Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Pix no WhatsApp: como funciona e quais as vantagens?

Veja esta nova atualização que traz mais praticidade para o uso do Pix sem sair do Whatsapp

Escrito em 25 de Abril de 2022 por Redação iugu

Atualizado em 09 de Maio de 2022

O hábito de compra do consumidor mudou, assim como a forma de comercializar e pagar pelos produtos. Estudos apontam que haverá um crescimento de 1.117% nos pagamentos digitais até 2030, e o Pix no WhatsApp pode estar nessa lista.

Em abril de 2022, esse método instantâneo de pagamento alcançou números estrondosos e bateu o seu próprio recorde, com quase 60 milhões de transações em um único dia. Esse resultado mostra como a função do Pix pode ser promissora, ainda mais agora com o WhatsApp.

A ferramenta disponível no aplicativo de mensagens foi desenvolvida para facilitar a vida dos usuários que poderão realizar o Pix sem precisar abrir o app bancário

O método também facilitará o recebimento ao empresário, já que oferece mais um meio de pagamento para os clientes.

Se você quer simplificar o método de pagamento dos seus clientes, continue lendo o post para saber mais detalhes sobre a ferramenta e quais são suas vantagens!

Está sem tempo de ler? Você também pode ouvir esse conteúdo.

Qual é a diferença entre WhatsApp Pay e Pix no WhatsApp?

Com o lançamento do Pix no WhatsApp, muitos usuários ficaram confusos sobre a relação com o WhatsApp Pay, afinal as nomenclaturas são semelhantes. No entanto, as modalidades de pagamento estão longe de ser a mesma coisa.  

Basicamente, o Pix é um método de pagamento que pode ser cadastrado no app do WhatsApp. Até então, a função não estava disponível, e os usuários podiam apenas fazer o cadastro de cartão de crédito, TED ou DOC, como acontece em bancos convencionais.

Já o WhatsApp Pay funciona como um iniciador de pagamento. O serviço está liberado para todos os usuários dentro do aplicativo e basta registrar os meios de pagamentos que pretende usar. No caso do Pay, é possível colocar a chave para realizar a transferência instantânea, além de informações pessoais.

Como vai funcionar o Pix no WhatsApp?

O Pix no WhatsApp é uma opção nova, e que só foi permitida pelo Banco Central do Brasil graças à adoção do Open Banking. 

A tecnologia permite que os bancos compartilhem as informações da sua conta com outro aplicativo, desde que o usuário conceda autorização. Nesse caso, é preciso ler e avaliar as regras para só então aceitá-las.

Assim que usuário aceita as normas, fazer uma transação de Pix no WhatsApp se torna bastante simples. Veja só!

  1. É preciso fazer a ativação do Pix no WhatsApp nas configurações;
  2. A pessoa precisa abrir a conversa com a pessoa que deseja realizar a transferência;
  3. Depois, deve procurar o ícone “clip” que aparece embaixo da barra de mensagens e, em seguida, clicar nele;
  4. Logo em seguida vai aparecer a opção “pagamentos”, onde estará disponível a função de Pix.

É importante ressaltar que nem todos os bancos possuem a função disponível para o aplicativo de mensagem. Até o momento, apenas os clientes do Banco do Brasil são beneficiados com essa inovação. 

Pix no Whatsapp é seguro?

Com o crescimento significativo de transações por Pix, o Banco Central tem trabalhado em novas ferramentas de segurança. O Mecanismo Especial de Devolução (MED) e o Bloqueio Cautelar, por exemplo, são duas opções que visam deixar a funcionalidade mais confiável para os usuários.

O Mecanismo Especial de Devolução (MED) permite que o consumidor registre um boletim de ocorrência e entre em contato com o seu banco para pedir reembolso do valor. 

Já no Bloqueio Cautelar,  o usuário pode contestar o valor transferido (em casos de golpes durante compras, por exemplo) e solicitar que o banco analise o caso e faça a devolução do dinheiro. 

Além disso, outros recursos tecnológicos também estão sendo usados para deixar os apps mais seguros, como é o caso do incentivo ao uso de senhas fortes, token e afins.

Quais são os próximos lançamentos previstos para o Pix?

Fora o Pix no WhatsApp, que foi um grande lançamento no Brasil, existem outras previsões bastante aguardadas pelos usuários. Fazer a transferência instantânea offline é um exemplo, e acredita-se que essa funcionalidade estará disponível ainda em 2022.

Outro lançamento que também está no radar dos consumidores e especialistas envolve o Pix para transferências internacionais, que promete facilitar a relação comercial com países estrangeiros.

A criação do Pix por aproximação, que funcionaria igual ao que é feito hoje em dia com o cartão de crédito e débito, também é aguardada.

A princípio, nenhum desses lançamentos foi confirmado pelo Banco Central do Brasil. Porém, muitos consumidores brasileiros já estão empolgados com as possibilidades.  

Vantagens do Pix no WhatsApp como meio de pagamento

Oferecer o Pix como meio de pagamento online é bastante vantajoso, principalmente para os lojistas que possuem e-commerce. Isso porque entrega mais um método para o cliente comprar na loja virtual. 

Embora outros meios como cartão de crédito e boleto bancário também sejam interessantes, os números mostram que os usuários estão mais interessados em usar o Pix que outras formas de pagamento. O que significa que as chances de vendas podem aumentar, caso a loja ofereça a opção.

Outra vantagem é que  algumas lojas virtuais podem realizar suas vendas pelo aplicativo de mensagens, sem a necessidade de usar um site ou redes sociais.

Viu só como o Pix no WhatsApp pode ser interessante para o seu negócio? Se você curtiu esse conteúdo, confira o material que preparamos para de ajudar a usar o Pix no seu e-commerce.

banner-kit-pix-kv