Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Recorrência para empresas de estética: vantagens e como cobrar nesse modelo

Conheça a recorrência para empresas de estética e saiba como otimizar seu faturamento através desse modelo de cobrança automatizada!

Escrito em 06 de Dezembro de 2021 por Redação iugu

Atualizado em 25 de Fevereiro de 2022

No Brasil, em apenas cinco anos (de 2014 a 2019), o mercado de estética cresceu 567% e mesmo com a pandemia, se enquadrou no top 5 dos setores que mais cresceram em 2021 - em parte, devido ao modelo de recorrência para empresas de estética.

Sem tempo para ler? Que tal ouvir este conteúdo? Aperte o play!

 

O período de isolamento não foi fácil para as empresas de estética, assim como diversos outros setores em que o contato entre pessoas é inevitável. Entretanto, a retomada do setor tem um cenário cada vez mais positivo, desde que os casos se tornaram mais controlados.

O setor de estética está se tornando cada vez mais democrático, oferecendo serviços para uma ampla gama de clientes. Dessa forma, a recorrência para empresas de estética é uma grande tendência - e muitas clínicas de procedimentos e centros de beleza já estão colhendo frutos.

Conheça melhor sobre essa forma de cobrança e como você pode implementá-la ao seu negócio de estética!

Como funcionam as cobranças recorrentes?

Se você assiste filmes no Netflix, ouve músicas no Spotify ou tem alguma assinatura para receber novos rótulos de vinhos todos os meses na sua casa, você já faz parte da grande parte da população que utiliza a Economia da Recorrência.

Quando uma empresa oferece aos clientes a opção de pagamento de produtos ou serviços via cobrança recorrente, obtém expressivos benefícios – principalmente para a sua saúde financeira, podendo se planejar melhor com base no número de negócios provisionados e evitar a inadimplência.

O pagamento recorrente é recomendado a todas as empresas de estética que oferecem serviços contínuos, fazendo com que as cobranças por estes serviços ocorram em períodos predeterminados – quinzenal, mensal, bimestral, etc.

Isso significa que, no período de prestação do serviço, o pagamento continuará ocorrendo automaticamente conforme determinação e vigência do contrato, sem que o limite do cartão do cliente seja comprometido (diferentemente do parcelamento, em que o valor é descontado em sua totalidade do limite disponível no cartão no ato da compra).

Cobranças recorrentes para empresas de estética

Em clínicas de estética, por exemplo, é muito comum a venda de procedimentos por planos ou pacotes, incluindo diversas sessões de serviços como: massagem modeladora, depilação a laser, hidratação dos cabelos, botox, unhas, etc.

Isso porque, para que o cliente tenha o resultado esperado, na maioria desses casos, é importante que esse procedimento seja feito com frequência. Então, por que não cobrar usando a recorrência?

Com a cobrança recorrente, o prestador do serviço pode parcelar o tratamento, ou o pacote de serviços que desejar, sem comprometer o limite de cartão de seus clientes. Isso porque o pagamento não é feito de uma vez como no parcelamento, mas, sim, lançado na fatura mês a mês.

Dessa forma, seus clientes só precisam ter liberado no cartão o valor equivalente à mensalidade- e não mais o valor total do pacote.

Principais vantagens da recorrência para empresas de estética

Existem diversos benefícios da recorrência para as empresas de estética e para os clientes terem a opção de cobrança recorrente. Veja alguns:

  • Aumento da taxa de conversão (ganho de clientes);
  • Maior controle dos recebimentos (maior certeza de recebimento);
  • Gerenciamento financeiro dos pagamentos recorrentes através da plataforma contratada (visão completa de pagamentos recebidos e de clientes devedores);
  • Redução de inadimplência (mecanismos de cobrança automática e lembretes de pagamento);
  • Cobrança automatizada, podendo ser em diversos métodos de pagamento, como crédito, boleto ou Pix.

Com certeza esses benefícios podem fazer com que você venda muito mais!

Quer saber como você consegue oferecer essa opção para seus clientes? Continue a leitura.

Como oferecer a cobrança recorrente?

Para oferecer a opção de cobrança recorrente para seus clientes, é importante que você tenha um intermediador de pagamentos. Mas, vamos te explicar melhor!

Uma empresa de pagamentos pode, com sua tecnologia, oferecer à você as soluções da cobrança recorrente, seja um painel para acompanhamento das suas transações, diversas opções de pagamento, régua de cobrança personalizada e muito mais!

Cobranças recorrentes na iugu

Aqui na iugu você encontra todas essas soluções!

Por meio do painel, ou integração via API, da iugu você realiza facilmente todos os processos de cadastro e cobrança de clientes.

Com possibilidades de personalização da régua de comunicação, formas de pagamento disponíveis e ciclos de cobrança semanal, mensal ou anual.

Com a iugu seu cliente tem mais flexibilidade para realizar aumentar ou diminuir o plano contratado ou até mesmo inserir itens avulsos, com a cobrança proporcional da mudança sendo realizada nas próximas faturas.

Através de nossa plataforma, você pode acompanhar de perto a performance de seu negócio por meio dos status das cobranças recorrentes​ como: saldo em conta, pagamentos realizados, pendentes e cancelados.

