Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h às 17h. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Como fazer a conciliação financeira e qual a sua importância?

Escrito em 13 de Novembro de 2018 por Marcos Madureira

Atualizado em 02 de Fevereiro de 2021

A conciliação financeira é fundamental para qualquer negócio que atua com vendas e recebíveis que carecem de controle e algum tipo de distribuição, pois dentro do processo é possível identificar as divergências monetárias, assim como a potencialidade de prejuízo ou lucro.

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Cada venda realizada deve ser motivo de alegria, incentivo e aumento da produtividade, mas isso só será possível se houver um acompanhamento financeiro do início ao fim, o que quer dizer que, a cada venda, os valores devem ser identificados na conta bancária para, só então, serem realocados.

Para você que está à frente de um negócio em expansão, este post traz informações preciosas que vão ajudar a melhorar a gestão financeira da sua empresa, além de apresentar uma ferramenta de automação bastante prática e eficiente. Confira!

O que é o fluxo de caixa e como ele funciona?

Antes de falarmos sobre a conciliação financeira, é fundamental entender a rotatividade do dinheiro dentro da sua empresa. Para um melhor funcionamento e embasamento das decisões, é importante lançar mão do fluxo de caixa, que nada mais é que o movimento financeiro diário — de entrada e saída.

Independentemente do tipo de recebível — dinheiro, cartão de crédito, boleto, transferências ou depósito bancário — todo e qualquer valor, incluindo taxas de juros, devem constar no fluxo de caixa para que a leitura seja real e você possa fazer investimentos, por exemplo, considerando as receitas futuras.

As compras parceladas exigem um controle ainda mais apurado, pois compõem o saldo do caixa a médio e longo prazo, mas só podem ser consideradas, de fato, um capital de movimento, quando creditadas na conta bancária, ou seja, figuram no fluxo mas não podem ser consideradas para utilização antes do prazo.

Muitas empresas, em uma manobra de giro, costumam antecipar o montante relativo às vendas por cartão de crédito, negociando uma taxa de adiantamento com as operadoras de cartão. Essas taxas precisam também constar no fluxo de caixa para fechar o saldo corretamente.

Qual é a importância da conciliação financeira?

Se o controle financeiro de uma empresa for ineficiente haverá um risco iminente de falhas e consequentes perdas, podendo levar um negócio promissor à falência por insuficiência de saldo, que comprometerá a honra das contas pendentes.

Assim respondemos a pergunta sobre a importância da conciliação — promover e manter a saúde financeira da empresa na análise prevista e realizada para, então, garantir a sustentabilidade orçamentária do negócio sem ter que recorrer a empréstimos ou ações onerosas de renegociação.

Realizando a conciliação financeira

O processo é simples, mas de grande abrangência e requer atenção por parte dos profissionais responsáveis pela atividade. O ideal é que seja realizada diariamente, mesmo quando houver uma facilitação nos procedimentos, pois o acúmulo pode gerar prejuízo caso algum valor seja estornado e não percebido no tempo adequado.

A conciliação financeira é realizada a partir da verificação da movimentação no extrato bancário e da chegada das contas (a pagar e receber) ao final da checagem, com identificação de cada valor e um saldo positivo ou negativo, levando em consideração o valor inicial disponibilizado na conta.

Resumindo, trata-se de um dos processos mais importantes dentro do negócio, pois os resultados permitem uma análise mais aprofundada dos custos, volume das vendas, giro de estoque, investimentos e previsão de retorno, proporcionando melhor controle e gestão efetiva.

Monitorando os recebimentos

Embora o recomendável seja uma conciliação diária, o monitoramento dependerá da movimentação e do volume de vendas, à vista ou a prazo, da sua empresa, além das operações realizadas via banco.

Se você tem um negócio de receita recorrente, por exemplo, sabe que os recebíveis têm datas marcadas de acordo com o vencimento escolhido pelo cliente, então, fará a conciliação partindo dessa informação.

Como funciona a conciliação automática?

Uma conciliação automática elimina todo aquele processo de impressão dos extratos bancários, separação de contas do período e comparativo entre as despesas e receitas, sem a necessidade de conferir valor por valor, o que torna todo o processo mais dinâmico.

Além de reduzir os gastos com impressões e papel, sobrará tempo para os profissionais financeiros se dedicarem a atividades mais estratégicas. Ao utilizar um sistema de conciliação automática, a agilidade com que as divergências e inconsistências são apresentadas maximiza o tempo de ação corretiva.

Com um bom sistema de gestão financeira, a integração de processos também será facilitada e centralizada em um ambiente único, ao alcance de todo o time, favorecendo o atendimento, uma vez que, em caso de necessidade de consulta, alguns poucos cliques já emitirão o resultado solicitado.

Se seu tipo de negócio opera por uma plataforma de vendas, sua conciliação automática poderá ser realizada via API, que permitem que todas as transações finalizadas sejam exportadas para seu sistema de gestão financeira. É a tecnologia e suas inovações a serviço da excelência e da transparência nos negócios financeiros.

A iugu é uma plataforma de gestão e automação intermediadora de pagamentos online. A plataforma é dinâmica e permite:

  • gestão automatizada de cobranças recorrentes e vendas avulsas;
  • conciliação financeira automática com acompanhamento por meio de relatórios completos de toda a movimentação de valores;
  • gestão de operações financeiras de negócio online (cobrança, pagamento de comissões e split de pagamento);
  • automação financeira (cobrança e emissão de pagamentos) — capazes de reduzir erros humanos, custos, inadimplência (por conta dos lembretes automáticos de vencimento da fatura);
  • integração com outros sistemas, como aplicativos, lojas online e sistemas próprios, a partir de uma API de pagamento online;
  • emissão de boletos registrados online de forma fácil, segura e por um baixo custo;
  • pagamentos por cartão de crédito, inclusive com parcelamento de até 12 vezes;
  • envio de e-mails automáticos personalizados com a marca para alertar os clientes sobre faturas e assinaturas;
  • segurança para os pagamentos online.

Quanto mais você automatizar seus processos, mais controle terá em mãos, assim como maior embasamento para ganhar vantagem competitiva e enfrentar um mercado de consumidores cada vez mais exigentes e tendenciosos, por isso, esteja sempre um passo à frente da concorrência.

Se deseja tornar mais efetiva a gestão da sua empresa, com resultados de conciliação financeira mais sustentáveis, não perca tempo e confira em nosso site as diversas soluções e suas funcionalidades para ajudar a impulsionar o seu negócio no mercado, com controle e segurança.