O que é boleto registrado? Quais as vantagens de emitir?

Escrito em 18 de Setembro de 2018 por Redação iugu

Atualizado em 24 de Agosto de 2023

Você sabe o que é boleto registrado? De acordo com uma medida imposta em 2018 pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), órgão regulador do setor, todo e-commerce que oferece a opção de pagamento por meio de boleto deve utilizá-lo. 

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Com isso, todas as empresas que já aceitavam boleto como forma de pagamento precisaram se adaptar a fim de garantir a emissão de documento com registro.

Por outro lado, quem ainda não disponibiliza essa forma de pagamento e está pensando em adotá-la deve ficar atento às regras da Febraban.

Confira, neste artigo, o que é boleto registrado, como funciona o boleto registrado e veja um panorama geral com as vantagens desse meio de pagamento, regras de emissão e porque ele é uma excelente opção para o seu negócio. Continue lendo e descubra!

Leia também: Fim do boleto sem registro e o impacto nas empresas

O que é um boleto registrado?

Saber o que é boleto registrado consiste basicamente em entender que é um documento para pagamento com informações lavradas junto ao banco.

Mas, antes de saber como gerar boleto para sua empresa, tenha em mente que serão necessários os seguintes dados:

  • Identificação do pagador e do emissor;
  • CPF ou CNPJ de ambos;
  • Endereço;
  • Valor da transação;

Todas essas informações serão registradas no próprio boleto e também ficam salvas no sistema da instituição financeira, o que representa segurança tanto para a empresa quanto para o próprio consumidor.

Qual a diferença entre boleto simples e boleto registrado?

A diferença entre boleto simples e boleto registrado é que o primeiro é registrado por uma instituição bancária, enquanto o segundo não contém nenhum tipo de identificação, impossibilitando o seu rastreamento.

Antes da entrada em vigor dessas regras, os boletos eram emitidos sem registro.

Com isso, o banco não tinha o controle dos documentos gerados, o que acabava prejudicando a identificação, segurança das transações e a rastreabilidade dos documentos.

Com o modelo de boleto registrado, todo arquivo gerado também gera uma requisição, que é enviada ao banco. É então feito o registro do título em seu sistema e só então o pagamento pode ser efetuado. 

Todo processo ocorre de maneira quase instantânea e, por isso, nenhuma das partes precisa ficar esperando pelo seu processamento. Dessa forma, o pagador informa os dados necessários, solicita o boleto e ele é disponibilizado instantaneamente.

É importante destacar que a instituição bancária cobra uma taxa para a emissão do boleto registrado. Antes, a taxa só era cobrada caso o boleto fosse efetivamente pago. Com as novas regras, a cobrança passou a estar atrelada à emissão e não mais ao pagamento.

Além disso, depois da geração do documento, caso seja necessário realizar alguma alteração — como na data do vencimento —, o interessado deverá entrar em contato com o banco responsável pela emissão para ver como será feita tal alteração, já que as regras variam de um banco para o outro.

Como funciona o boleto registrado?

Agora que você já sabe o que é boleto registrado, entender como ele funciona é muito simples.

Ao realizar a emissão do boleto, devem constar os dados que serão processados e ficarão armazenados no sistema do banco, como dito anteriormente.

Após a emissão, o boleto deve ser pago pelo consumidor, sendo que, durante o processamento do pagamento, todas as informações relativas à transação já estarão devidamente registradas na instituição bancária.

Confira, no vídeo abaixo, como emitir um boleto registrado via API:

 

O que é protesto de boleto?

Você ouviu falar, mas não sabe o que é protesto de boleto?

Isso acontece em caso de inadimplência,  e ele pode ser protestado em cartório. Todavia, é necessário estar atento, já que esse protesto não ocorre de forma automática.

Agora que você sabe o que é protesto de boleto, é importante saber que ele só pode ser feito se o interessado encaminhar a solicitação para o cartório de registro de protestos da sua cidade.

