Programador: como deixar o LinkedIn atrativo para recrutadores?

Escrito em 24 de Fevereiro de 2022 por Redação iugu

Atualizado em 24 de Agosto de 2023

Destacar-se no mercado de trabalho ou prospectar clientes pode ser uma tarefa difícil se você não sabe como deixar seu perfil no LinkedIn atrativo. 

Com um bom perfil no LinkedIn você pode encontrar vagas, conhecer outros profissionais da área e aumentar seu público.

Entenda porque você deve ter um perfil ativo nessa rede social e como deixar o LinkedIn atrativo para conquistar boas oportunidades de trabalho. Continue a leitura!

 

Por que profissionais de TI devem utilizar o LinkedIn?

O LinkedIn é, atualmente, a melhor ferramenta para encontrar profissionais da mesma área e oportunidades de emprego. Ele também tem suporte para profissionais freelancers, facilitando a conexão com clientes.

Sendo assim, ter um perfil no LinkedIn é a melhor forma de expor o seu trabalho e chamar a atenção de clientes e recrutadores. E isso vale tanto para programadores quanto outros profissionais.

Porém, para se destacar como profissional de TI, é possível seguir algumas dicas para deixar o LinkedIn atrativo.

 

O que deve ter no seu perfil do LinkedIn

Antes de colocar a mão na massa, existem alguns pontos que não podem ficar de fora do seu perfil.

Portanto, para começar, certifique-se que o seu perfil tem, ao menos:

  • Foto do perfil;
  • Localização;
  • Experiência (ocupações anteriores);
  • Habilidades (pelo menos três);
  • Formação (faculdade ou cursos);
  • Pelo menos 50 conexões.

Os primeiros itens são dados pessoais, importantes para os recrutadores entenderem um pouco mais do seu perfil como candidato.

Em seguida fale sobre a sua vida profissional. Se você estiver começando agora na carreira ou ainda não tem experiência nenhuma, dê foco ao que você já realizou, como projetos pessoais e cursos, e o que você quer realizar com a sua carreira.

E para ter boas conexões, procure, primeiramente, se conectar com quem você conhece. Adicione colegas de classe e de trabalhos anteriores.

Após essa primeira etapa de conexões, você pode procurar por influenciadores da rede social, head hunters e outros profissionais da área.

 

13 dicas para ter sucesso no LinkedIn

Além das dicas principais, com o que deve ter no seu LinkedIn, podemos utilizar dicas adicionais para otimizar o seu perfil como desenvolvedor de softwares.

Para saber como deixar o LinkedIn atrativo para os recrutadores e clientes, siga as dicas abaixo:

 

1. Escolha a foto de perfil ideal

Procure utilizar uma foto que mostre bem o seu rosto, mas que não seja uma foto 3x4. Evite, também, fotos com objetos que cubram muito do seu rosto, como bonés e óculos escuros.

A foto do LinkedIn vai ser uma das primeiras impressões que os recrutadores terão de você. Ela pode, sim, ser uma foto descontraída, desde que não seja muito extravagante.

Para mostrar um pouco de quem é você, logo de cara, você pode tirar uma foto na sua mesa de trabalho ou em um momento de lazer.

Porém, evite também fotos com outras pessoas. Pode ser confuso identificar quem é você na imagem! 

 

2. Use uma boa imagem de capa

A foto de capa também diz muito sobre a sua personalidade e profissão. Procure inserir uma imagem que remeta à sua carreira, à sua imagem pessoal ou uma imagem padrão do local onde você está trabalhando no momento.

 

3. Fale sobre você no resumo e inclua palavras-chave

O espaço de resumo é o lugar perfeito para contar ao recrutador quem é você, por que está nessa carreira e o que você quer para o futuro.

Lembre-se de utilizar palavras-chave que remetam à sua profissão e objetivo, como  as linguagens utilizadas e a profissão que você exerce (Python, Front-End, Back-End, Javascript, etc.).

As palavras-chave podem ser inseridas ao longo do texto e em listas, facilitando a identificação do algoritmo e do recrutador.

 

4. Deixe claro o seu objetivo profissional

O uso das palavras-chave também auxiliam a deixar claro qual é o seu objetivo profissional. Assim, é mais fácil que o algoritmo mostre seu perfil para head hunters e profissionais da sua área de atuação.

Portanto, evite colocar mais de um cargo como objetivo e enxugue as suas experiências para o que é relevante para o seu perfil.

Se você já tem, por exemplo, cinco anos de experiência na área, as suas experiências anteriores que sejam fora da área (como cargos de jovem aprendiz administrativo, experiências de atendimento ao público, etc.) terão pouca importância para a sua contratação e podem ficar de fora do perfil.

 

5. Escreva seu título profissional

É importante ter muita atenção ao seu título, que deve resumir quem é você profissionalmente. Esse título fica junto do seu nome e é uma das primeiras coisas que o recrutador irá ler.

