Garanta 30% de desconto para sempre em todas as suas mensalidades.

 
dias
 
horas
 
min
 
seg
Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

One Stop Shop: tudo o que você precisa em um só lugar

As One Stop Shops são tendência para o futuro. Com o foco na experiência do cliente e na facilidade de compra, elas prometem fidelizar muitas pessoas nos próximos anos!

Escrito em 18 de Março de 2022 por Lidiane Oliveira

Atualizado em 26 de Abril de 2022

Imagine que você deseja começar um novo hobby: por exemplo, confeitaria. Você começa a pesquisar na internet e decide experimentar com algumas receitas diferentes. Mas o que isso tem a ver com One Stop Shop?

Continue a leitura ou ouça o áudio abaixo!

Vamos supor que você decida preparar cupcakes, mas para isso você precisa de todos os materiais necessários:

  • Ingredientes (açúcar, farinha, ovos, etc);
  • Forma especial para assar cupcakes;
  • Confeitos para decorar;
  • Uma batedeira para preparar a massa e a cobertura.

Você começa pelo supermercado e adquire os ingredientes e confeitos, mas não encontra a forma ou a batedeira. Então você se dirige a uma loja de produtos para festas, onde encontra as forminhas. Naturalmente, esta loja não vende batedeiras, então você precisa se dirigir até uma terceira loja, de eletrodomésticos, para finalmente encontrar uma.

Parece cansativo? Você não está sozinho. As One Stop Shops são estabelecimentos e empreendimentos que buscam atender dores como a do exemplo.

Para dar continuidade, imagine que uma única loja de itens de confeitaria vendesse todos os produtos acima. Curtiu a ideia? Então entenda melhor esta tendência que não é novidade, mas tem tudo a ver com o estilo de vida atual.

O que é uma One Stop Shop?

'One Stop Shop' é um conceito de estabelecimentos que vendem uma grande variedade de produtos, normalmente usados em conjunto ou em contextos similares. Mas a ideia também pode ser um pouco menos literal e se referir a estabelecimentos que prestem serviços diversos de uma mesma área. 

Seguindo o exemplo citado mais acima, uma mesma loja que vende itens de mercearia, eletrodomésticos, artigos para o lar e produtos para confeitaria pode ser entendida como 'One Stop Shop'.

Este tipo de empreendimento é chamado assim porque você troca o itinerário de múltiplas lojas por apenas uma parada (literalmente a tradução de "one stop") numa loja que ofereça todos os itens que procura.

Apesar do nome que faz alusão ao deslocamento pelo mundo físico, as One Stop Shops também estão presentes no mundo digital. Através de plataformas como Amazon e Rappi, o usuário consegue adquirir uma grande diversidade de produtos em uma única compra.

Essa conveniência torna o processo de compra mais confortável para o consumidor, que se sente mais inclinado a adquirir todos os produtos da mesma loja do que procurá-los individualmente em lojas diferentes.

Por conseguinte, as lojas que se tornam One Stop Shops costumam experimentar uma explosão de resultados positivos quando são analisadas métricas como Ticket Médio e Lifetime Value.

O crescimento das One Stop Shops no Brasil

Ainda que não seja novidade, o conceito de "One Stop Shop" não tinha muita popularidade no Brasil até pouco tempo atrás. A ideia surgiu nos EUA, onde boa parte das pessoas vive em áreas de baixíssima densidade populacional.

No Brasil, país de comunidades mais próximas e integradas, a moda não pegou até 2020, quando a pandemia de Covid-19 impôs a necessidade de distanciamento social e controle de aglomerações.

Com o tumulto causado no cotidiano da população, os consumidores passaram a prezar por adquirir o máximo dos produtos que precisam numa mesma loja, minimizando sua exposição ao vírus e diminuindo o número de pessoas nas ruas.

Percebendo esta tendência, muitos negócios passaram a expandir seus nichos de atuação para garantir a preferência dos clientes. Com isso, muitas lojas implementaram novos tipos de produtos e serviços.

Mesmo com o levante das medidas sanitárias e o retorno da população às ruas, a praticidade descoberta nas One Stop Shops físicas e digitais não foi esquecida pelos brasileiros. O país hoje observa um crescimento de negócios multisserviços no mercado nacional.

As vantagens de ser uma One Stop Shop

Falamos bastante das vantagens da One Stop Shop para o consumidor, mas como essa estratégia se reflete no negócio em si?

Os principais efeitos observados são:

  • Aumento do Ticket Médio - pois há mais produtos sendo adquiridos na mesma compra;
  • Crescimento do Lifetime Value - já que o cliente compra mais produtos durante seu período de relacionamento com a loja;
  • Aumento do Net Promoter Score - visto que um cliente satisfeito e impressionado com a variedade de produtos tem mais chances de recomendar a loja;
  • Crescimento do período de relacionamento com a loja - pois é conveniente frequentar uma mesma loja que venda todo o necessário;
  • Aumento das taxas de conversão - quanto mais produtos você vende, mais fácil é que o cliente encontre o que procura;
  • Redução da Bounce Rate - o cliente se sente menos inclinado a abandonar o carrinho quando encontrou tudo que precisa.

Estes efeitos são úteis não apenas para o setor B2C, mas também B2B. Isto porque estas métricas favorecem a imagem da empresa diante do mercado, e prolonga o relacionamento entre a One Stop Shop e seus parceiros.

As One Stop Shops do setor B2B podem assumir diferentes formas. É possível que se trate de um fornecedor de matéria-prima e materiais industriais ou então um prestador de diversos serviços afins que atendam a todas as necessidades do cliente/parceiro.

Como criar uma One Stop Shop

Criar uma One Stop Shop é, acima de tudo, uma questão de coesão. Para ser considerada uma One Stop Shop, uma loja deve oferecer todos os itens ou serviços que o cliente busca para uma determinada finalidade. Assim, ela vira uma verdadeira parada-única no itinerário do consumidor.

A maneira mais comum como uma empresa se torna uma One Stop Shop é agregando a um negócio ou serviço existente novas opções de produtos e serviços. As opções agregadas devem complementar os produtos já oferecidos em seu uso ou cumprimento de sua finalidade.

Como um outro exemplo, podemos citar a iugu, por exemplo, que é uma plataforma de automação financeira que oferece diversos serviços para seus clientes cobrarem com múltiplos meios de pagamento, fazer a gestão das vendas, automatizar e controlar os recebimentos e aplicar a tecnologia da iugu para aprimorar diversos processos em seu negócio. 

Além disso, é importante conhecer o público e suas demandas, para garantir que o foco do seu negócio tenha procura entre os consumidores que sua empresa já tem - ou que deseja prospectar.

Ficou com a cabeça cheia de ideias empreendedoras após ler esse texto? Conheça o Kit Inovação Financeira da iugu e siga em frente para transformar o mercado nacional.

Banner material inovação financeira para SuperApps