Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica, não sejam MEI e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h às 17h. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Indiquei um cliente pelo programa de Afiliados. Como eu posso consultar minha indicação?

Você pode consultar sua indicação no Painel do Indicador.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Quero ser cliente

Tendências de compra online: descubra 7 maneiras de aumentar suas vendas

Escrito em 25 de Setembro de 2020 por Natalia Spigai

Com o crescimento sustentado do comércio eletrônico nos últimos anos, os empreendedores do setor já haviam se dado conta da importância de estarem por dentro das tendências de compra online para aumentar suas vendas. O novo cenário, imposto pela pandemia do coronavírus, transformou o que era um diferencial em uma questão de sobrevivência.

Obrigados a fechar as portas ou impor restrições, vários varejistas aumentaram sua presença no e-commerce. Por outro lado, o receio de ser contagiado fez com que consumidores comprassem 30% mais pela internet no último mês de abril na comparação com março, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm).

Para não ficar para trás e perder oportunidades de expandir seu negócio, é fundamental que você esteja antenado às novas tendências de venda pela internet. Por isso, neste post, você aprenderá mais sobre:

  1. Omnichannel
  2. Chatbots
  3. Compras mobile
  4. Realidade aumentada
  5. Pesquisa por voz
  6. Entrega no dia seguinte
  7. Compras recorrentes

Além disso, se você quer saber qual a melhor forma de vender pela internet, o vídeo abaixo, do canal Academia do E-commerce, fala um pouco mais sobre essas e outras tendências:

Conheça 7 tendências de compra online que você não pode ignorar

Mesmo antes da situação excepcional criada pelo coronavírus, o e-commerce já apresentava sinais fortes de crescimento nos últimos anos. Para se ter uma ideia, no primeiro semestre de 2019, o comércio eletrônico cresceu 12% no Brasil, mesma porcentagem de crescimento alcançada em todo o ano de 2018.

De acordo com a análise da Ebit/Nielsen, responsável pelo levantamento desses dados, esse crescimento se deveu à migração e à descoberta dos canais online. Isso quer dizer que, mesmo depois que a pandemia acabar, essa realidade já estará consolidada e seu sucesso dependerá da sua capacidade de conhecer as novas tendências de venda pela internet.

Se você não quer ficar boiando e perder os benefícios que o aumento das compras online podem trazer para seu negócio, preparamos uma lista com sete tendências que vão ganhar força nos próximos meses. Confira!

1. Fortalecimento do omnichannel

Mesmo que os consumidores já se sintam mais seguros e confortáveis para comprar na internet, muita gente ainda prefere a experiência de visitar uma loja. Essa é apenas uma das razões para fortalecer o omnichannel no varejo, a conexão entre o espaço físico, o site, o aplicativo e qualquer outro canal de vendas do seu negócio.

Outro motivo bem convincente é que o objetivo final é aumentar as vendas da marca, e não de um canal específico. Ao integrá-los, você elimina a possibilidade de competição entre os meios.

A meta é que seus clientes não enfrentem nenhum obstáculo ao transitar entre diferentes interfaces no momento da compra. Dessa forma, ele pode entrar na loja física para experimentar um produto, comprá-lo pelo celular e ainda decidir se sairá do local com sua compra ou se a receberá mais tarde em casa.

2. Aprimoramento dos chatbots

O uso de robôs para automatizar o atendimento aos consumidores não é exatamente uma novidade. A tendência que seu negócio deve seguir é apostar ainda mais na tecnologia e aprimorar o chatbot, humanizando o relacionamento de tal forma que seu cliente quase não perceba que está falando com uma máquina.

Ao criar um chatbot que resolva as dúvidas mais comuns, seja sobre solicitação de reembolso ou o status de um pedido, seu e-commerce eliminará uma burocracia cansativa e aumentará a taxa de conversão de clientes à marca. Além disso, essas ferramentas são econômicas e podem funcionar 24 horas todos os dias.

3. Adaptação para compras mobile

A popularização dos smartphones no Brasil também se refletiu no aumento das compras online. Investir em usabilidade mobile vai muito além de ajustar seu site para dispositivos móveis e facilitar a navegação.

A tendência agora é transformar seu e-commerce em um aplicativo para aumentar não só o volume de vendas, mas também a taxa de conversão. Como prova de que essa nova realidade já está consolidada, algumas gigantes do varejo online, como Netshoes e Mercado Livre, já oferecem aos usuários acesso gratuito a aplicativos e sites, sem consumo do plano de dados.

