Voltar

FAQ

Quais as formas de pagamento aceitas pelo gateway iugu?

Aceitamos boleto e cartão de crédito nacional (internacional das bandeiras Mastercard, Visa, Amex, Diners e Elo). Cartões de débito não são aceitos por questões de segurança de dados.

Quais são as categorias de negócios aceitas pela iugu?

Aceitamos diversos tipos de negócios, desde que possuam conta jurídica e não estejam classificados na lista de produtos e serviços proibidos.

O que é necessário para começar a usar iugu?

Após o contato com nossos consultores e fechamento de contrato é necessário criar uma conta iugu seguindo nossos requisitos para abertura de contas.

Qual o horário de expediente da iugu?

Nossa plataforma sempre estará no ar, o atendimento ao cliente e os saques de contas ocorrem se segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. Entretanto, por dependência de sistemas bancários, os serviços da iugu são interrompidos em feriados. Saiba mais em nossa página de expediente.

Quais são os recursos cobrados pela iugu?

A partir do plano escolhido, os recursos são cobrados em modelo de assinatura e cobranças mensais. Se necessário, somam-se taxas de configuração inicial e tarifas variáveis. Saiba mais sobre as tarifas cobradas clicando aqui.

Em quais moedas a iugu aceita transações?

A iugu aceita transações somente em Real. No caso do uso de cartão de crédito internacional, a cobrança é também é feita em Real e a bandeira do cartão faz o câmbio para a moeda do cliente.

A iugu é homologada pelo Banco Central?

A iugu recebeu a licença do Banco Central que nos autoriza a funcionar como Instituição de Pagamentos. Publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de agosto de 2020.

Quais bancos a iugu suporta?

Para receber os pagamentos pela iugu, é preciso possuir uma conta PJ em um dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Original, Banestes, Banrisul, Bradesco, BRB, BS2, C6, Caixa Econômica, Inter, Itaú, Mercantil do Brasil,Modal, Neon, Nubank, PagSeguro, Safra, Santander, Sicoob (Bancoob), Sicredi, Unicred e Via Credi.

Posso cancelar a iugu a qualquer momento?

Você deve solicitar o cancelamento da sua conta com 30 (trinta) dias de antecedência.

A plataforma pode ser utilizada por quem não é desenvolvedor?

Sim! Temos um painel facilitado onde é possível realizar a gestão financeira, cobrar seus clientes, controlar as assinaturas e acompanhar o crescimento de sua empresa.

Sua dúvida não está aqui?

Experimente a página de Ajuda e Suporte da iugu.

Voltar

Descomplique processos financeiros com a iugu!

Fórum E-commerce Brasil 2022: tudo o que rolou na 13º edição do evento

Com um público de 18 mil pessoas, evento abordou a importância da tecnologia e da inovação para os negócios do futuro

Escrito em 03 de Agosto de 2022 por Thainara Carvalho

Atualizado em 22 de Agosto de 2022

Tecnologia, tendências de consumo e inovação. Esses foram os tópicos da 13º edição do Fórum E-commerce Brasil – o maior evento de e-commerce da América Latina. Durante os dias 26 e 27 de Julho, mais de 250 expositores e 18 mil pessoas compareceram ao Transamérica Expo Center, em São Paulo, para fazer acontecer e ficar por dentro das novidades do mercado.


O evento contou com 20 áreas de conteúdo e a presença de grandes marcas e empresas de diferentes segmentos, como Mercado Livre, Nubank, Magalu, Itaú, Fedex e agências de marketing.

O Fórum E-commerce Brasil é organizado pelo E-commerce Brasil – projeto criado para fomentar o comércio eletrônico – que, desde 2011, reúne cerca de 13 mil profissionais de e-commerce em auditórios com palestras, salão de negócios e a presença de algumas das empresas mais importantes do Brasil.

O local contou com quatro plenárias principais, que foram categorizadas como Transformação Digital, Gestão e Operação, Marketing e Vendas e Tecnologia e Inovação. 

Além das palestras principais, empresas como Americanas, Magalu e Meta tiveram seus ambientes exclusivos voltados para palestras sobre inovação.

Digitalização do varejo, transformação digital e hábitos da geração Z marcaram o evento

Como não poderia deixar de ser, o Fórum E-commerce Brasil foi marcado por temas que abordam os impactos da tecnologia no comércio eletrônico, como a digitalização do varejo, a transformação digital e os hábitos de consumo da geração Z. 

Na palestra High Tech - High Touch: a estratégia do Magalu para acelerar a digitalização do varejo brasileiro, Fred Trajano, CEO do Magazine Luiza, falou sobre como a empresa tem trabalhado para digitalizar o varejo, com soluções cada vez mais completas para os sellers.

Trajano também apresentou novidades sobre a empresa, como o Magalu Entregas RODO, solução logística proprietária para a entrega de itens pesados (acima de 30kg), e a estratégia para transformar as lojas físicas da empresa em pontos de entrega.

Já sobre o poder da Geração Z, Andege Freitas, diretora de conteúdo e parcerias da Twitch, falou sobre as novas regras ditadas pelo público mais novo. Segundo ela, a Geração Z preza, cada vez mais, por fluidez, autenticidade, inclusão, colaboração e propósito. 

Freitas também trouxe dados que demonstram o poder da comunidade no varejo. De acordo com a diretora, 60% do público da Twitch compartilha informações sobre o que discutem na plataforma, enquanto 52% estão mais dispostos a comprar produtos promovidos pelos streamers.

Outros temas abordados foram IoT da logística, Conversational Commerce e o impacto da experiência digital integrada com o offline.

Metaverso, Community commerce e o poder do TikTok também foram destaques da edição

O Tiktok é uma das plataformas de conteúdo mais populares do mundo, e tem se mostrado mais do que um app de dancinha. Afinal, grandes empresas e marcas já têm utilizado o potencial do aplicativo para gerar engajamento orgânico. 

 Leonardo Khéde, Head of Agency Sales Latam do TikTok, se uniu a Luiza Baffa, Managing Director da agência AKQA São Paulo, para trazer um conteúdo sobre o crescimento da plataforma e as possibilidades para os negócios.

O evento também acenou para o disruptivo Metaverso, a Web 3.0 e os impactos dessas tecnologias no varejo, com a palestra Metaverso Commerce, guiada pelo ex-diretor criativo do Meta, Daniel Bottas.

Para complementar o tema, a palestra da Tommy Hilfiger mostrou que a marca já utiliza o metaverso para eventos e ações de marketing.

Como destaque internacional, Bradford Shellhammer, Chief Product Officer da Reverb | Etsy, falou sobre os desafios e a importância da personalização no varejo. 

Segundo ele, estamos na era do Community Commerce, e, cada vez mais, os consumidores buscam  marcas que reflitam suas crenças e que permitam participar em sua construção.

De forma geral, ficou claro que a tecnologia, aliada a conexões reais e autenticidade, são o futuro do varejo e o caminho do ouro para os negócios de sucesso.

E para ficar por dentro de outros conteúdos sobre tecnologia, inovação e transformação digital, acesse a nossa news! 

News_do_blog_v2dpi (1)