Quem pode emitir boletos registrados?

Qualquer empresa pode emitir boletos registrados, até mesmo pessoas físicas podem emitir boleto, pois não existe qualquer restrição.

O processo de emissão é muito simples e está acessível a qualquer pessoa que queira fazer uma transação e precisa de um meio de pagamento.

Para empresas de e-commerce que atuam com um volume maior de transações, a dica para emitir o documento é adotar uma plataforma de gestão e automação de processos de pagamentos online. 

Uma das vantagens do boleto registrado é que esse tipo de sistema permite a emissão rápida e, normalmente, o mercado conta com fornecedores que oferecem ótimas opções de plataformas de pagamentos online.

Quais são os principais dados exigidos para emissão?

De forma geral, os dados exigidos para emissão do documento pelas instituições bancárias são:

  • nome completo do pagador;
  • tipo de documento do pagador (CPF ou CNPJ);
  • número do documento do pagador;
  • endereço completo do pagador (Rua, Bairro, Cidade, UF e CEP);
  • data de vencimento do documento;
  • valor nominal do documento.

De acordo com as regras da Febraban, para que o boleto seja registrado de forma correta é obrigatório o envio das informações no momento do pedido. No caso de não envio, o boleto não será gerado.

Quais são as vantagens do boleto registrado?

Dentro de todo o funcionamento, existem diversas vantagens do boleto registrado quando comparado ao boleto simples. Mas quais são eles?

1) Informações coletadas

Ao saber o que é boleto registrado, já dá para imaginar quais as suas vantagens. Todos os envolvidos na transação se beneficiam. Para começar, o e-commerce tem informações concretas sobre quem pagou e quando o pagamento ocorreu. 

2) Possibilidade de protestar em caso de inadimplência

Além da anterior, o empreendedor terá outras vantagens como protestar um boleto em caso de não pagamento e também a opção de evitar pagamentos em duplicidade. 

3) Rastrear o pagamento

Para o consumidor, as vantagens também são muitas. Ele poderá, por exemplo, fazer o rastreamento do pagamento, o que reduz o risco de fraudes.  Dessa forma, é possível saber se um boleto foi pago

4) Facilidade para pagamento

Terá ainda mais comodidade, já que o pagamento do boleto pode ser feito em qualquer instituição bancária pelo DDA ou pela atualização do boleto no site do banco responsável pela sua emissão.

5) Reduz erros de cálculo

Além disso, o boleto registrado reduz a ocorrência de inconsistências nos pagamentos, como erros no cálculo de multas e juros.

6) Mais uma opção de pagamento

Se você tem um e-commerce, é necessário investir na diversificação das opções de pagamento, já que isso permite atingir uma gama maior de consumidores, trazendo maior visibilidade para o seu negócio.

Muitas empresas optam exclusivamente pelo pagamento através de cartão de crédito. Todavia, no Brasil ainda é comum encontrar consumidores que não utilizam esse método de pagamento, já que cerca de 45 milhões de brasileiros ainda são desbancarizados.

Dessa forma, procurar saber o que é boleto registrado e adotar o uso é uma decisão estratégica importante para empresários que atuam no setor, expandindo o potencial de alcance de futuros clientes.

Potencialize suas vendas com o boleto registrado da iugu

Agora que você já sabe o que é boleto registrado, como funciona e quais as regras de emissão, que tal conhecer as soluções de boleto registrado da iugu? 

Além de uma API completa e flexível, contamos com um sistema online eficiente e uma configuração de multas e juros totalmente personalizadas.

Quer saber mais como eliminar trabalhos manuais por meio da automação de cobranças? Fale com um de nossos especialistas e conheça o plano ideal para o seu negócio.

boleto registrado iugu

Posts relacionados

Homem fazendo pagamento de boleto bancário online
análise de soluções de pagamento para imobiliárias