Novas regras de segurança do Pix: veja quais são as mudanças

Criadas com o objetivo de coibir a ação de criminosos, as novas regras entrarão em vigor a partir de janeiro de 2023

Escrito em 08 de Dezembro de 2022 por Thainara Carvalho

Atualizado em 08 de Fevereiro de 2023

O Pix, sistema de pagamento instantâneo, é um sucesso no Brasil. Entretanto, a sua popularidade também trouxe alguns desafios. Diante do aumento de golpes e fraudes envolvendo a tecnologia, o Banco Central (BC) definiu novas regras de segurança do Pix para coibir a ação de criminosos.

Desde o lançamento do Pix, em novembro de 2020, as falhas de segurança provocaram, pelo menos, quatro incidentes de vazamento de dados.

Segundo dados do próprio BC,  de janeiro a junho de 2022, foram registrados 739.145 indícios de crimes envolvendo o Pix.

Já durante o mesmo período de 2021, o número de indícios foi de 25.330, o que significa um aumento de 2.818% em 2022 na comparação com o ano passado.

Dessa forma, as novas regras de segurança do Pix tem como objetivo aumentar o nível de segurança e a robustez da plataforma.

Continue a leitura e entenda mais sobre o assunto.

Sem tempo para ler? Experimente o player abaixo!

Quais são as novas regras de segurança do Pix?

O ano de 2023 irá começar com novas regras de segurança do Pix. 

As novidades foram anunciadas pelo Banco Central na 18º reunião plenária do Fórum Pix, no dia 1º de dezembro, e incluem um dispositivo de segurança para coibir o uso de contas laranja.

Hoje, as contas utilizadas para fraudes, conhecidas  como contas laranjas, ficam marcadas como suspeitas.

A partir de 2023, os CPFs ou CNPJs dos donos das contas serão identificados e colocados sob suspeita. Assim, a ideia é que a medida aumente a segurança e evite que os "laranjas" criem novas contas para fraudes

Outras mudanças do Pix

Além das mudanças em relação a segurança e vazamento de dados, o BC anunciou, no dia 1º de dezembro, novas regras em relação aos limites de valor para as transações.

De acordo com a instituição, o objetivo das mudanças é melhorar a experiência do usuário e simplificar as regras. 

Com isso, a expectativa é que algumas transações financeiras fiquem ainda mais fáceis de serem realizadas via Pix, como:

  • Pagamento de salários;
  • Pensões;
  • Recebimentos de quantias por correspondente bancário, como as Casas Lotéricas.

Além disso, as novas regras do Pix incluem:

Novos limites

Com as novas regras do Pix, bancos e demais instituições financeiras não precisam mais definir um limite de valor por transação Pix. 

Isso significa que as instituições não poderão limitar as quantias que serão transferidas em uma transação. 

Dessa forma, se um usuário tem um limite de R $10.000 diários, ele poderá utilizar tudo em uma única transação.

Alterações no Pix Saque e Pix Troco

Outra novidade do Pix é alteração de limites de valor para retirada em dinheiro das funcionalidades Pix Saque e Pix Troco.

Com a atualização, o limite para o saque em dinheiro passa de R $500 para 3 mil durante o dia. Já para as transações feitas à noite, o limite passa de R $100 para R $1 mil.

Dê mais potência ao seu negócio com o Pix

Ao longo do artigo, você conheceu as novas regras de segurança do Pix e as mudanças para 2023.

Como vimos, as medidas prometem deixar a ferramenta ainda mais segura, o que garante uma camada extra de segurança para as transações do seu negócio. 

Então, que tal potencializar as suas vendas com o meio de pagamento que mais cresce no Brasil?

Com as soluções da iugu, você conta com a tecnologia mais completa para receber os pagamentos do seu negócio de forma automatizada

Assim, você só precisa se preocupar com o que realmente importa: a saúde da sua empresa.

Quer saber mais? Então, entre em contato com nossos especialistas e escolha o plano certo para o momento do seu negócio.

imagem de uma mulher com oculos e celular na mão realizando um pagamento com o pix