Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Entenda como os boletos bancários podem auxiliar a reduzir a inadimplência

Escrito em 09 de Julho de 2019 por Renato Ribeiro

Atualizado em 06 de Janeiro de 2021

Sua empresa está enfrentando problemas com a inadimplência? Esse é um pesadelo para a maioria das empresas quando encontra dificuldades para receber dos clientes. Que tal experimentar os boletos bancários registrados como uma das alternativas?

Os motivos que levam um cliente à inadimplência são, muitas vezes, desconhecidos e incontroláveis, mas é fundamental adotar medidas preventivas que sejam eficientes, para que a saúde financeira não seja abalada e comprometida.

O objetivo deste post é mostrar que os boletos bancários podem ser uma boa estratégia para ajudar a reduzir a inadimplência e que com um sistema de pagamento online é possível realizar um controle mais rigoroso e efetivo. Acompanhe!

Como reduzir a inadimplência na minha empresa?

O comportamento de compras do brasileiro inspira cuidados preventivos, pois há uma forte tendência a deixar as contas de lado e fazer parte da estatística de inadimplência, criando um desconforto financeiro.

Pesquisas davam conta, no fim de 2018, que 62 milhões de cidadãos estavam inadimplentes no período e negativados no cadastro dos órgãos de proteção ao crédito, gerando dor de cabeça para as empresas.

A economia reagiu, mas ainda há um número grande de inadimplentes e como você, certamente, não deseja compor a lista de empresas que sofrem as consequências da crise, é fundamental encontrar soluções para driblar o problema.

Muitos clientes — a maioria, na verdade — efetuam seus pagamentos por meio do cartão de crédito e administram bem suas dívidas, mas há aqueles que por algum motivo não dispõe de crédito ou limite suficiente, mas querem adquirir algum produto ou serviço.

Boleto para os serviços recorrentes

É muito comum também em serviços de recorrência, um cliente que fez a opção de débito ou crédito pré-programado não dispor do valor no dia do vencimento. O débito ficará em aberto e o serviço será suspenso até que ele regularize a situação.

Nesses casos a opção mais viável é o boleto bancário, que é gerado em nome do cliente com prazo de vencimento suficiente para ser pago em alguma rede bancária ou casa lotérica. Reconhecido o pagamento, o serviço é liberado.

Não há garantias de que o boleto será pago, mas depois que ele se tornou registrado — explicaremos mais adiante — ficou mais fácil de rastrear para entrar em contato com o cliente e lembrá-lo que ele tem um débito pendente, oferecendo uma segunda via. Ou seja, há meios de mapear a inadimplência e tentar reverter o quadro.

Condicionar a liberação do serviço ao pagamento é outra estratégia que você pode adotar em seu sistema de cobrança. Embora ainda seja ruim para o seu negócio não receber no prazo correto, se o cliente sentir muita falta do serviço dará um jeito de efetuar o pagamento.

Quais as vantagens de adotar boletos bancários para pagamento?

Tradicionalmente o boleto é uma das formas mais comuns de gerar um débito decorrente de uma negociação. Com o tempo ele foi substituído por outros meios de pagamento, mas tem sido requisitado novamente como um opcional rápido e eficiente.

Quem tem conta bancária e serviço habilitado de pagamento online nem precisará se deslocar para efetivar o pagamento. Bastará entrar no aplicativo do banco e fazer a leitura ou digitar o código de barras.

Uma das vantagens do boleto bancário para o cliente é que ele não onera no limite do cartão de crédito e poderá ser programado para a data que ele sugerir no site. Para a sua empresa, ele amplia as possibilidades do cliente realizar o pagamento.

Para ter mais chances de recebimento do cliente, você pode considerar a contratação de um sistema de pagamento online que fará o gerenciamento de toda a carteira e adotará estratégias de cobrança personalizadas de acordo com o perfil de cada cliente.

Quais as novas regras para boletos registrados?

O boleto que antes não tinha registro nem conexão com o banco emissor e era difícil de rastrear, passou a ser registrado por exigência do Banco Central. Isso quer dizer que agora os bancos são informados quando um boleto é gerado para pagamento.

Os dados dos boletos bancários, como nome e endereço do cliente, seguem para o banco, que registra as informações e se mantém aguardando a confirmação do pagamento para liberação do valor correspondente na conta da sua empresa.

O volume grande de fraudes foi o que levou à adoção de medidas de controle e segurança para garantir que as operações de compra e venda de produtos e serviços se dessem de forma conveniente, sem prejudicar tanto a empresa quanto o cliente.

Por que devo considerar um sistema de pagamento para gerar os boletos?

Ao contar com um sistema de pagamento, você não precisará mais se preocupar com o controle manual dos débitos pendentes. Além de reduzir a margem de erros por esquecimento ou cobrança indevida, o processo de cobrança recorrente será automático e padronizado.

Um sistema de pagamento parametrizado de acordo com as necessidades da sua empresa tem a capacidade de gerenciar os débitos, com análise de perfil do cliente inadimplente, para encontrar a melhor forma de abordagem.

Isso inclui alerta de proximidade da data de vencimento, lembrete de pagamento vencido, emissão de segunda via de boleto, estabelecimento da régua de cobrança — método progressivo de cobrança que pode começar de forma branda e evoluir para cobranças judiciais.

Outro fator que você deve considerar para contratação de um sistema de pagamento é que você reduzirá drasticamente o seu custo com cobrança e não terá desgastes com o cliente no contato direto.

Além de não precisar mais contar com uma equipe para fazer as cobranças, tendo que arcar com as despesas sem garantias de retorno, no caso de uma plataforma de pagamento, você só pagará a taxa caso um boleto seja pago.

Esse é um dos motivos de você possivelmente já ter visto um mesmo serviço prestado, com as mesmas características, ter datas de vencimento diferentes para cada cliente. A estratégia é criar condição confortável que evite que o cliente se torne um inadimplente.

Flexibilidade para garantir o pagamento

Flexibilizar é a palavra de ordem para garantir bons recebimentos dentro do prazo programado. Caso isso não ocorra, uma plataforma moderna e inteligente será programada para efetuar as cobranças, inclusive com cálculo automático de juros e multa.

É isso que a iugu faz: gerencia toda a sua carteira de clientes e analisa o perfil de cada um para adotar procedimentos personalizados que ajudem a reduzir o risco da inadimplência e garantir a saúde financeira da sua empresa com faturamento equilibrado.

O sistema pode ser integrado a todos os departamentos da empresa via API, inclusive o banco de origem da sua conta e demais operadoras, para identificação automática dos pagamentos, o que facilita a conciliação financeira diária.

Temos a menor taxa para emissão de boletos bancários registrados do mercado e assumimos os riscos da cobrança para que sua empresa não passe tanto tempo sem receber e comprometa o fluxo de caixa.

Se você tem uma empresa com potencial de crescimento e desenvolvimento, não permita que a inadimplência se torne o ponto central de atenção da sua empresa quando deverá ser a captação de clientes e novos negócios.

Você gostou deste post sobre os boletos bancários e como eles podem ajudar a reduzir a inadimplência? Entre em contato com a gente para conhecer nossa plataforma e todas as facilidades para a sua empresa!