Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica, não sejam MEI e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h às 17h. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Indiquei um cliente pelo programa de Afiliados. Como eu posso consultar minha indicação?

Você pode consultar sua indicação no Painel do Indicador.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Quero ser cliente

Como montar um clube de assinaturas? Entenda aqui!

Escrito em 07 de Março de 2019 por Patrick Negri

Você quer saber como montar um clube de assinaturas e incluir essa tendência em sua loja online? Pois saiba que, apesar de contar com desafios, essa modalidade de negócios cresce no Brasil. Para você ter uma ideia, o número de empresas que trabalham nesse segmento quase triplicou em quatro anos e já movimenta R$ 1 bilhão por ano no país. 

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Tendo a diversidade e a criatividade como palavras de ordem, esse modelo de negócios se destaca tanto por seu processo de fidelização como de atração de clientes. Isso acontece porque ele oferece experiências de compra dinâmicas e diferenciadas. Logo, conquista mais consumidores. 

Para ter sucesso nessa jornada, é preciso considerar alguns fatores. Afinal, mesmo que seja um segmento rentável é crucial ter cautela e planejamento para oferecer inovação. Ficou ainda mais curioso para saber como montar um clube de assinaturas? Então, leia este artigo e conheça dicas incríveis sobre o assunto!  

Como funciona um clube de assinaturas?

Antes de saber como montar um clube de assinaturas, é preciso entender como esse mercado de assinaturas funciona. O seu modelo de negócios é muito simples. Por meio dele, o cliente escolhe a empresa que oferece o seu produto de desejo e realiza uma assinatura. Assim, ele recebe periodicamente mercadorias de uma linha específica e se compromete com um pagamento. 

Essa alternativa, além de trazer comodidade e conforto para os clientes, também é excelente para apresentar novidades. Isso porque, por meio dela, é possível oferecer aos consumidores vantagens diferenciadas em relação ao cliente convencional. Ou seja, dentro do valor fixado no contrato, ele tem a pode optar por um novo produto sem que isso afete seu bolso. 

Apesar de ser inovador e criativo, trata-se de um negócio. Logo, para saber como montar um clube de assinaturas é fundamental, antes, fazer uma análise criteriosa. Será que sua loja está pronta para absorver a demanda? Você tem expertise para trabalhar com produtos diferenciados? Se acredita que sim, prepare-se para treinar seu time e realizar contrações se necessário. 

Como montar um clube de assinaturas: dicas 

Se está interessado em saber como montar um clube de assinaturas é preciso, antes de mais nada, ter calma. Afinal, a euforia para construir algo novo é benéfica para fomentar ideias, melhorar a produtividade e, é claro, aumentar o faturamento. No entanto, quando se tem um e-commerce, é preciso ter cautela. 

Conheça agora dicas incríveis que irão ajudá-lo a saber como montar um clube de assinaturas de forma eficiente. 

1.Verifique se o seu produto combina com linha de assinaturas

Mesmo que seu negócio seja rentável e bem aceito por seu público, é preciso analisar se os seus produtos têm o perfil de um clube de assinaturas. Logo, fazer um levantamento das últimas vendas e saber quais mercadorias e serviços é os mais procurados é uma tarefa essencial. 

Depois de realizada a análise, verifique se o resultado demonstra um quantitativo de destaque para um item específico. Sim? Então, talvez essa mercadoria possa ser o carro chefe do seu novo negócio.

Outra dica importante para ter sucesso no mercado de assinaturas é: conheça a fundo o comportamento de compra de seus clientes. Com essa análise em mãos, você conseguirá avaliar se o seu produto resolve os problemas e atende às necessidades deles. 

2. Defina planos e preços que permitam o pagamento recorrente

Definido o produto que fará parte da linha de assinaturas, é hora de criar os planos, preços e os meios que sua loja disponibilizará para efetuar os pagamentos.

Normalmente, os pagamentos são realizados por  cartão de crédito. No entanto, há clientes que preferem outros métodos, como boleto ou transferência online. Dessa forma, é preciso elencar os meios que irá oferecer. Feito isso, defina a quantidade de itens por mês, o preço unitário, o número de assinantes e, principalmente, o custo-benefício que deseja oferecer ao cliente.

3. Planeje a logística e garanta os prazos de entrega

Jamais ofereça o que não pode cumprir. Desde a disponibilidade dos produtos em estoque até o prazo de entrega. Cumpra exatamente o que sua loja prometer. Para atender bem, planeje a logística com todas suas particularidades.

Trabalhe considerando as situações atípicas que possam interferir no processo. O ideal é ganhar uma margem — ainda que pequena — de vantagem sobre o pedido do cliente. Os imprevistos podem até acontecer, mas preveni-los demonstra a maturidade da empresa e da equipe em lidar com surpresas no dia a dia.

Lembra-se da experiência de compra do cliente e a importância de conhecer seus hábitos? Pois nessa etapa, você deverá contar com essa informação preciosa para contabilizar o estoque, verificar a movimentação dos produtos e também identificar os de maior giro.

4. Implemente processos de cobranças recorrentes

As compras por meio do clube de assinaturas se caracterizam como pagamento recorrente e você precisará de um método organizado de cobrança. Essa prática é fundamental para inibir um processo inadequado de fornecimento a um cliente adimplente. 

O mesmo vale para o cliente com débito em aberto além do prazo e que continua recebendo os itens por falta de identificação da inadimplência

5. Conte com o auxílio de um software adequado

Contar com um bom software é primordial para controlar a movimentação financeira de sua linha de assinaturas. Isso porque, por meio dele, seus processos se tornarão muito mais ágeis

Ao adotar a tecnologia, é possível integrar tanto a base de dados de clientes como o dos outros departamentos relacionados ao atendimento, desde vendas até faturamento. Isso traz ganhos sensacionais em termos de eficiência e de tempo, pois também elimina o trabalho manual. 

Um bom sistema permite que sua loja emita o boleto registrado para pagamento em qualquer agência bancária ou casa lotérica. Além disso, por meio dele, é possível enviar mensagens automáticas, padronizadas e com lembretes sobre o vencimento de uma fatura ou a segunda via por e-mail.

Como montar um clube de assinaturas: conclusão 

Como pôde notar no decorrer desse artigo, um bom clube de assinaturas precisa levar comodidade aos clientes, ser ágil, oferecer planos atraentes e, é claro, fornecer ótimos produtos. Embora não seja uma fórmula mágica, é preciso levar tudo isso em consideração. Afinal, você quer atender as expectativas de sua audiência e também fortalecer a sua marca no mercado, não é mesmo? 

Gostou das dicas de como montar um clube de assinaturas e está considerando investir nesse modelo de negócios? Então, contar com bons parceiros nessa jornada repleto de desafios é essencial. A Iugu está aqui para ajudá-lo. Clique aqui e fale, sem compromisso, com um de nossos especialistas. 

Esse conteúdo foi útil para você? Então, assine a nossa newsletter e tenha sempre informação de qualidade em sua caixa postal!