Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

KPIs de marketplace: 9 métricas para monitorar o desempenho do seu modelo de negócio online

Confira 9 dicas de KPIs para marketplace e saiba quais métrica utilizar para fazer o acompanhamento do desempenho da sua loja virtual.

Escrito em 02 de Novembro de 2020 por Redação iugu

Atualizado em 30 de Julho de 2021

Indicadores-chave de desempenho são instrumentos indispensáveis para a gestão de qualquer modelo de negócio. É por meio deles que se faz o acompanhamento das metas e quantifica-se o progresso de esforços individuais e coletivos em busca de resultados pré-determinados.

No caso dos KPIs para marketplace, eles mostram se as estratégias de vendas online estão surtindo o efeito desejado e se há necessidade de ajustar determinados pontos ou reforçar o que tem dado certo.

Ao adotar os indicadores adequados, é possível refinar o processo de tomada de decisões, fundamentando-o em dados concretos e não mais em achismos ou simples intuição.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo com 9 do mais usados indicadores para marketplace que você pode usar na sua loja virtual:

  1. Visitantes mensais no site da loja
  2. Taxa de conversão
  3. Ticket Médio
  4. Taxa de abandono de carrinho
  5. Relação entre pedidos de novos clientes e de clientes recorrentes
  6. Churn rate
  7. Taxa de rejeição
  8. Entregas com atraso
  9. Taxa de devolução

Continue a leitura e saiba como essas ferramentas podem te ajudar a monitorar a performance do seu ecommerce e promover a melhoria constante do seus resultados.

9 KPIs de marketplace para acompanhar o desempenho da sua loja virtual

Cada negócio tem um modelo de atuação diferente. Além disso, dependendo dos objetivos de seu planejamento estratégico, diferentes indicadores de desempenho podem ser necessárias para monitorar as atividade mais importantes para o seu ecommerce.

Por isso, analise com cuidado estes KPIs e define aqueles que realmente são relevantes para o seu comércio eletrônico.

1. Visitantes mensais no site da loja

O primeiro indicador da nossa lista é o total de visitas mensais que o site do seu ecommerce recebe.

Mensurar o tráfego na sua loja virtual é importante para saber, por exemplo, se há necessidade de reestruturar sua estratégia de marketing para atrair mais visitantes.

2. Taxa de conversão

Também não poderia ficar de fora da nossa lista de indicadores para marketplace a taxa de conversão. Basicamente, o raciocínio é o seguinte: do total de visitas no seu ecommerce, quantas foram convertidas em vendas? Faça esse cálculo e saiba se a sua loja está vendendo tanto quanto o esperado.

3. Ticket Médio

Um dos mais importantes KPIs de marketplace, o ticket médio se refere a quanto, em média, foi o valor de cada compra efetuada durante um período específico.

Para calcular esse indicador, basta dividir o faturamento total pela quantidade de vendas realizadas.

4. Taxa de abandono de carrinho

Quando o assunto é comércio eletrônico, é praticamente impossível não mencionar o abandono de carrinho. Essa prática acontece quando o visitante seleciona alguns produtos da sua loja virtual mas, na hora do check-out, ele desiste da compra.

O cálculo é bem simples.

Divida o total de compras concluídas pelo total de carrinhos criados e depois multiplique por 100. Se o resultado estiver muito elevado, pode ser um sinal de que os usuários estão enfrentando dificuldades na etapa de pagamento.

5 - Relação entre pedidos de novos clientes e de clientes recorrentes

Esse indicador faz uma comparação entre o volume de pedidos feitos por clientes novos e o volume observado entre os clientes recorrentes.

Se o primeiro for maior que o segundo, pode ser que o seu ecommerce esteja enfrentando um problema de retenção e vale a pena investigar.

6 - Churn rate

Por falar em retenção, não podíamos deixar o churn rate de fora da nossa lista de indicadores para marketplace.

Ele mede a quantidade de clientes que deixaram de comprar os produtos do seu ecommerce.

Para calcular esse KPI, divida a quantidade de clientes que você perdeu pelo total de clientes que você tinha no início do período analisado. Multiplique por 100 para ter o resultado em porcentagem.

7 - Taxa de rejeição

A taxa de rejeição calcula quantos visitantes entraram no site da sua loja mas não visitaram nenhuma outra página além da primeira.

Divida o total de visitantes que apresentaram esse comportamento pelo total de visitas em um período específico. O ideal é que o resultado fique entre 20% e 40%.

8 - Entregas com atraso

É extremamente importante que o seu ecommerce consiga realizar todas as entregas dentro do prazo.

Para garantir que isso aconteça, procure monitorar o indicador de entregas com atraso e deixá-lo o mais próximo possível de zero. Divida o total de entregas fora do prazo pelas entregas totais.

9 - Taxa de devolução

Falando em entregas, é importante também mensurar e acompanhar a taxa de devolução de mercadoria.

Este é um dos KPIs para marketplace que também deve ter o menor resultado possível, pois impacta diretamente na satisfação dos clientes. Divida o total de produtos devolvidos pelo total de entregas em determinado período.

Você viu uma série de KPIs, mas sabe como fazer a gestão de indicadores de desempenho? Então, dê uma olhada neste vídeo:

Essas foram as nossas 9 dicas de KPIs para marketplace. Implemente essas métricas no seu ecommerce e garanta o bom desempenho do seu modelo de negócio online por meio de uma boa gestão por indicadores de desempenho.

Este post foi escrito pela equipe da Siteware, uma empresa que une pessoas, operação e estratégia em um único software, para que as empresas melhorem seus resultados, sua comunicação e sua governança.