Com a iugu você ainda oferece aos seus clientes diversas formas de pagamento, como cartão de crédito - com a facilidade da antecipação de recebíveis - , boleto e até o Pix, tudo isso na recorrência!

Além disso, disponibilizamos também um período de testes​ para que você conquiste clientes permitindo que experimentem e conheçam seu serviço de graça!

Métricas para acompanhar o bom funcionamento da recorrência

Apesar de ser um ótimo negócio para empresas de estética, não basta apenas implementar a metodologia da recorrência nas cobranças sem acompanhar o funcionamento da estratégia através de métricas.

Conheça as principais métricas que podem te ajudar nessa análise para cobranças recorrentes:

Receita Recorrente Mensal — MRR

A MRR é uma métrica utilizada para medir a receita mensal com base nas assinaturas.

O cálculo da MRR é bem simples, basta multiplicar o número de contratos ativos pelo valor das suas respectivas assinaturas.

Por exemplo, se o seu negócio tem 500 contratos ativos no valor de R$ 100,00, o cálculo a ser feito é: 500 x R$ 100,00 = 50.000,00.

Nesse caso, a receita recorrente mensal é de R$ 50.000,00.

Para empresas que adotam pagamentos antecipados de maneira semestral ou anual, o cálculo deve ser adaptado ao contexto daquela realidade, dividindo o valor total pago pelo número de meses a que ele se refere.

Receita Recorrente Anual — ARR

A ARR é semelhante à MRR, com a diferença do período de aplicação do cálculo. Enquanto na primeira você obtém informações restritas a um mês, nessa métrica você tem dados relativos ao ano inteiro.

Para obter o ARR basta somar todos os valores obtidos no MRR durante o período de doze meses.

Por exemplo, se você teve um MRR de R$ 10.000,00 durante doze meses, o seu ARR é de R$ 120.000,00.

Vale destacar que esse é apenas um exemplo, e que normalmente o valor do MRR não é o mesmo durante o período dos doze meses, sendo natural que ele aumente ou diminua de acordo com os resultados obtidos pelo negócio.

Taxa de Crescimento — Growth Rate

O Growth Rate é o índice responsável pela avaliação do progresso do negócio. Ele é calculado levando em consideração as receitas geradas com novos clientes e junto à base dos clientes já existentes.

A métrica pode ser calculada comparando a diferença obtida entre os resultados da receita recorrente mensal.

Por exemplo, se você diminuir o índice de MRR do mês de fevereiro pelo índice do mês de janeiro, é possível obter a taxa de crescimento do mês de fevereiro.

Índice de cancelamentos — Churn Rate

O índice de cancelamento mede a quantidade de cancelamentos da sua carteira de clientes. O cálculo do churn é feito por meio da análise do número de clientes da carteira de um período pré-determinado.

Por exemplo, se você começou o ano com 1.000 clientes na sua carteira e terminou com 800, você encerrou o ano com um churn rate de 20%.

Esse índice também pode ser aplicado na análise da MRR, bastando fazer a adaptação das informações para os dados mensais, correlacionando-os com o valor do MRR.

É importante ressaltar que o índice de cancelamento traz informações muito importantes para o negócio, já que ele indica como está o seu posicionamento e desenvolvimento no mercado.

Nos casos em que o churn rate tem uma variação muito grande, especialmente negativa, é necessário avaliar o motivo que levou a perda dos clientes e as estratégias que podem ser adotadas para melhorar os resultados no próximo mês.

Valor vitalício — Lifetime Value

O Lifetime Value é uma métrica também muito importante para o planejamento estratégico do negócio. Ela é responsável por relacionar o tempo do cliente na carteira e a quantidade de receita que foi gerada durante esse período.

A fórmula para obter o LTV é obtida por meio da multiplicação do valor do ticket médio pela quantidade de tempo que um cliente costuma permanecer na sua carteira.

Por exemplo, se o ticket médio é de R$ 50,00 e o cliente fica, em média, seis meses, o índice é de R$ 300,00.

Essa informação também é importante para o negócio, pois ela está diretamente relacionada à satisfação do cliente. O tempo de permanência na carteira determina a satisfação ou apresenta indícios que pode haver algum problema no serviço oferecido.

Custo de Aquisição por Cliente — CAC

Por fim, a métrica do Custos de Aquisição por Cliente é outro índice extremamente interessante para as empresas que atuam com modalidade de pagamento recorrente. Ela traz informações que permitem medir o valor de investimento para aquisição de cada um dos clientes da sua carteira.

O cálculo do CAC é feito por meio da soma de todos os valores utilizados para a aquisição de clientes e dividido pelo número de novos clientes que foram conquistados naquele período.

Essa informação ajuda a compreender se a sua estratégia de marketing e vendas está sendo vantajosa ou se precisa ser repensada para melhorar o desempenho.

As métricas oferecem informações importantes para o mapeamento do negócio e para a elaboração de estratégias que visam o desenvolvimento da empresa.

Conhecer esses dados e utilizá-los de forma inteligente ajuda no desenvolvimento de ações desenhadas de acordo com as necessidades e particularidades do seu negócio virtual.

Se você quer saber mais sobre cobranças e pagamentos recorrentes, baixe nosso ebook gratuito: O guia completo sobre cobranças recorrentes!

Guia completo do Pagamento Recorrente