Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica, não sejam MEI e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h às 17h. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Indiquei um cliente pelo programa de Afiliados. Como eu posso consultar minha indicação?

Você pode consultar sua indicação no Painel do Indicador.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Quero ser cliente

Como inserir gateways de pagamento em seu e-commerce?

Escrito em 08 de Maio de 2020 por Patrick Negri

Está insatisfeito com o sistema de pagamento da sua loja virtual? Não consegue fechar vendas com cartões de crédito dos principais bancos como o cartão Santander ou o Bradesco? Então é hora de pensar em mudar o sistema do seu e-commerce e adotar um gateway de pagamento.

Perder vendas no e-commerce não é nada bom. Dependendo de onde você mantém o seu e-commerce hospedado, isso pode acontecer com frequência. Existem alguns sistemas nativos de provedores que acabam dificultando as transações, tendo um suporte péssimo ou oferecendo taxas e frete bem alto, o que afasta os clientes.

Quer buscar algo novo para garantir vendas no e-commerce? Então, vamos lhe explicar o que são gateways de https://iugu.com/blog/ferramentas-para-vendas-online/pagamento, falar sobre as suas vantagens e te ensinar a inserir um em sua loja virtual.

O que são gateways de pagamento?

O gateway de pagamento é um sistema que permite o contato direto entre o seu e-commerce com os bancos e operadoras de seus clientes. Esse meio de pagamento surgiu para reduzir o tempo das transações e diminuir os custos envolvidos em taxas de juros nas vendas por crédito parcelado.

Essa forma de pagamento é bastante versátil e se adapta aos diferentes processos de checkout e cobrança que existem nos principais provedores de e-commerce do mercado. Além de serem ágeis, esses ambientes proporcionam bastante confiabilidade e segurança, ideal para que os clientes comprem do seu negócio.

Basicamente, um gateway de pagamento funciona assim: ele simplifica as vendas realizando uma conexão direta entre a sua loja e as operadoras e bancos. O gateway também consegue se adaptar a qualquer tipo de checkout e cobrança do e-commerce e fornece ferramentas para que faça uma gestão de riscos e uma gestão financeira eficiente.

E se você está se perguntando se PagSeguro, Paypal e outras operadoras são exemplos de gateways de pagamento e precisamos adiantar que não são! Estes serviços são intermediários de pagamentos. Os principais gateways do mercado brasileiros são o Braspag, o CobreBem, o BoldCron, o CobreDireto, o Super Pay e o Locaweb.

Como funciona e como inserir um gateway de pagamento no seu e-commerce?

Para escolher uma gateway de pagamento para o seu e-commerce é preciso dar uma pesquisada no mercado e conhecer a forma de atuação desse tipo de pagamento. Existem alguns fatores que você deve considerar para contratar, veja quais:

  • É um sistema ágil e com bom custo-benefício?
  • É compatível com a plataforma do meu e-commerce?
  • Existem concorrentes que usam o mesmo sistema?

Para conseguir inserir um gateway de pagamento no seu site é preciso ter um pouco de trabalho. Para começar a utilizar esse sistema, você precisa primeiro firmar convênios de e-commerce diretamente com bancos e operadoras, o que custa levar entre 30 e 60 dias. Depois, você ainda deve esperar mais alguns dias para que o gateway seja ativado em sua loja.

É claro que os sistemas de gateway de pagamento possuem suas taxas de operação, confira como são os principais planos para começar a operar com esse sistema em seu site:

Os planos e os recursos dos gateways de pagamento variam de empresa para empresa. Porém, em resumo, os planos de contratação podem ser pré-pagos ou pós-pagos. O modelo é semelhante a um plano pré-pago ou controle de celular.

No pré-pago, o gateway define uma taxa fixa estipulada no contrato, que é descontada a cada venda. No pós-pago, é cobrada uma mensalidade referente ao uso do serviço. Alguns gateways também cobram para ativar o serviço em seu e-commerce.

Principais benefícios de colocar o gateway de pagamento no meu e-commerce?

  • Integração com diferentes sistemas: Em vez de fazer integrações com cada operadora e banco, você realiza uma única integração, bastante simples com o gateway. Você também pode implementar novos meios de pagamento em qualquer sistema de checkout ou cobrança, sempre que achar necessário.

 

  • Visão geral: Os gateways de pagamento costumam trazer painéis administrativos bem simples e intuitivos. Isso faz com que você tenha uma visão geral do seu e-commerce e tenha acesso fácil a relatórios importantes para otimizar ainda mais as suas vendas.

 

  • Recursos que facilitam as compras: O sistema de gateway de pagamento costumam contar com recursos avançados para otimizar as vendas no e-commerce. Entre os principais recursos, podemos citar a Compra com 1 Clique, o Pagamento com dois cartões, a Cobrança Recorrente, entre outros.

 

  • Atendimento e suporte: Com todas as operadoras e bancos no mesmo lugar, você não precisará se preocupar em resolver problemas com diferentes operadoras e bancos. Esse processo é feito pela provedora de gateway, que geralmente possuem um bom atendimento e um suporte ágil.

E aí, conseguiu entender como funciona e como inserir um gateway de pagamento no seu site? A ideia desse tipo de serviço é simplificar o sistema de vendas no seu e-commerce, o que é bastante recomendado, principalmente , para pequenas e médias empresas que estão começando a ter um bom volume de vendas e estão buscando crescer no mercado.

 

Texto publicado em parceria com Iq, escrito por redator convidado.