Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Bullseye framework: o que é e como aplicar na empresa?

Aprenda a metodologia que vai ajudar sua empresa a atrair clientes pelos canais mais eficientes

Escrito em 27 de Abril de 2022 por iugu

Atualizado em 28 de Abril de 2022

As empresas que realmente querem crescer no mercado precisam dar atenção às metodologias para atrair mais clientes e aumentar o faturamento. Uma delas é o caso do Bullseye Framework.

De forma resumida, o Bullseye Framework é uma prática que determina quais são os melhores canais para atração de clientes. E o modelo é muito parecido com as estratégias aplicadas dentro do Growth Hacking, ações que visam auxiliar no crescimento rápido dos negócios. 

Se você já é empresário ou pensa em abrir a sua empresa, continue lendo o post e veja como a metodologia Bullseye Framework pode ser interessante para acelerar sua ideia.

O que é Bullseye Framework?

Bullseye Framework, que em português significa “olho de touro”, é uma metodologia de atração de clientes que ficou conhecida após o lançamento do livro “Traction: How Any Startup Can Achieve Explosive Customer Growth”. 

Segundo os autores, essa é uma prática essencial para comercialização de produtos e serviços no mercado. Isso porque ela ajuda a identificar qual é o melhor canal para persuadir o lead.

É comum escutar de alguns profissionais que as mídias sociais são os melhores meios de conversão. No entanto, outros alegam que o tráfego pago no Google é o investimento ideal para isso. Entre esses, qual seria o melhor meio? 

A metodologia Bullseye Framework vem para quebrar esse “disse-me-disse” mostrando como metrificar os melhores canais de acordo com cada tipo de negócio. E, assim, definir o local ideal para investir em atração de clientes.

Onde a metodologia Bullseye Framework pode ser aplicada?

Existem algumas indicações onde a metodologia Bullseye Framework pode ser aplicada. Os times de marketing, growth e produto estão nesses lugares!

No marketing, ações como SEO, Mídias Sociais e Ads trabalham com a aquisição de novos clientes. Logo, o setor também  faz parte das indicações. 

Em growth e produto, as equipes trabalham com o propósito de gerar um crescimento significativo para a empresa. Para isso fazem o upgrade dos serviços, desenham um novo produto e até mesmo lançam campanhas para atrair mais clientes.

Mas, caso o empresário queira aplicar o Bullseye Framework em outros grupos, sem problema! A metodologia pode se adequar de acordo com as necessidades do negócio

Como o Bullseye Framework funciona?

Usar a metodologia Bullseye Framework para “adquirir clientes” é bastante simples. 

A primeira tarefa é listar os canais utilizados pela empresa: growth, produto, tecnologia, enfim… Deixe na ponta do lápis todos que existem internamente.

Após listar os canais utilizados, será preciso pontuar os de maior relevância. Nesse caso, podem ser aqueles que apresentaram maior rendimento ou que possuem  mais produtos lançados. 

Por fim, determine os canais mais eficazes. Seu negócio trabalha com SEO e tem um ótimo retorno em tráfego orgânico? Coloque-o neste grupo.

Resumindo, para que o Bullseye Framework funcione será necessário seguir três etapas:

  • Mapear todos os canais da sua empresa;
  • Listar os canais mais interessantes;
  • Destacar os canais mais eficazes.

Ao analisar essas informações, ficará mais fácil entender para onde vai o maior investimento em aquisição de clientes. E se esses canais estão gerando o retorno esperado.

Vamos supor que na lista de canais existem três setores: SEO, Social Media e Ads. Nesta ordem, imagine que o primeiro é mais eficaz, o segundo é interessante e o terceiro tem pouca relevância. 

De acordo com o Bullseye Framework, o setor que deve ganhar mais investimentos é o de SEO, já que ele tem um papel eficaz na empresa. Mas, isso não significa que os outros não merecem atenção. Social Media e Ads também recebem parcelas de investimentos, porém menores.

Se formos explicar em porcentagens, podemos dizer que o SEO receberia 60% dos investimentos, enquanto Social fica com 30% e o Ads com 10%.

Por que a metodologia Bullseye Framework é importante?

De acordo com o Ministério da Economia, mais de 4 milhões de empresas foram abertas só em 2021 no Brasil. Isso mostra que o mercado brasileiro está bastante competitivo, e que qualquer empresário pode ser superado pela concorrência caso não invista na atração de clientes.

O Bullseye Framework, portanto, é uma metodologia que pode nortear os empresários sobre quais canais escolher e qual é a melhor forma de adquirir novos clientes. A tomada de decisão não é feita na base do “achismo”, mas sim de métricas bem definidas.

Dicas para aplicar o Bullseye Framework nos times

Um dos pontos mais interessantes do Bullseye Framework é que a metodologia pode ser aplicada dentro dos times. Ou seja, cada squad pode listar os principais canais internos que estejam relacionados ao seu trabalho.

Algumas dicas para aplicar o Bullseye framework na sua equipe são:

  • Listar os canais de cada time;
  • Fazer testes para descobrir os três mais importantes;
  • Analisar quais canais funcionam melhor com seus concorrentes;
  • Considerar os canais com potencial;
  • Aplicar pesquisas de mercado. 

Qual o impacto do Bullseye Framework?

O Bullseye Framework impacta primeiramente os objetivos da empresa. Com os canais listados, fica mais fácil identificar o lugar que mais adquire clientes. E, assim, sobra mais tempo para focar em outras questões importantes como, por exemplo, o core business

Além disso, outro dos principais impactos ocorre no bolso do empresário. Afinal, quanto mais exata for a estratégia, maior é a segurança e o crescimento financeiro do negócio já que o número de vendas aumenta.

O Bullseye Framework pode ajudar (e muito) a empresa a identificar os melhores canais a se investir. Justamente por isso, é importante destacar que a metodologia  pode ser ainda mais assertiva quando aplicada junto a outras estratégias. O Inside Sales e o Customer Experience, por exemplo, podem ser ótimos parceiros nessa jornada.

Gostou do conteúdo? Além do Bullseye Framework existem outras estratégias e metodologias que você pode aplicar para ajudar a sua empresa na gestão, marketing e vendas! Confira 39 ferramentas importantes para otimizar o seu negócios!

Nova call to action