4. Realidade virtual e aumentada

Uma das queixas mais comuns de quem faz compras virtuais é a impossibilidade de experimentar alguns produtos. Além de dificultar a venda de itens específicos, esse obstáculo também provoca o aumento das taxas de troca e devolução. A boa notícia é que a tecnologia já evoluiu a ponto de criar uma solução para essa situação.

Uma das mais novas tendências de venda pela internet é a realidade virtual ou aumentada, que permite que os clientes experimentem os produtos virtualmente. Hoje, por meio de diferentes aplicativos, você consegue experimentar uma peça de roupa à distância ou conferir se um objeto de decoração vai ficar bem na sua casa sem precisar sair dela.

Usando tecnologia parecida com os filtros do Instagram, a realidade aumentada consegue combinar elementos do mundo real e do virtual. Por sua vez, a realidade virtual cria um ambiente totalmente digital com o qual o usuário pode interagir.

5. Investimento em pesquisa por voz

O que é mais prático e rápido: digitar uma pergunta em um buscador na internet ou fazê-la diretamente ao assistente de voz do seu celular? A resposta óbvia explica porque o aprimoramento de inteligência artificial transformou a pesquisa por voz em uma das ferramentas mais eficazes para melhorar a experiência do usuário.

A tecnologia pode ser perfeitamente adaptada na estratégia de qualquer e-commerce, facilitando as buscas dos clientes ao fornecer resultados mais precisos. Outra vantagem dessa tendência é seu caráter inclusivo, possibilitando que deficientes visuais também consigam acessar os produtos à venda em uma loja virtual.

6. Entrega no dia seguinte

Você já pensou no valor que seria agregado à marca de seu e-commerce se você garantisse aos clientes que eles receberão seu produto em casa no dia seguinte ao da compra? O tempo de entrega sempre foi o calcanhar de Aquiles do comércio eletrônico na comparação com as lojas físicas e diminuir essa diferença certamente ajudará a alavancar suas vendas.

Conseguir acompanhar essa nova tendência de compra online vai exigir planejamento e recursos. A melhor opção para quem está começando é oferecer a entrega no dia seguinte para as áreas próximas do estoque da empresa. Se a estratégia funcionar e aumentar sua vendas, você poderá fechar parcerias e investir na expansão dessa modalidade para outras regiões.

Isso requer não apenas rapidez e eficiência na seleção e empacotamento dos produtos, mas também o contato com diferentes transportadoras para agilizar e baratear o frete. Também é fundamental que a mesma logística seja aplicada na hora de trocas e devoluções.

7. Sistema de compras recorrentes

Um sistema de compras recorrentes traz benefícios para os dois lados envolvidos na compra online. Para os vendedores, os contratos de longo prazo são a melhor forma de garantir um fluxo de receita, enquanto os consumidores não precisarão repetir todas as etapas de um mesmo processo toda vez que quiserem adquirir item de maneira constante.

Sistemas de controle de assinaturas e clubes de fidelidade automatizam o processo, eliminando a necessidade de gestão das partes envolvidas. E esse modelo pode ser implementado em mais tipos de empresa que você imagina…

Se você tiver certeza que seus clientes pagariam uma taxa mensal ou anual para receber seus produtos por um período determinado de tempo, não hesite em investir em um gateway de pagamento para gerenciar suas cobranças recorrentes.

Afinal de contas, não basta apenas estar por dentro das novas tendências de venda pela internet para aproveitar todo o potencial desse setor em expansão. É fundamental também contar com os parceiros certos na hora de implementá-las em seu negócio.

Com sete anos de mercado e mais de R$ 6 bilhões processados ao ano, a iugu é a plataforma de pagamentos online mais completa do Brasil. Aqui você encontrará funcionalidades como:

  • Emissão de boleto a partir de R$ 1,98 e pagamento apenas na compensação;
  • A melhor e mais intuitiva API de pagamentos e cobranças para lojas virtuais, apps e marketplaces de modelo de cobrança recorrente;
  • A melhor e mais intuitiva documentação para integrar ao negócio das empresas;
  • Solução white label para customizar todo o ambiente de cobranças da empresas.

Faça como Contazul, Nibo, Doghero e outras empresas que usam a iugu para sua infraestrutura de pagamento! Clique aqui e converse com um de nossos especialistas para turbinar seu negócio digital e deixá-lo em sintonia com as tendências de compra online.