazo, realizar investimentos, constituir reservas emergenciais e outras medidas essenciais para manter a saúde dos negócios. 

O sucesso de uma organização pode ser avaliado de várias maneiras, incluindo como seu capital é gerido. Por isso, é preciso aprender a pontuar todos os números que circundam um negócio.

Por que é preciso se preocupar com o controle financeiro?

profissional segurando papéis com dados para criar um controle financeiro

Essa preocupação com a organização do controle de finanças é inerente à intenção de abrir um negócio e fazer com que ele funcione e dê lucro. Sendo assim, por meio de um bom controle financeiro as empresas podem se manter ativas no mercado de maneira sustentável, afinal, nenhuma organização pode sobreviver com o caixa zerado ou sem um capital de giro relevante.

Dessa forma, ao fazer o devido controle financeiro empresarial, assim como o controle das contas a pagar e receber e outras ações, podemos ter o alcance real da renda de um negócio e permitir que as principais metas possam ser alcançadas com mais segurança e acerto.

Para tanto, muitos processos devem ser organizados e aprimorados a fim de orientar corretamente a execução de um bom planejamento financeiro. Só assim os gestores poderão perceber em que pé a empresa se encontra e para onde caminha e, dessa maneira, elaborar a devida estratégia para um crescimento saudável e sólido.

Esse aprimoramento pode ser conseguido por meio da coordenação das atividades, com a ajuda de relatórios atualizados mensalmente e medidos por ferramentas de controle financeiro adequadas para as verdadeiras demandas do seu negócio.

Nesse ponto, os setores de gestão financeira empresarial, que atuam em todo o processo de criação do controle financeiro, são dotados das funções administrativas mais importantes dentro das empresas. 

Esses setores são responsáveis pelo planejamento e pelo controle dos recursos das companhias e funcionam de forma coordenada.

Apenas com a correta aplicação de recursos, as empresas geram lucros evidenciando a condição estratégica de sua gestão financeira. 

Mesmo assim, essa área costuma esbarrar em obstáculos como, falhas analíticas, dificuldade de definir processos, perda de informação, erros de apuração e planejamento ineficiente.

O que é planejamento e controle financeiro?

O planejamento e o controle financeiro constituem duas ferramentas inseparáveis, ou seja, as finanças precisam ser planejadas e cada passo de sua execução deve ser controlado. 

papéis com gráficos ilustrando o controle financeiro

Registrar a movimentação financeira não é o bastante, é preciso acompanhar cada lançamento posterior. Dessa forma, é possível manter um controle integral do capital empregado e da análise da saúde financeira real de um empreendimento.

Trata-se de um processo cíclico, considerando que a realização de um bom planejamento requer apoio em dados concretos, que sempre são usados para determinar os objetivos, as metas e os planos de ação. 

Sendo assim, os dados devem ser colhidos ao longo da análise dos indicadores de desempenho, durante a etapa de controle do negócio.

Ebook Gestão Financeira

Como fazer o controle financeiro?

De acordo com tudo o que foi dito até agora, fica claro que o sucesso financeiro de uma organização só é possível por meio de dedicação e esforço no controle das contas. Mas, para alcançar esse objetivo, é fundamental contar com o apoio de medidas e ferramentas facilitadoras desse processo. Separamos, então, alguns passos imprescindíveis para tornar o controle financeiro da sua empresa realmente eficaz. Acompanhe!

Fluxo de caixa

Esse é o mais elementar de todos os passos para o controle financeiro da sua companhia. E, ainda que seja simples, ele é muito importante para mensurar a saúde do seu negócio e ajudar a projetar as próximas fases do planejamento estratégico.

Então, seu principal objetivo é registrar as entradas e saídas de dinheiro e, ainda, fazer o acompanhamento da estrutura dos gastos e da geração de receitas.

Com essas medidas você será capaz de avaliar o cenário da organização como um todo e entender exatamente qual é o valor do capital, bem como os gastos que precisam ser controlados. Para tanto, os dados comparativos requerem atualização diária e registros em relatórios mensais.

Capital de giro

É, essencialmente, o conjunto de valores que as empresas precisam para movimentar seus negócios. Ele gerencia todos os demais valores pagos pela companhia, dentro de determinados prazos, a fim de garantir o bom andamento do empreendimento. 

Portanto, eles envolvem gestão de fornecedores, estoque, salários, custos operacionais, encargos, impostos, entre outros gastos. Seu cálculo deve considerar a soma do valor das contas a receber e estoque, diminuindo o total pelo valor das contas a pagar e outros custos.

