Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica, não sejam MEI e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h às 17h. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Indiquei um cliente pelo programa de Afiliados. Como eu posso consultar minha indicação?

Você pode consultar sua indicação no Painel do Indicador.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Quero ser cliente

Entenda o código de verificação do cartão (CVV)

Você sabia que o código de verificação CVV é um fator decisivo para a segurança nas compras online? Entenda mais com este artigo!

Escrito em 13 de Dezembro de 2018 por Patrick Negri

Pode parecer estranho, mas muitas pessoas desconhecem a funcionalidade do código de verificação (CVV) impresso no verso do cartão de crédito e que é utilizado na confirmação de uma compra em ambiente online.

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Em lojas virtuais, a segurança é fator decisivo para um consumidor que tem diante de si uma série de ofertas e oportunidades de boas compras. Oferecer um ambiente seguro não apenas atrai a atenção do consumidor, como também resguarda a sua loja de possíveis fraudes.

Neste post você vai saber o que é o CVV, qual é a sua utilidade e como ele pode ajudar a garantir que o consumidor pague exatamente por aquilo que comprou, de um modo seguro, ágil e eficiente. Boa leitura!

O que é e como funciona o código de verificação (CVV)?

Essa é a sigla para Card Verification Value.  Em tradução popular, código de verificação do cartão ou simplesmente CVV. Esse é um recurso utilizado pelas operadoras de cartão de crédito para garantir a confidencialidade e segurança dos dados do usuário.

A composição do código é feita por três números combinados e exclusivos por cartão, baseados na criptografia — de algoritmos do serial do cartão e data de vencimento — e somente quem tem acesso aos dígitos do CVV poderá realizar uma compra sem utilizar o cartão pelo modo convencional, ou seja, por meio da máquina de crédito.

Majoritariamente, o CVV é utilizado para compras online em que será necessário o consumidor informar todos os dados do cartão e finalizar com os números do código de verificação para atestar e finalizar a compra, pois não há um equipamento específico de leitura como nas lojas físicas.

Em serviços de recorrência — como pagamento de mensalidades —, o cartão de crédito é um dos meios de pagamento mais utilizados para efetuar as transações e o CVV garante a segurança das informações para não haver problemas como interrupção do serviço por falta de pagamento, por exemplo.

Para que serve o código?

Nem mesmo alguns lojistas sabem por que é solicitado e qual a sua funcionalidade. Os usuários também entendem tratar-se de uma verificação de segurança, mas desconhecem a origem nas operadoras de cartão e funcionalidade nos bastidores dos bancos e lojas virtuais.

Há um trabalho sistemático para conferir ao CVV o título de recurso de segurança efetivo e infalível. Com isso, as possibilidades de fraudes ou irregularidade nas transações, assim como ações de pessoas mal intencionadas, caem por terra quando esbarram no processo final de concretização da venda e solicitação do CVV.

Onde ele pode ser encontrado?

Em um geral, a série de três dígitos vem impressa no verso do cartão, o que é válido para bandeiras como Visa, Mastercard, Dines, entre outras. A exceção fica por conta da American Express, que traz o CVV na frente do cartão, com quatro números, diferentemente do tradicional.

Como o CVV pode garantir a segurança do cartão?

O avanço da tecnologia trouxe modernidade e, com ela, as tentativas de invasão e acesso a contas bancárias e compras indevidas por cartões de crédito. O CVV é um código criado para ser de conhecimento apenas do titular do cartão, não sendo recomendado o uso de computadores públicos ou dispositivos de terceiros.

Quando as compras são realizadas em ambiente virtual, embora seja necessário informar o CVV para finalizar o processo, não há nenhum outro campo em que ele seja solicitado novamente. Ele não fica armazenado ou aparece em documentos como recibos e notas fiscais.

Mesmo que um consumidor se torne cliente e salve as informações do cartão para compras futuras, quando acessar novamente terá que inserir o código de verificação para validar as compras. Essa é a forma encontrada para assegurar que não haverá chances de adulteração.

Normalmente o código é disposto no verso do cartão de maneira bem discreta, sendo inclusive de difícil visualização, exatamente para não despertar a atenção e o interesse de pessoas com intenção duvidosa.

Como oferecer ainda mais segurança ao consumidor?

Se você é lojista online e deseja ofertar ao consumidor a ideia de segurança e transparência, além das informações confidenciais que o próprio cartão disponibiliza, contar com um sistema de pagamento online eficiente fará toda a diferença.

Os sites com certificação SSL — simbolizada por uma chave ou um cadeado na barra de status — indica que há segurança em todo o ambiente, proporcionando uma experiência agradável de compra ao consumidor. Com isso, ele se sentirá mais seguro para visitar a loja sem se preocupar na hora de efetuar o pagamento.

Uma empresa especializada oferece soluções altamente eficientes para o processo de compras em ambiente virtual. Os mais comuns são gateway ou intermediador de pagamento. Independentemente do tipo de negócio online que você possui — e-commerce ou marketplace — sabemos que o mercado mudou e, consequentemente, o consumidor passou a ser mais exigente e volúvel, o que faz com que ele se preocupe com questões além de preço e qualidade.

Se perceber que o site da loja apresenta instabilidade ou falta de transparência durante o checkout, o consumidor rapidamente abandonará o carrinho de compras, partindo em busca de um fornecedor com melhores condições de segurança, por mais que esteja interessado nos produtos e serviços ofertados.

Acompanhar o cliente e conhecer o seu comportamento de compras pode ajudar a perceber alguma variação em seu método que sinalize utilização indevida do cartão de crédito. Dessa forma, sua plataforma poderá criar mecanismos de defesa e avisos ao cliente, com um serviço diferenciado e inovador.

Para finalizar, é fundamental que o lojista online tenha a ciência da transformação digital e que precisa estar à frente para permanecer no mercado e ganhar vantagem competitiva sobre os demais concorrentes do segmento.

Você gostou deste post para entender melhor sobre o CVV e como ele pode oferecer mais segurança aos consumidores? Percebeu o quanto ele é essencial para transações realizadas em ambiente virtual? Você também pode entrar em contato com um especialista da iugu para saber como os meios de pagamento são importante para o seu negócio e podem ajudar suas vendas a decolar.