Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Magento ou WooCommerce: saiba qual escolher para sua loja!

Escrito em 05 de Setembro de 2019 por Patrick Negri

Atualizado em 02 de Agosto de 2021

Para um negócio online funcionar bem é preciso aliar bons produtos a um gerenciamento eficiente. Isso quer dizer que a loja deve oferecer acesso dinâmico aos clientes e facilitar o fluxo de atividades e processos no dia a dia da equipe interna.

Escolher a plataforma de gerenciamento do site não é uma tarefa simples, pois são muitas as opções disponíveis no mercado. Duas delas — Magento ou WooCommerce — são consideradas bastante eficientes para lojas virtuais.

Para ajudar você escolher a solução mais viável para o seu e-commerce trouxemos, neste post, o conceito e as funcionalidades de cada uma delas. Assim, você poderá comparar os serviços e identificar o que agrega melhor valor à sua marca.

A importância de contratar uma boa plataforma para o e-commerce

O sucesso de um e-commerce começa na estrutura e se estende até o atendimento ao cliente. Como o relacionamento se desenvolve a distância, o ambiente virtual deve ser intuitivo e proporcionar uma experiência de compras agradável ao usuário.

A preocupação com o bem-estar do consumidor enquanto passeia pela loja é um fator de retenção potente e pode aumentar a taxa de conversão se oferecer, ainda, diferenciais como variados meios de pagamento, segurança de acesso e serviços integrados.

Contratar uma plataforma com todas essas características é tão importante quanto ter produtos de qualidade expostos na vitrine. O consumidor só permanecerá na sua loja e efetuará uma compra se perceber que pode confiar na eficiência do seu site.

Fidelizar o cliente é um desafio constante em qualquer tipo de negócio, mas em e-commerce se torna algo muito mais abrangente e desafiador, pois são as funcionalidades de um conjunto de códigos — e não de pessoas — as responsáveis pela satisfação em geral.

A procura de um consumidor não se resume apenas ao preço baixo dos produtos. Muitos acreditam que ter facilidades para pagar as compras via cartão de crédito, boleto ou transferência bancária seja um plus de decisão — com isso, você já sabe que precisa de uma plataforma que ofereça esse recurso.

Magento ou WooCommerce: um panorama entre plataformas

Para dar vida a um projeto de negócio próprio no formato de vendas online você certamente pesquisou o que era preciso para montar o site, cadastrar os produtos, promover as vendas e descobriu que existe uma plataforma por trás desse aparato.

Agora é hora de entender como essas plataformas funcionam e o que podem oferecer para fazer do seu negócio um referencial de mercado. No caso das plataformas Magento e WooCommerce existem semelhanças e diferenças que você precisa conhecer antes de fazer uma escolha.

Veja alguns fatores importantes que você pode considerar ao fazer uma análise criteriosa e detalhada dos recursos e aplicações disponíveis para desenvolver o seu site de forma segura.

Plataforma Magento

Preços

Gratuita, com alguns serviços Premium.

Funcionalidades

A plataforma Magento é desenvolvida em linguagem PHP, com código aberto e flexibilidade na hora de moldar a estrutura — é uma plataforma que permite a um profissional com bons conhecimentos de programação desenvolver e produzir funções específicas e personalizadas.

Ferramentas como ERP, intermediador de pagamento, e-mail marketing e CRM são facilmente integradas e possibilitam um gerenciamento mais completo das atividades executadas interna e externamente.

Pode atender a pequenas, médias e grandes empresas e adaptar facilmente às funções de acordo com a demanda e expectativa de cada cliente, ou seja, você não precisará mudar de plataforma se decidir expandir o negócio.

Desempenho

Toda a estrutura e arquitetura da plataforma tem composição modular e cada um dos módulos é independente, o que permite a alteração e incorporação de novas funções para tornar o acesso sempre prazeroso para o consumidor que visita o site da loja.

O desempenho pode ser comprometido caso o provedor de hospedagem não comporte as diversas requisições ao banco de dados que a plataforma exige. É preciso tomar cuidado para que o site da loja não tenha inoperâncias recorrentes comprometendo as vendas.

Plug in WooCommerce

Preços

Completamente gratuito.

Funcionalidades

Já no WooCommerce, que é mais um plug in do que uma plataforma, a operação é mais leve, uma vez que a loja pode ser criada diretamente no WordPress. A manutenção é mais fácil e exige um conhecimento menos avançado do profissional responsável pela criação e desenvolvimento do site.

Desempenho

O WooCommerce tem um desempenho eficiente, principalmente para pequenas empresas. Alguns recursos como carrinho de compras, intermediador ou gateway de pagamento e controle de estoque são fáceis de inserir e gerenciar.

Uma vantagem do WooCommerce é ser integrado ao Schema, um código baseado no XML que, adicionado ao site da loja, pode otimizar o SEO e municiar o Google de informações capazes de aumentar o potencial de conversão do seu negócio.

Embora o plug in esteja apto operar a partir de uma hospedagem simples, alguns problemas podem surgir pelo fato de não ser uma plataforma voltada especificamente para e-commerces, com riscos de uma base de dados ineficiente.

Similaridades para ajudar na escolha entre Magento ou WooCommerce

Vejamos agora quais são as principais semelhanças entre as duas soluções.

  • Produtos de código aberto — você pode customizar seu site como desejar em ambas as plataformas;
  • templates alteráveis — é possível personalizar o site e criar um design com produtos e temas diferenciados;
  • serviço freemium — as plataformas são gratuitas, mas alguns serviços adicionais são cobrados (uma prática mais contundente na Magento);
  • relatórios — as duas plataformas disponibilizam relatórios para análise;
  • recursos e estratégias de SEO — mantêm o Google bem informado;
  • integração de sistema de pagamento — ambas podem se integrar facilmente a um sistema de pagamento online e disponibilizar diversos meios aos clientes.

Qual é o tamanho do seu e-commerce e até onde você pretende chegar com o seu negócio? Respondendo a essa pergunta, você terá melhor dimensão sobre o tipo de plataforma a contratar.

Entre Magento ou WooCommerce não podemos sugestionar a sua escolha, pois ambas estão prontas a atender às demandas de um e-commerce — compreenda as necessidades do seu público-alvo e você será capaz de determinar a melhor plataforma para abrigar o site da sua loja.

Se você gostou deste post, queremos complementar a sua leitura com um conteúdo sobre a importância do SAC 3.0 para e-commerces. A melhor maneira de prestar um serviço de excelência é compreender o que o consumidor espera de uma loja virtual!