Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica, não sejam MEI e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h às 17h. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Indiquei um cliente pelo programa de Afiliados. Como eu posso consultar minha indicação?

Você pode consultar sua indicação no Painel do Indicador.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Quero ser cliente

Controle de estoque: entenda o que é e qual sua importância

Saiba mais sobre controle de estoque, tenha uma redução nos custos e um o aumento na eficácia dos processos internos.

Escrito em 20 de Setembro de 2019 por Rômulo Pereira

Mesmo lojas virtuais possuem um armazenamento de produtos e por isso, é muito importante a realização de um bom controle de estoque!

Considerado um dos processos de gestão nas empresas, esse controle interfere na lucratividade.

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Por meio do conhecimento do fluxo de entrada e saída de mercadorias, é possível identificar as demandas de cada produto disponível para vendas e o lucro líquido adquirido nos mesmos.

Um controle ideal do estoque permite uma redução nos custos e o aumento na eficácia dos processos internos. Que saber mais sobre esse assunto? Continue lendo e descubra como fazê-lo em seu negócio digital!
[rock-convert-pdf id="2635"]

O Que É Controle De Estoque?

O controle de estoque, é um conjunto de ações que permite a análise e monitoramento dos produtos armazenados, de um negócio.

Através dele a empresa consegue melhorar e trazer mais assertividade para sua gestão, já que esse controle influencia nas ações dos demais setores.

Por exemplo, a entrada e saída da matérias-primas ou produtos prontos, deve ser acompanhada e, tais informações, repassadas ao setor de compras.

Bem como, a redução das perdas por questões de validade ou sinistros afetam a área financeira, comprometendo então a saúde e | ou fluxo de caixa da empresa.

Esse registro constante dos produtos que entram e saem do estoque, apesar de trabalhoso, o torna mais organizado e traz as seguintes vantagens:

  • Previsão de vendas futuras;
  • Otimização do capital a ser investido;
  • Projeção dos pedidos a serem feitos;
  • Conhecimento do potencial de vendas de cada produto;
  • Aperfeiçoamento no planejamento de produção;
  • E ainda a definição de preços e campanhas mais assertivas.

Portanto, conhecer e entender o estoque da empresa, é importante para determinar o momento certo de compra, a fim de evitar escassez e excessos, otimizar as vendas e gerar economia.

Obviamente, sempre respeitando as demandas dos clientes e do mercado no qual o negócio está inserido, preocupando-se em fornecer a melhor experiência de compra possível para o usuário.

Qual a importância do controle de estoque?

Acima, falei um pouco mais sobre como funciona o controle de estoque na gestão das empresas e como ele impacta seus processos internos.

O grande problema é que muitas PME’s abrem mão de sua realização, acreditando que, por serem menores, esse controle não é relevante!

Seja uma loja física ou um e-commerce, a gestão do estoque evita prejuízos e impulsiona o desenvolvimento e propicia o crescimento no mercado.

Desse modo, o controle de estoque eleva as oportunidades do negócio, porque manter dados atualizados facilita os processos internos e torna a negociação com fornecedores muito mais prática e eficiente.

Quais são os tipos de estoque?

Para entender melhor o conceito de controle de estoque, você precisa conhecer os tipos que existem, confira abaixo:

  • Estoque de varejo: é aquele no qual, encontramos produtos a serem vendidos pelo comércio físico e digital. Podem ser produtos terceirizados de outros produtores ou próprios, um mercado inclusive que vem crescendo na internet. Esse tipo de estoque necessita trabalhar com quantidades disponíveis para venda, o que facilita a medição do desempenho;
  • Estoque de matérias-primas: é aquele voltado aos materiais utilizados para a criação de um produto. Alguns e-commerces trabalham com ambos e um acaba sendo essencial ao bom funcionamento do outro.

Como Fazer Um Controle De Estoque Ideal Para E-Commerce?

mulher acessa tablet para aprender a fazer controle de estoque

Como você pode ver, os benefícios de ter um controle de estoque efetivo, vão muito além da organização.

Agora, preste atenção às dicas de como gerenciar estoque de e-commerce:

  1. Implemente um sistema de gestão eficaz:

Você que já trabalha nesse meio digital sabe muito bem qual a importância da tecnologia, hoje, para os empreendedores.

Portanto, não perca tempo criando apenas planilhas bem organizadas. Invista em softwares de gestão como o ERP  para pequenas e médias empresas.

Essas ferramentas dão suporte ao seu negócio de forma completa, facilitando ainda mais esse processo de controle ao:

  • Reduzir custos e desperdícios;
  • Alertar quando o estoque está mínimo;
  • Mapear o desempenho de venda de cada produto;
  • Reduzir o tempo gasto nesse controle;
  • Fazer cadastro de clientes, produtos e fornecedores.

Tudo isso, de forma automatizada para facilitar as rotinas de trabalho e reduzir a burocracia desses processos!

  1. Crie indicadores:

Ainda dentro dos softwares de controle de gestão, você pode criar indicadores específicos, a fim de avaliar questões como:

  • Sazonalidade de produtos;
  • Desempenho dos preços originais e promocionais;
  • Taxa de obsolescência;
  • Entre outros.

Isso irá facilitar sua tomada de decisões em relação às estratégias criadas e o potencial de cada produto.

  1. Fique de olho no fluxo:

Para finalizar, ressaltar a importância de controlar a entrada e saída de qualquer produto ou matéria-prima, para realizar um bom controle de estoque.

Isso pode ser feito diretamente através do software mencionado. Contudo, precisa sempre que o gestor ou empreendedor esteja verificando.

De modo que seja possível identificar possíveis questões que vem afetando o caixa da empresa e, então, tomar medidas preventivas ou remediadoras!

Um bom controle deixa claro a questão da demanda de cada produto. Facilitando assim, uma padronização em sua compra/fabricação e negociação de preços com fornecedores.

Conclusão

homem analisando controle de estoque

Portanto, o controle de estoque é o conjunto de ações que visam o monitoramento e mensuração de dados e informações relativas ao armazenamento de:

  • Produtos;
  • Matérias-primas.

De modo que seja possível evitar perdas por escassez ou excesso através da identificação de sazonalidade e frequência de saída.

Controlar um estoque é estar de olho não apenas na questão interna. É ainda, verificar os fatores externos como demanda e oferta de preços!

Ainda possui alguma dúvida sobre o assunto? Deixe-a nos comentários para que possamos esclarecer a você.

 

Conteúdo escrito pelo parceiro convidado, Gestão Click.