Controle de contas a pagar e receber

Com esse método você pode registrar tudo o que a empresa precisa receber e, ainda, acompanhar outros passos, como o controle de inadimplência, os pagamentos gerais, a preservação do dinheiro do caixa e quitar todas as contas, conforme o planejamento feito.

pessoa segurando vários relatórios de controle financeiro

Mas, para garantir a eficiência de sua execução, todo gestor precisa avaliar assuntos relativos a clientes ativos e devedores, existência de vendas parceladas, atendimento ao cliente, sistema de cobrança frequente, registros de movimentação financeira, centros de custos e outros.

Balanço patrimonial

O balanço patrimonial é, com certeza, o método de controle financeiro mais relevante para a gestão das finanças de uma empresa. Sua utilidade é permitir a avaliação do resultado geral de todas as movimentações financeiras feitas depois de um período pré-estabelecido, que leva em torno de um ano.

Portanto, o método avalia as condições financeiras e a posição contábil e econômica da companhia, levando em conta os dados de um determinado momento de seu desenvolvimento. 

Em conjunto com o DRE, o relatório do balanço patrimonial é fundamental para possibilitar a avaliação da viabilidade econômica da organização e dar suporte para futuras decisões mais estratégicas. Mas, o que é o DRE?

DRE – Demonstrativo de resultados

Trata-se de um método de controle financeiro dos mais importantes dentro de uma empresa. Ele demonstra o resumo das operações realizadas em um determinado período. É um documento de natureza contábil, que possibilita uma autêntica perspectiva das finanças da empresa.

Com ele, os gestores podem avaliar tudo o que foi realizado nos últimos 12 meses e conectar os resultados obtidos ao desempenho do negócio, levando em conta a receita e sua rentabilidade. 

O DRE é capaz de otimizar as atividades estratégicas do negócio, garantir mais precisão à liderança financeira e, com isso, facilitar a tomada de decisões.

Big Data

O Big Data é um método de controle financeiro indispensável. Isso porque os benefícios da tecnologia podem fornecer muito mais velocidade, integração setorial e precisão.

profissional da iugu realizando controle financeiro de maneira au

Hoje, o mercado dispõe de inúmeros softwares e ferramentas inteligentes para gerenciar um enorme volume de dados, captar informações de fontes variadas, cruzando-as a fim de fortalecer ainda mais o planejamento financeiro das corporações.

Apesar de apresentarem um custo expressivo para o orçamento mensal, suas vantagens são tão transformadoras e significativas que sua adoção passa a ser uma necessidade competitiva real.

Fundo de reserva emergencial

Esse é outro método de controle financeiro merecedor de atenção, afinal, imprevistos podem acontecer em qualquer época do ano ou área de atuação, e isso pode comprometer a estabilidade financeira dos seus negócios. 

O fundo de reserva serve para garantir alternativas de gerenciamento que podem minimizar o impacto gerado por eventuais surpresas desagradáveis. E isso é crucial para a saúde do seu empreendimento.

Para ter um fundo de reserva eficaz e seguro você deve orientar uma parte do capital com muita responsabilidade. Dessa forma, parte do lucro líquido precisa servir como reserva para futuras aplicações, que podem ser poupança empresarial, investimentos financeiros de alta liquidez e baixo risco e outras formas. Isso tudo descontando os encargos e tributos previstos.

Gestão de custos

Finalmente, abordaremos a gestão de custos, como um indicador útil para gerenciar custos fixos e variáveis de uma empresa com intuito de garantir o controle de seu funcionamento. Para tanto, esse método faz a gestão dos valores visando a redução das despesas da empresa e maximização de seus lucros, sempre com o mínimo de gastos possível.

Além disso, o indicador pode consolidar a competitividade do negócio usando a precificação estratégica, já que a disputa de mercado é considerada nesse processo. Assim, a empresa pode oferecer preços condizentes com a realidade, preservando o volume de suas vendas e o seu lucro.

Conhecer esse assunto em profundidade pode ajudar muito os líderes a executarem uma boa gestão financeira, além de controlar e gerenciar os custos obtidos na produção e comercialização de seus produtos ou serviços.

Esses métodos de controle financeiro são grandes aliados, uma vez que podem melhorar o potencial de crescimento do seu negócio, assertividade das decisões, garantir maior proteção ao capital, integrar áreas essenciais e, ainda, potencializar a conquista de objetivos mais específicos. Por isso, a adoção dessas ferramentas constitui uma decisão inteligente e inovadora para quem pretende evoluir e se destacar no mercado.

Para impulsionar ainda mais os seus métodos de controle financeiro, nada como implementar uma solução sob medida, que pode ser a parceria ideal na construção desse processo.

A iugu cobrança pode ajudar você desde o planejamento até a aplicação do controle financeiro da sua empresa por meio de automação financeira adaptada às necessidades do seu negócio. Além disso, oferece todo suporte possível no auxílio à estruturação de uma automação eficiente.

Experimente Grátis