Panorama do Open Finance: a evolução e as possibilidades para empresas

Com o objetivo de promover a democratização financeira, o Open Finance pode trazer possibilidades inovadoras para as empresas

Escrito em 10 de Outubro de 2022 por Thainara Carvalho

Atualizado em 14 de Outubro de 2022

Em fevereiro de 2021, o Open Banking começou a ser implementado no Brasil. De lá para cá, as mudanças implementadas deram início a um escopo maior de serviços, denominado Open Finance. 

Com a promessa de maior democratização, esse sistema vai ao encontro das demandas por maior inovação e controle de dados por parte dos usuários.

Após mais de um ano de implementação, as mudanças, antes sutis, agora tendem a se aprofundar, abrindo o caminho para maior competitividade, personalização e criação de novos produtos. 

Diante das profundas transformações, empresas de diferentes segmentos e portes precisam estar preparadas. 

Afinal, novas oportunidades de negócio despontam no horizonte de empresas que entraram no ecossistema de participantes do Open Finance

Quer entender mais sobre o Open Finance e os impactos nos negócios? Continue a leitura do conteúdo a seguir. 

O que é o Open Finance?

Considerada uma das mais recentes inovações do Banco Central, o Open Finance, ou sistema financeiro aberto, em português, é uma evolução do Open Banking.  

Dessa forma, ele tem como objetivo ampliar os tipos de dados que podem ser compartilhados entre instituições financeiras, assim como padronizá-los por meio de APIs (Application Programming Interface).

Como o próprio nome sugere, ele engloba uma maior variedade de produtos e serviços  em seu escopo, como, por exemplo:

  • Investimentos;
  • Previdências;
  • Seguros;
  • Operações de câmbio.

Assim como ocorre no Open Banking, o compartilhamento de dados entre usuários e instituições é feito de forma voluntária, e pode ser interrompido a qualquer momento pelos consumidores.

banner de resenha b2b com fotos de convidados

Open Banking x Open Finance: qual é a diferença?

Após entender um pouco mais sobre o sistema financeiro aberto, é possível que você esteja se perguntando qual é a diferença entre Open Banking e Open Finance.

Como vimos anteriormente, ambos promovem o compartilhamento de dados entre usuários e instituições financeiras.

Entretanto, o Open Banking refere-se apenas ao sistema bancário aberto. O Open Finance, por outro lado, é uma evolução do projeto e promove o compartilhamento de dados do ecossistema financeiro como um todo. 

Parte da agenda de inovação do BC, o objetivo do Open Finance é descentralizar o sistema financeiro, padronizar as informações, estimular a inovação, e facilitar o acesso a serviços financeiros.

Quais são as vantagens do Open Finance?

Não é novidade que os dados são os ativos mais valiosos do contexto digital. Com isso em vista, consumidores têm exigido mais transparência e controle em relação às próprias informações.

Com a chegada do Open Finance, os usuários podem ter um maior empoderamento, decidindo se, com quem e como desejam compartilhar os dados.

Ao optarem por fazer parte do sistema financeiro aberto, consumidores e empresas ganham vantagens, como:

  • Crédito customizado: linhas de crédito customizadas, redução de custos e condições de pagamento mais favoráveis;
  • Mais liberdade: com o Open Finance, os usuários têm mais acesso a opções e autonomia para escolher as opções mais vantajosas;
  • Inovação: o aumento da competitividade no setor  contribui para a criação de produtos e serviços mais inovadores e democráticos;
  • Mais agilidade: com o compartilhamento de dados do Open Finance, os consumidores não precisam inserir informações manualmente ou enviar documentos;
  • Diminuição de riscos: ao poder consultar o histórico financeiro do consumidor, as instituições podem tomar decisões mais assertivas quanto a empréstimos;
  • Melhor gestão financeira: a integração de dados de diferentes contas bancárias e outros tipos de dados é facilitada. Assim, gestores poderão consolidar informações em um único lugar e ter, por exemplo, a contabilidade automatizada.

Panorama do Open Finance: os impactos da inovação para as empresas

Neste artigo, entendemos como funciona o Open Finance, as suas vantagens e as expectativas para o mercado financeiro brasileiro.

Mas quais são os impactos dessas mudanças para as empresas? E quais são as oportunidades que podem surgir ao longo do caminho?

Para entender mais sobre essas dinâmicas, baixe gratuitamente o seu Panorama do Open Finance para empresas, veja os big numbers do projeto e descubra quais são as novas possibilidades de negócios que surgem com a regulamentação do sistema financeiro aberto.

arte de infográfico de panorama open finance