Alguns exemplos de título que você pode seguir: “Desenvolvedor Backend PHP | Laravel” ou “Programador Backend PHP | Laravel”.

 

6. Dê bastante atenção à sua experiência profissional

Atente-se às datas das suas experiências e escreva detalhadamente quais funções você desenvolveu. Dê foco também às habilidades aprendidas e reconhecimentos obtidos.

Caso tenha experiências como freelancer, também é válido incluir. Nesses casos, procure deixar links para verificação dos trabalhos.

 

7. Exponha suas habilidades

As habilidades devem ter foco tanto nas hard skills,, como as linguagens que você utiliza, quanto nas soft skills, que mostram um pouco da sua personalidade no ambiente de trabalho.

Portanto, se você for uma pessoa organizada, com espírito de liderança ou conciliador, deixe essa informação destacada no seu perfil.

 

8. Adicione seções ao seu perfil

As seções servem para organizar os dados do seu perfil em agrupamentos. Portanto, utilize-as corretamente para expor cursos realizados, experiências anteriores, etc.

 

9. Use CTA para promover links

Ao inserir links no seu perfil, lembre-se de adicionar call to actions. Ou seja, explique o que o recrutador irá encontrar no link e convide-o a clicar.

Alguns exemplos de CTA para o seu perfil no LinkedIn:

  • Fique à vontade para entrar em contato diretamente por: nome@gmail.com;
  • Confira um pouco do meu trabalho em: portfolionome.com;
  • Conheça meus projetos do Github em: meugithub.com.

 

10. Seja ativo na rede e publique conteúdo próprio

Procure ser ativo na rede, interagindo com posts de suas conexões e publicando conteúdos de sua autoria. Isso mostrará a relevância do seu perfil e permitirá que você alcance mais pessoas.

Lembre-se também de manter o perfil atualizado, com informações que reflitam o momento da sua carreira.

 

11. Faça menções para ser notado

Se você fizer um post falando sobre um projeto realizado em equipe, lembre-se de mencionar as pessoas que participaram. O mesmo vale para contar uma história.

Ao mencionar alguém, o seu post irá aparecer para as pessoas que têm conexão com quem foi mencionado, aumentando o alcance do seu post.

 

12. Solicite recomendações aos colegas e parceiros

As recomendações podem partir de professores, colega de profissão que já tenham trabalhado com você ou da sua atual equipe.

Uma forma educada de conseguir as recomendações é, justamente, dando recomendações.

Esse recurso é importante tanto para o espaço de depoimento, onde o colega falará um pouco sobre como é trabalhar com você, quanto para verificar suas hard e soft skills.

 

13. Participe de grupos do seu nicho

Os grupos oferecem o ambiente perfeito para ter mais conexões e, quem sabe, encontrar uma nova oportunidade de trabalho.

Procure participar de grupos que tenham relevância para o seu perfil e busque ser ativo nessas comunidades. Isso também ajuda a aumentar o alcance do seu perfil.

 

O que não fazer no perfil do LinkedIn?

Agora que você já sabe exatamente como deixar o LinkedIn atrativo, saiba o que você não pode, em hipótese alguma, fazer no seu perfil.

  • Perfil sem foto: perfis sem foto dão a entender que seu perfil está desatualizado ou que você não o utiliza com frequência. Sendo assim, dificilmente um recrutador irá utilizar esse perfil para te contatar;
  • Excesso de termos técnicos: evite abusar de termos técnicos sobre a sua atuação. Isso não mostra que você sabe mais sobre a sua profissão e pode passar um ar de soberba. Prefira frases mais simples, que passem clareza ao perfil, e utilize termos técnicos pontualmente, como palavras-chave;
  • Perfil privado: se o seu perfil estiver privado, somente quem já tem conexão poderá visualizar as suas informações. Procure deixar seu perfil público, assim mais pessoas poderão ver o seu perfil e entrar em contato;
  • Não interagir em grupos: se você está participando de um grupo, procure interagir com as pessoas. Se você não conversa com ninguém, não irá conseguir novas conexões e oportunidades;
  • Não ter uma URL personalizada: a URL personalizada traz autoridade ao seu perfil. Ela pode ser somente o seu nome ou a junção do seu nome e título profissional. Isso ajuda na identificação do perfil ao compartilhar o link fora da plataforma;
  • Mentir: absolutamente todas as informações do seu perfil devem ser verídicas e autênticas. Mentir sobre seus conhecimentos e habilidades, ou até mesmo inventar experiências que você não teve, irá prejudicar a sua carreira a longo prazo.

 

Gostou dessas dicas? Quais delas você já coloca em ação no seu perfil do LinkedIn? Compartilhe suas dicas pessoais nos comentários e envie esse artigo para alguém que precise saber como deixar o LinkedIn atrativo!

Posts relacionados

homem segurando um celular e um cartão de crédito fazendo um pagamento online
mão de mulher segurando celular com tela aberto do Drex