Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

As melhores dicas de como vender mais na Black Friday

Saber como vender mais na Black Friday pode alavancar o seu negócio e conheça dicas infalíveis para ter lucro nessa época.

Escrito em 24 de Outubro de 2018 por Marcos Madureira

Atualizado em 07 de Dezembro de 2020

Em um mercado tão acirrado, saber como vender mais na Black Friday é uma tática essencial para quem quer ver o seu negócio crescer. Para isso, é preciso atuar com eficiência, contar com a tecnologia e ter um time engajado. Afinal, a concorrência também está planejando melhorar seus resultados nesse período. Logo, é preciso se preparar e utilizar boas ferramentas e parceiros para, assim, realmente fazer a diferença. 

Ano após ano, a Black Friday vem batendo recordes de vendas. Isso porque os consumidores veem a data como uma ótima oportunidade para adquirir produtos a preços mais atrativos. De acordo com a Ebit|Nielsen, para 2019, a expectativa é de 15% de crescimento. 

Diante desse quadro, é preciso encontrar diferenciais para conseguir se destacar, não é mesmo? Quer descobrir como fazer isso e aprender a vender mais na Black Friday por meio de dicas imbatíveis? Então, fique com a gente até o fim do artigo! 

Como vender mais na Black Friday: conheça a importância do evento

O consumidor da atualidade passa um grande tempo navegando na Internet em busca das melhores ofertas. No entanto, só realmente presta realmente atenção quando elas o encantam. 

Nesse cenário, saber como vender mais na Black Friday é uma carta na manga. Afinal, essa época é aguardada por muitos consumidores que desejam comprar com melhor custo-benefício. Para isso, é preciso se reinventar, pois o comportamento de compras mudou e o cliente atual é muito mais exigente. 

Adotar estratégias diferenciadas para deter a atenção do consumidor é fundamental. Quer entender melhor o assunto e saber como vender mais na Black Friday? É só continuar lendo!

Como vender mais na Black Friday: 5 dicas imperdíveis

Para saber como vender mais na Black Friday, basta conferir as dicas imperdíveis que selecionamos especialmente para você!

1. Intensifique as promoções

Não deixe para anunciar as promoções em um prazo muito próximo do grande dia, pois a maioria das pessoas não dispõe de dinheiro ou crédito à mão com tanta facilidade. Como elas se preparam com antecedência, oferte em tempo prévio suficiente para preparar o consumidor para a despesa.

Quanto melhores forem suas ofertas, maiores as chances de vendas com atração dos consumidores para sua marca e fortalecimento do negócio. Ao intensificar as promoções e oferecer preços competitivos, você cria mais oportunidades de negócio.

2. Ofereça um bom atendimento sempre

Pense também na capacidade de atendimento, estoque de produtos e experiência de compra. Afinal, o objetivo é receber um volume maior de interessados em fazer negócio. 

Logo, é imprescindível garantir que o cliente consiga ser atendido da melhor forma, que encontre o produto desejado e que tenha uma experiência de compra agradável do início ao fim.

3. Crie landing pages

As landing pages têm o objetivo único de conversão. Por isso, devem oferecer uma boa experiência ao consumidor no primeiro contato com a sua marca. Com essa estratégia, é possível trabalhar antecipadamente as tendências das buscas para a Black Friday.

O comportamento do consumidor em seu site permitirá que você compreenda melhor os seus interesses. Também possibilitará que você descubra se os leads coletados oferecem elementos que possam vincular o consumidor aos produtos. Com esses dados em mãos, é possível proporcionar a ele a vantagem de ser o primeiro para comprar qualquer produto. 

4. Dispare e-mails marketing

O e-mail marketing ainda é uma estratégia importante dentro do negócio, pois funciona como um lembrete personalizado para o público. O disparo de pequenos textos com chamadas para visitação ou promoções oferecidas em seu site poderá despertar a atenção do consumidor para o seu negócio.

Como já dissemos, no período que antecede a Black Friday, o consumidor já espera receber muitas ofertas e ficará até agradecido por isso. Logo, aproveite o seu banco de dados e o histórico de compras dos seus clientes para criar mensagens personalizadas e sugerir mercadorias de acordo com suas preferências.

5. Reforce a divulgação

Além de contar com o e-mail marketing como forma de comunicação, há outras maneiras de atrair visitantes para o seu site. Nesse momento, ter um plano de divulgação é crucial. Logo, é fundamental analisar qual o público que deseja atrair, já que mirar na audiência errada por gerar um resultado desastroso. Seja criterioso na escolha das mídias para não impactar negativamente na sua ação.

Além de investir em e-mail marketing e em landing pages, não se esqueça de patrocinar posts em suas redes sociais. 

Quer mesmo incrementar suas vendas? Então, leia também: “3 dicas para aumentar o faturamento com vendas online”. 

Como vender mais na Black Friday: dicas extras

Seguem mais duas dicas extras para você saber como vender mais na Black Friday: 

1. Otimize o frete

Mesmo que você não tenha um volume de vendas enorme financeiramente, considere o quantitativo por itens, a taxa de conversão e a fidelização à sua marca. Um consumidor satisfeito se torna fiel e passa a divulgar uma marca em todos os grupos ao contar sua experiência positiva.

Oferecer frete gratuito e absorver o seu custo pode ser uma excelente alternativa de negócio durante a Black Friday. Afinal, muitos consumidores veem vantagem em comprar um produto a um preço atrativo sem ter que desembolsar mais um valor para a entrega. 

A Black Friday tem como característica a prática agressiva de preços baixos. Logo, tenha em mente que esse pode ser um diferencial de decisão para um consumidor motivado pelo impulso.

2. Facilite o pagamento 

Facilitar o pagamento é outra dica importante para quem quer saber como vender mais na Black Afinal, muito lojistas dificultam os meios de e pagamentos. Essa medida pode criar barreiras entre a procura, a escolha e a decisão do consumidor que, ao perceber tanta dificuldade, desiste da compra. 

Lembre-se de que, nesse dia, todos os seus concorrentes estarão pensando o mesmo que você: potencialização, conversão e efetivação da venda. Sendo assim, só sairá na frente quem oferecer a melhor experiência a quem está disposto a comprar.

O novo consumidor não tem a paciência de esperar. Por isso, é importante não criar burocracia virtual e permitir que suas compras sejam definidas em um clique.

A experiência sistematizada determinará a permanência do consumidor dentro do site. Não permita que ele vá embora depois de colocar vários itens no carrinho só porque o sistema de pagamento direciona para várias outras páginas. Isso irá gerar insegurança na informação dos dados pessoais e insatisfação com um processo demorado.

Assim, é fundamental ter uma ferramenta que tenha checkout transparente que permita que a transação seja finalizada no seu site, sem redirecionamentos.

Como você pode perceber, não é preciso fazer muito alarde para alcançar um consumidor disposto a comprar. Para se destacar da concorrência, ser verdadeiro e oferecer descontos reais e praticidade no sistema de compra e pagamento são táticas infalíveis

O que você achou das dicas de como vender na Black Friday? Gostou do conteúdo? Se sim, que tal compartilhá-lo em suas redes sociais? 

Precisa de ajuda para melhorar os seus processos de pagamento? Então, conte com a Iugu! Com a gente, você tem o melhor custo-benefício do mercado e a mais completa infraestrutura de pagamentos. Clique aqui e converse com um de nossos especialistas!