Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

IoT: O que é internet das coisas e como aplicar no seu negócio?

O que a internet das coisas tem a ver com o seu negócio? É isso que você vai descobrir neste artigo - e spoiler alert: descobrir isso pode fazer você enxergar a sua empresa de uma maneira completamente diferente!

Escrito em 14 de Agosto de 2021 por Carolina Fanin

Atualizado em 26 de Agosto de 2021

Você deve ter percebido que, mesmo com o avanço da pandemia, muitas empresas conseguiram manter seus negócios e ainda conseguiram alcançar números nunca antes atingidos. Mas como isso foi possível?

As empresas precisaram se reinventar. A transformação digital foi necessária, assim como pensar em UX (experiência do usuário), variedade e facilidade de pagamentos, além da automação de processos.

Com isso, esses cases de sucesso acertaram em cheio a necessidade dos clientes, e as suas próprias, e puderam manter e até aumentar sua base de clientes sólida e satisfeita.

Por trás deste cenário de sucesso, empresas de tecnologia aceleraram o passo para oferecer serviços B2B que se tornaram essenciais neste período - e que vieram para ficar.

Conceitos como o Open Banking, a liberação do Pix e a automação de tudo o que está à nossa volta são a prova de que o mundo está buscando soluções que tornam o nosso dia a dia cada vez mais prático e seguro, isso tudo graças à IoT.

O que é IoT?

A Internet das Coisas é uma tecnologia recente que cria uma rede global de máquinas e dispositivos capazes de se comunicar e trocar dados entre si por meio da Internet.

Mas não se engane, existe uma diferença entre a IoT e a Internet em si.

A Internet das Coisas pode criar informações sobre os objetos conectados, analisá-los e tomar decisões; em outras palavras, pode-se dizer que a Internet das Coisas é mais inteligente do que a Internet. Câmeras de segurança, sensores, veículos, edifícios, softwares e até eletrodomésticos são exemplos de coisas que podem trocar dados entre si.

Cada vez mais, as organizações, em uma variedade de setores e tamanhos, estão usando a IoT para operar com mais eficiência, entender melhor os clientes para fornecer um serviço cada vez mais aprimorado, melhorar a tomada de decisões e aumentar o valor do seu negócio.

Em números, a Internet das Coisas (IoT) é a forma como descrevemos a vasta rede de mais de 20 bilhões de dispositivos físicos conectados no final de 2020.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Statista Research Department, em 2025, 75 bilhões de  dispositivos IoT estarão conectados com um valor de mercado potencial de cerca de US $ 1,6 trilhão ou mais.

Welcome to the future!

Como funciona a IoT

Um ecossistema IoT consiste em dispositivos inteligentes habilitados para web que usam sistemas incorporados, como processadores, sensores e hardware de comunicação, para coletar, enviar e agir sobre os dados que adquirem de seus ambientes. 

Os dispositivos IoT  compartilham os dados que coletam, conectando-se a um gateway IoT ou outro dispositivo onde os dados são enviados para a nuvem para serem analisados.

Às vezes, esses dispositivos se comunicam com outros dispositivos relacionados e agem de acordo com as informações que recebem uns dos outros. Os dispositivos fazem a maior parte do trabalho sem intervenção humana, embora as pessoas possam interagir, por exemplo, para configurá-los, dar-lhes instruções ou acessar os dados.

A IoT também pode usar inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina para ajudar a tornar os processos de coleta de dados mais fáceis e dinâmicos.

5G e IoT

5G é a base para a realização de todo o potencial da IoT. Embora, aqui no Brasil, ainda esteja em processo licitatório, a indústria já está trabalhando para desenvolver novos padrões globais e produtos pré-5G para beneficiar as indústrias em todos os lugares.

A nova tecnologia permitirá uma conectividade mais rápida, estável e segura, avançando em tudo, desde veículos autônomos a redes inteligentes para energia renovável e robôs. Dessa forma, está sendo desencadeado um enorme ecossistema de IoT, onde as redes podem servir bilhões de dispositivos conectados, com as compensações certas entre velocidade, latência e custo.

Porque IoT é importante?

A internet das coisas ajuda as pessoas a viver e trabalhar de maneira mais inteligente, e também a obter controle total sobre suas vidas.

Além de oferecer dispositivos inteligentes para automatizar casas, a IoT é também essencial para os negócios, fornecendo às empresas uma visão em tempo real de como seus sistemas realmente funcionam, desde o desempenho das máquinas até a cadeia de suprimentos e operações de logística.

A IoT permite que as empresas automatizem processos e reduzam os custos de mão de obra. Também reduz o desperdício e melhora a prestação de serviços, tornando mais barata a fabricação e entrega de mercadorias, além de oferecer transparência nas transações dos clientes.

New call-to-action

Veja alguns dos principais benefícios da IoT para empresas:

  • Monitorar seus processos gerais de negócios;
  • Melhorar a experiência do cliente (CX);
  • Economize tempo e dinheiro;
  • Aumentar a produtividade do funcionário;
  • Integrar e adaptar modelos de negócios;
  • Tomar melhores decisões de negócios; 
  • Gerar mais receita.

Trata-se de uma das tecnologias mais importantes da vida cotidiana que continuará ganhando forças à medida que mais empresas perceberem o potencial dos dispositivos conectados para mantê-los competitivos.

E, para ajudar na gestão de outras áreas da empresa, como marketing e vendas, criamos este material com 39 ferramentas que vai ajudar a facilitar o dia a dia das suas equipes!